Canal Pavablog no Youtube

Posts tagged Ceará

Só 31 escolas públicas com alunos de baixa renda mantêm excelência no ensino desde 2011, diz pesquisa

0

escola-e1469804511781

Em 2011, grupo das excelentes era formado por 215 escolas; queda no Ideb e desempenho insuficiente em matemática explicam perda de ‘selo de qualidade’.

Vanessa Fajardo, no G1

Só 31 escolas públicas brasileiras que atendem alunos de baixo nível socioeconômico do ciclo 1 do ensino fundamental conseguiram manter a excelência do ensino ao longo de três edições consecutivas de uma pesquisa feita pela Fundação Lemann, Instituto Credit Suisse Hedging-Griffo e Itaú BBA, a partir de dados da Prova Brasil. O resultado da última análise, referente a 2015, foi divulgado nesta terça-feira (19).

No primeiro ano da pesquisa, em 2011, um grupo de 215 escolas foram consideradas excelentes. Elas estão dentro de um universo de 15 mil escolas que atendem alunos de 1º ao 5º ano do ensino fundamental. Destas 215, só 54 se mantiveram neste ano, e apenas 31 apareceram nas três pesquisas (dos anos de 2011, 2013 e 2015). Só quatro delas são da rede estadual, o restante é municipal (veja a lista abaixo).

“É um número baixo, gostaríamos de ter muito mais escolas. Poucas conseguem se manter no patamar que julgamos adequado. Não sabemos se é o perfil do aluno que muda ou se é a gestão, porque a régua não é rigorosa. Houve uma queda no Ideb e estamos tentamos entender o motivo”, diz Ernesto Martins Faria, coordenador do estudo.

O estudo aponta que, entre 2011 e 2015, mais de 80% das escolas que perderam a condição de excelência tiveram também uma diminuição no Ideb. O segundo critério que mais contribuiu para a queda de escolas no topo da qualidade foi o desempenho insuficiente em matemática, o que ocorreu com 63% dos alunos. Outros 35% tiveram desempenho insuficiente em língua portuguesa.

O mapeamento tem como base a Prova Brasil, um exame que avalia os conhecimentos dos alunos em matemática e língua portuguesa. O resultado do desempenho é um dos componentes do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

Anos finais do fundamental

O número de escolas excelentes cai muito quando se avalia os anos finais do segundo ciclo do ensino médio. Apenas dez bateram os critérios da pesquisa em 2013 e 2015 (veja a lista abaixo). Nesta fase, que compreende do 6º ao 9º ano do ensino fundamental, o Brasil também não alcançou as metas do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

Em 2013, o total de 235 escolas foi classificado como excelente, mas em 2015 apenas 61 dessas continuaram no mesmo patamar de qualidade.

“No fundamental 2 os critérios foram menos exigentes. Acho que é escasso o número de escolas com desempenho satisfatório. Não sabemos se o problema é a formação de professor, se é a distância entre aluno ou professor”, afirma Ernesto Martins Faria.

Um dado alarmante é que em muitos estados das regiões Norte e do Nordeste não há uma escola sequer com bons resultados nos anos finais do ensino fundamental. “Isso mostra que, embora algumas regiões sejam destaque [Ceará, por exemplo], ainda há muita desigualdade no país. Em algumas regiões não há nenhuma escola com resultado aceitável que seja referência e sirva de inspiração ao entorno”, diz Ernesto.

Ceará tem maior número de escolas contempladas

O mapeamento aponta que o estado do Ceará tem o maior número de escolas de baixa renda classificadas como excelentes. São 84 unidades que atendem alunos dos anos iniciais, com destaque para a cidade de Sobral, onde estão 19 escolas. Outras 31 escolas cearenses para estudantes do segundo ciclo do fundamental de baixa renda estão na lista de excelência – seis delas, em Sobral.

Para os anos iniciais do ensino fundamental, independente do nível socioeconômico, outros três estados se destacam: São Paulo, Paraná e Minas Gerais. São Paulo agregra também o maior número de escolas excelentes com alunos de alta renda (21).

