Canal Pavablog no Youtube

Posts tagged Cassia

Intrínseca ganha 4 mil seguidores no Twitter

0

Veja a lista completa com as 20 editoras mais citadas no Twitter

Cassia Carrenho, no PublishNews

1O blog Livros e Pessoas divulgou o ranking das 20 editoras mais populares no Twitter em abril. Apesar das pequenas mudanças, elas são bem interessantes, pelo menos para algumas editoras.

A editora Intrínseca ganhou 4mil seguidores no mês de abril e manteve o primeiro lugar, ampliando ainda a distância da Companhia das letras, a segunda colocada.

A Rocco também subiu um degrau, passou a Galera Record e agora ocupa o quinto lugar.

Outro dado interessante vem do próprio número de seguidores do perfil @livrosepessoas: ganhou 6 mil (per)seguidores no mês!

Veja a lista completa com as 20 editoras mais citadas no Twitter no blog.

Companhia das Letras assume 1º lugar

0

Sextante mantém o primeiro lugar no ranking mensal

Cassia Carrenho, no PublishNews

1Era uma novidade já esperada. A editora colocou 300 títulos com 50% de desconto nas principais livrarias, entre os dias 23 e 25 de abril. Para alegria dos intelectuais de plantão, a lista aparece recheada de nomes como José Saramago, Friedrich Nietzsche, Hannah Arendt entre outros. Com essa ação a Companhia das Letras assumiu o 1º lugar no ranking das editoras, com 19 livros, que somados venderam 14.405 exemplares. Na semana anterior a editora emplacou 5 livros, com uma venda total de 5.902 exemplares. É, talvez isso mostre (se ainda não ficou claro) que preço e qualidade podem (e devem) andar juntos.

Mas, para acabar com a alegria dos fiéis seguidores da chamada alta literatura, o padre mais vendido do Brasil voltou, e em 1º lugar. Kairós (Principium), do Padre Marcelo Rossi estreou na lista da semana vendendo 8.230 exemplares. Do mesmo grupo editorial, Globo, e com um título menos angelical, o livro do ex-jogador Casagrande e seus demônios manteve o 1º lugar em não ficção, fazendo uma dobradinha em autoajuda e não ficção. Ou seja, entre padres e demônios, o que vale é vender.

Na lista mensal de abril, após vários meses cinzentos, O lado bom da vida (Intrínseca) levou a melhor, vendendo 16.227 exemplares, seguido de Cinquenta tons de cinza, também da Intrínseca, com 15.504 e Casamento blindado (Thomas Nelson) 14.087.

No ranking mensal das editoras, a Sextante manteve o 1º lugar, com 22 livros. A briga boa ficou entre Record, 15, Ediouro, 14 e Saraiva, 13. Vale lembrar que a Saraiva também fez ação promocional no mês de abril, o que refletiu nesse ótimo desempenho.

Livro de negócios em primeiro lugar

0

‘Sonho grande’ vendeu 4.197 exemplares

Cassia Carrenho, no PublishNews

1Sonho grande (Primeira Pessoa), assim como seus protagonistas, chegou ao 1º lugar vendendo 4.197 exemplares nesta semana. Logo atrás, com marcação acirrada, aparece Casagrande e seus demônios (Globo), com 4.033 livros vendidos. Com isso, a turma cinzenta caiu novamente, mas ainda continua firme na lista geral e encabeça a lista de ficção.

Apesar de aparecer apenas na 11ª posição no ranking das editoras, a Rocco colocou dois lançamentos em excelentes posições. O livro Castelo de papel, de Mary Del Priore, ficou em 4º lugar em não ficção, e Insurgente, de Veronica Roth, em 3º lugar, na lista infanto juvenil.

As novidades da semana foram: não ficção, Manual de etiqueta (Bestbolso); infanto juvenil, Meu pé de laranja lima (Melhoramentos); autoajuda, Sobre o céu e a terra (Paralela) e Para a melhor mãe do mundo (Vergara & Riba).

No ranking das editoras a Sextante se distanciou mais ainda das outras, agora com 18 títulos. A briga boa voltou a ser pela segunda colocação, disputada página por página pela Intrínseca e Record, ambas com 10. Atrás delas seguem a Ediouro, com 9 livros, Vergara&Riba com 8, e Saraiva com 7.

Mais uma semana de comemoração para a Saraiva

0

Selo Caramelo e ação promocional subiram a editora no ranking

Cassia Carrenho, no PublishNews

1Fazia tempo que não se via uma disputa tão apertada pelos primeiros lugares da lista. Com uma diferença de apenas 74 livros, Cinquenta tons de cinza (Intrínseca)- sim, parece que alguém tomou um remedinho azul – ficou a frente do surpreendente Sonho grande (Primeira Pessoa), que pulou do 9º para a 2º lugar na lista geral. A disputa foi tão grande que entre o 1º e 4º lugares a diferença foi de 310 exemplares.

Outro gol de placa foi marcado pelo livro Casagrande e seus demônios (Globo) que assumiu a liderança da tabela na lista de não ficção.

As novidades da semana foram: ficção, mais um thriller de Harlan Coben, Fique Comigo (Arqueiro) e mais um livro de Assassin’s Creed, Revelações (Galera); não ficção, Guia ilustrado Zahar de filosofia (Zahar); infanto juvenil, Brilhe estrelinha, Vai, equipe!, Voe, abelhinha! e Um dia de sol, todos da Caramelo.

No ranking das editoras o destaque continua para a Editora Saraiva, que com 10 livros do selo infantil Caramelo e 1 da Saraiva foi para a vice liderança. A editora se beneficiou também da ação promocional que fechou com a rede de Livrarias Saraiva para os produtos licenciados da Nickelodeon, que saíram pelo selo Caramelo. Acima da Saraiva, só a Sextante, com 16 títulos. Em 3º vem a Intrínseca, seguida da Ediouro e Record, com 8 cada.

Saraiva: de 0 a 9 em uma semana

0

Sextante lidera ranking das editoras com larga vantagem

Cassia Carrenho, no PublishNews

1A editora Saraiva ressurgiu na lista essa semana assumindo a 5º posição. Dos nove livros, seis são do selo infantil Caramelo. O sucesso dos desenhos do Bob Esponja e Dora, a aventureira – além dos descontos nas livrarias – não só colocou a editora na lista, como a deixou em lugar de destaque.

Outro grande destaque foi o livro Sonho grande (Primeira Pessoa) que foi para o 1 º lugar de negócios em sua segunda semana na lista dos mais vendidos. Também estreia na lista o livro Casagrande e seus demônios (Globo), sobre o ex-jogador e atual comentarista de futebol, que foi direto para o 3º lugar na lista de não ficção.

No ranking das editoras, a briga do o 2º ao o 5º lugar está quente! Record com 11, Intrínseca, 10, Ediouro e Saraiva com 9. Todo mundo junto e embolado. Lá na frente, quem respirou aliviada foi a Sextante, tranquilamente com 16 livros na lista.

Go to Top