Em contrapartida, em estados como Amapá, Bahia, Pará, Rio Grande do Norte, Roraima e Sergipe não foram identificados nenhum bom exemplo de escola de anos iniciais, independepente da condição socioeconômica dos alunos. Nos anos finais, no Acre, no Alagoas, no Amapá, no Mato Grosso, na Paraíba, no Rio Grande do Norte, na Roraima, em Rondônia, em Sergipe e no Tocantins também não foram classificadas escolas exemplares.

Escolas que atendem aos critérios ‘excelência com equidade’ em 2011, 2013 e 2015

ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL (31 escolas)

Escola – estado – cidade – rede

Professor Nazaré Varela – Amazonas – Carauari – estadual
Dinorah Ramos – Ceará – Sobral – municipal
Mocinha Rodrigues – Ceará – Sobral – municipal
Raimundo Pimentel Gomes – Ceará – Sobral – municipal
Emeferico Veríssimo – Mato Grosso – Lucas do Rio Verde – municipal
Couto de Magalhães – Goiás – Corumbaíba – municipal
Evangélica Monte Moria – Goiás – Goianésia – municipal
Pingo de Gente polo – Mato Grosso do Sul – Nova Andradina – municipal
Elisa Rabelo de Mesquista – Minas Gerais – Campo do Meio – municipal
João Narciso – Minas Gerais – Congonhas – municipal
Paulo Barbosa – Minas Gerais – Formiga – municipal
Padre Waldemar Antônio de Pádua Teixeira – Minas Gerais – Itaúna – municipal
José Teotônio de Castro – Minas Gerais – Lagoa da Prata – estadual
Frei Orlando – Minas Gerais – Morada Nova de Minas – estadual
Monsenhor Sebastião Vieira – Minas Gerais – Paraisópolis – municipal
Frei Leopoldo – Minas Gerais – Patos de Minas – municipal
Professor José Luiz de Araújo – Minas Gerais – Rio Paranaíba – estadual
Iracy José Ferreira – Minas Gerais – São Gotardo – municipal
Professora Maria Aparecida Passos – Minas Gerais – São José da Barra – municipal
Augusto Werner – Paraná – Foz do Iguaçu – municipal
Duque de Caxias – Paraná – Foz do Iguaçu – municipal
Erico Veríssimo – Paraná – Foz do Iguaçu – municipal
Monteiro Lobato – Paraná – Foz do Iguaçu – municipal
Olavo Bilac – Paraná – Foz do Iguaçu – municipal
Osvaldo Cruz – Paraná – Foz do Iguaçu – municipal
Vinicius de Moraes – Paraná – Foz do Iguaçu – municipal
Idalina P Bonatto – Paraná – Medianeira – municipal
São Francisco de Assis – Paraná – Siqueira Campos – municipal
Presidente Tancredo Neves – Pernambuco – Tupanatinga – municipal
Tobias Barreto – Rio de Janeiro – Rio de Janeiro – municipal
Professor Jair Luiz da Silva – São Paulo – Junqueirópolis – municipal

Escolas que atendem aos critérios ‘excelência com equidade’ em 2013 e 2015

ANOS FINAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL (10 escolas)

Escola – estado – cidade – rede

Aquiles Peres Mota – Ceará – Carnaubal – municipal
Inácio de Barros Neto – Ceará – Russas – municipal
Francisco Monte – Ceará – Sobral – municipal
Armando Ziller – Minas Gerais – Belo Horizonte – municipal
Eduardo Senedese – Minas Gerais – Juruaia – estadual
João Nunes Ferreira – Minas Gerais – Lambari – estadual
Povoado Lagoa de Baixo – Minas Gerais – Rubelita – estadual
Rodrigues Alves – Rio de Janeiro – Rio de Janeiro – municipal
Rotary – Rio Grande do Norte – Mossoró – municipal
Professora Hebe de Almeida Leite Cardoso – São Paulo – Novo Horizonte – municipal

Eliane Brum e Isabel Lustosa estão entre os convidados da Bienal do Livro desta segunda

0

Eliane-Brum

Publicado em O Povo

A programação da XII Bienal Internacional do Livro do Ceará segue nesta segunda-feira, 17. Entre os destaques da agenda do dia, está encontro dos escritores e jornalistas Eliane Brum (foto) e Lira Neto, que irão conversar sobre o tema “toda pessoa constrói uma versão da história a ser contada”. O diálogo será na sala Moreira Campos, localizada no mezanino dois do Centro de Eventos do Ceará, onde a Bienal ocorre desde a última sexta-feira, 14, e segue até domingo, 23.

Lira Neto é curador da Bienal e irá conduzir o bate-papo com Eliane Brum, que é colunista do El País Brasil e autora de livros, como “Meus desacontecimentos: a história da minha vida com palavras” e “A menina quebrada e outras colunas”.

Mais cedo, às 16 horas na mesma sala, Dimas Macedo, Isabel Lustosa e o presidente da Academia Cearense de Letras (ACL), José Augusto Bezerra, irão conversar sobre Rachel de Queiroz, Academia Brasileira de Letras e os acervos vivos das Academias.

Entre os destaques da programação voltada para o público infantil está a agenda da sala Contos, Papos e Encantos, no mezanino 1. No local, o dia começará com o espetáculo de teatro de bonecos chamado “Mãe d’água”, encenado pelo Grupo Ânima. Serão duas apresentações: às 9 horas e às 10 horas. Na mesma sala, às 17 horas, o ator, diretor e dramaturgo Ricardo Guilherme irá apresentar a aula-espetáculo voltada para agentes de leitura, chamada “Literatura em cena”.

Para ter acesso às programações da Bienal, não há necessidade de fazer inscrições prévias. Durante os 10 dias, serão 168 escritores participando da programação, 350 editoras e 110 estandes, incluindo a Casa Vida&Arte. Os encontros com os escritores começaram já no primeiro sábado do evento, com o projeto Diálogos, que é uma das janelas do evento.Serviço

Bienal Internacional do Livro do Ceará

Visitação: até dia 23 de abril, de 9h às 22h

Onde: Centro de Eventos do Ceará (Av. Washington Soares, 999 – Edson Queiroz)

Programação completa: http://bienaldolivro.cultura.ce.gov.br/

Clube de assinaturas: um pacote de presentes literários

0

rafael-caneca-pacote-de-texto-624x351

Primeira iniciativa do gênero no Ceará, Pacote de Textos entrega mensalmente um livro aos seus assinantes. Clássicos e contemporâneos integram a seleção.

Jader Santana, no Leituras da Bel

Lima Barreto, Tolstói, Kafka, Cortázar e Álvaro de Campos viajaram pelo Brasil nos seis meses iniciais do Pacote de Textos, primeira iniciativa literária do tipo clube de assinaturas do Ceará. Da Rússia ao Brasil, de Portugal à Argentina, o clube tem a proposta de oferecer aos seus membros o que há de melhor e mais relevante na literatura mundial.

Criado pelo escritor Rafael Caneca, o Pacote de Textos foi lançado no último mês de julho. Seus primeiros doze assinantes – todos de Fortaleza – receberam a novela A Metamorfose, do tcheco Franz Kafka, história clássica de um homem que acorda metamorfoseado em um inseto.

“Uma amiga veio me dizer que estava esperando que eu criasse um clube do livro, porque sempre acompanhava minhas recomendações. A ideia ficou martelando e, no mês seguinte, criei o Pacote”, explica Rafael. É ele o responsável pela curadoria das obras que são enviadas mensalmente aos assinantes: “são livros que eu gosto e quero espalhar”.

O clube conta hoje com 70 membros de vários estados do Brasil, e os livros escolhidos fazem um passeio pelo que há de mais relevante na literatura brasileira e mundial, clássica e contemporânea. Depois de Kafka, os assinantes receberam A Morte de Ivan Ilitch (Tolstói), Recordações do Escrivão Isaías Caminha (Lima Barreto), Todos os Fogos o Fogo (Cortázar), e a obra poética de Álvaro de Campos. “Quero oferecer um panorama mundial das letras, e tento não repetir o gênero ou o país. São livros que dialogam com um número grande de leitores”, explica Rafael.

pacote-de-texto-rafael-caneca-624x468

O feedback dos assinantes vem sendo positivo. Segundo o criador do Clube, as pessoas enxergam a iniciativa como uma oportunidade para dedicar mais tempo à leitura, tendo em mãos opções de qualidade inegável. “Tem gente que sempre ouviu falar de Lima Barreto no colégio, mas que nunca pôde ler o autor. O clube ajuda nesse sentido”, conta.

A assinatura do Pacote de Textos ainda está com seu valor promocional. Quem é de Fortaleza paga R$ 29,90 mensais. Para os de fora da cidade, o valor sobe para R$ 35,90. O livro vem acompanhado de um marcador de página e de algum brinde personalizado. Para o próximo ano, a iniciativa também vai ganhar encontros presenciais em livrarias da cidade, no formato de um clube para debater o livro do mês

Saiba mais
Quer saber qual foi o livro escolhido para o mês de Dezembro? Rafael Caneca dá as dicas: “O autor é contemporâneo e foi premiado com um Nobel recentemente. Nesse livro, ele joga muito com a memória e com as recordações da infância”.

Serviço
Pacote de Textos
Preço: R$ 29,90 (para Fortaleza) e R$ 35,90 (para outras cidades)
Para assinar: 85 – 9 8819 8643

Bienal do Livro do Ceará terá Valter Hugo Mãe e outros escritores

0
divulgação

divulgação

 

Publicado em O Povo

A organização da XII Bienal Internacional do Livro do Ceará anunciou em coletiva nesta segunda-feira, 31, os nomes dos primeiros autores convidados para o evento, que acontece entre 14 e 23 de abril de 2017, no Centro de Eventos do Ceará e em múltiplos espaços de Fortaleza.

Um dos nomes de destaque é o escritor angolano Valter Hugo Mãe, autor de “Máquina de Fazer Espanhóis” e “O Filho de Mil Homens”, entre outros. Também foram anunciados: Antônio Prata, Cristovão Tezza, Daniel Galera, Ignácio de Loyola Brandão, Márcia Tiburi, Leonardo Sakamoto, Mary del Priori e Marcelino Freire. Acrescente à lista, a cearense Natércia Pontes, autora de “Copacabana Dreams”.

A Bienal foi transferida para 2017 devido ao período eleitoral, e a escolha pelo mês de abril foi simbólica. O período situa o evento entre datas que celebram a importância da literatura, como o nascimento de Monteiro Lobato, em 18 de abril, quando se comemora o Dia do Livro Infantil, e 23 de abril, o Dia Mundial do Livro, que marcará o encerramento do evento.

Brasileiros ganham 4 medalhas na Olimpíada Ibero-Americana de Biologia

0
Caio Adamian, Beatriz Marques, Bruno Gomes e Bernardo Collaço (Foto: Divulgação)

Caio Adamian, Beatriz Marques, Bruno Gomes e Bernardo Collaço (Foto: Divulgação)

 

Publicado na Galileu

Na última semana, a cidade de Brasília foi sede da 10ª Olimpíada Ibero-Americana de Biologia. A edição contou com a participação de estudantes de 12 países das Américas do Sul e Central, bem como de Portugal e Espanha.

Ao longo da competição, os estudantes fizeram três avaliações teóricas e práticas que envolvem assuntos como anatomia animal, botânica e citologia.

A delegação brasileira obteve ótimos resultados. No total, foram quatro medalhas conquistadas: uma de ouro, que foi para Bruno Teixeira Gomes, de Fortaleza, no Ceará; duas pratas obtidas pelos estudantes Beatriaz Marques de Brito, de São Paulo capital, e Bernardo Habriele Collação, de Fortaleza, no Ceará; e um bronze para Caio Manuel Caetano Adamian, também de Fortaleza.

Parabéns aos nossos estudantes!

Go to Top