Posts tagged Cebolinha

Mauricio de Sousa completa 80 anos

0

Foto-rosto-Mauricio-crédito-Lailson-dos-Santos-700x420

Criador da turminha mais amada do Brasil dedica sua vida aos quadrinhos há 55 anos

Publicado no Diário da Manhã

No dia 27 de outubro de 2015, o criador da Turma da Mônica, marca que há décadas faz parte do imaginário de crianças e adultos, chega ao seu octogésimo aniversário cheio de disposição e criatividade para levar sempre novidades aos fãs dos personagens. Mauricio de Sousa é presidente da Mauricio de Sousa Produções e há 55 anos dedica seu talento aos quadrinhos, que encantam os leitores do Brasil e do mundo com suas aventuras e histórias educativas. Ele é um dos maiores e mais famosos desenhistas do País, e seu carisma agrada todo o público.

O primeiro autor do segmento dos quadrinhos a ingressar em uma academia de letras – a Academia Paulista de Letras, Mauricio de Sousa, que é considerado escritor para crianças pela Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância), fez e continua a fazer história no universo literário. Prova disso é sua participação destacada nas Bienais do Livros.

Neste ano, Mauricio foi o grande homenageado da 17ª edição da Bienal do Livro Rio, que contou com diversas atividades relacionadas ao desenhista na programação cultural. Durante o evento, o desenhista também recebeu o prêmio José Olympio, do Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL), entregue a cada dois anos a pessoas e entidades empenhadas na promoção da leitura.

Plano_de_fundo_Turma_da_Monica

Sobre Mauricio de Sousa

Mauricio de Sousa iniciou sua carreira como ilustrador na região de Mogi das Cruzes, próximo de Santa Isabel, onde nasceu. Aos 19 anos, mudou-se para São Paulo e, durante cinco anos, trabalhou no Jornal Folha da Manhã (atual Folha de São Paulo), escrevendo reportagens policiais. Em 1959 criou seu primeiro personagem, o cãozinho Bidu. A partir daí vieram, Cebolinha, Cascão, Mônica, e tantos outros. Em 1970, lançou a revista Mônica. Depois de passar pela Editora Abril e Editora Globo, assinou contrato com a multinacional italiana Panini. Cerca de 150 empresas nacionais e internacionais são licenciadas para produzir mais de três mil itens, com os personagens de Mauricio de Sousa; suas criações chegam a cerca de 30 países.

Prova do 1º dia do Enem 2014 tem Cebolinha e Pequeno Príncipe

0

Prova foi de ciências humanas e ciências da natureza.
Exame continua neste domingo (9).

Karina Trevizan, no G1

pequeno-principe

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2014 começou neste sábado (8) com a prova de ciências humanas e da natureza. Entre as questões, havia uma tirinha do personagem de história em quadrinhos Cebolinha, criado por Maurício de Sousa, e um trecho do clássico da literatura infantil “O Pequeno Príncipe”, de Antoine de Saint-Exupery. O exame continua neste domingo (9).

A questão com a tirinha do Cebolinha abordou conhecimento sobre aceleração em física. Depois de apresentar uma tirinha de 2006, o candidado deveria responder sobre o vetor aceleração tangencial do coelhinho da Mônica até atingir o Cebolinha.

O trecho de “O Pequeno Príncipe” que apareceu no exame, foi o seguinte: “Quando é meio-dia nos Estados Unidos, o sol, todo mundo sabe, está se deitando na França. Bastaria ir à França num minuto para assistir ao pôr-do-sol.” O candidato tinha de responder qual fenônemo físico é citado nesse parágrafo.

A prfoto_6ova não abordou a crise hídrica e o problema de falta de água no Sudeste diretamente, mas, ainda em ciências da natureza, havia uma questão com um gráfico presente no manual de instrução de uma ducha, que relacionava a vazão da água com a pressão. O candidato teve de calcular o gasto mensal de água de uma família com banho.

Na parte de ciências humanas, o exame deste ano trouxe um pergunta sobre um protesto ocorrido em 1879, na época de D. Pedro II, contra um aumento de 20 réis dna passagem dos bondes. Os candidatos tinham de responder sobre o significado da repressão àquela manifestação.

foto1_2Apareceu também neste primeiro dia uma questão que exigia que o candidato respondesse qual a função da Comissão da Verdade, instituída em 2012 com a finalidade de apurar graves violações de direitos humanos. A prova também trouxe a música de 1960 “Sina do Caboclo”, de João do Vale, que fala sobre a insatisfação do trabalhador rural.

Entre as questões de ciências da natureza havia uma pergunta sobre as sacolas plásticas distribuídas em supermercados. O candidato deveria responder sobre o novo tipo de plástico ecológico que substitui as sacolas de polietileno. Outra pergunta era sobre fotografias em cores tiradas em ambientes iluminados com lâmpadas fluorescentes. Era preciso responder qual é a cor do filtro deveria ser utulizado pelo fotógrafo para evitar que objetos mais claros parecessem verdes na fotografia.

Uma questão sobre filosofia apresentava o detalhe da obra “Escola de Atenas”, do artista Rafael Sanzio (1483 – 1520). Na pergunta, a prova questionava o significado do gesto de Platão, que é reproduzido na imagem apontando o indicador para cima.

Outra pergunta citava o queijo minas, classificado como patrimônio cultural brasileiro. Entre as alternativas, o candidato deveria escolher o bem que compõe o patrimônio nacional e pertence à mesma categoria do queijo minas. As opções eram o mosteiro de São Bento, no Rio de Janeiro, o ofício das paneleiras em Goiabeiras (ES), o conjunto arquitetônico e urbanístico de Ouro Preto (MG), o sítio arqueológico e paisagístico de Ilha Do Campeche (SC) e a obra “Tiradentes Esquartejado”, de Pedro Américo.

Além dos quadrinhos do personagem Cebolinha, a prova também trouxe uma tirinha de Miguel Paiva, publicada em 1988. A imagem traz um homem lendo a Constituição, promulgada naquele ano, dizendo que “todo brasileiro tem direito à moradia”. No desenho, outra personagem responde: “agora lê aquele pedaço bonito que fala de comida, saúde…”. A questão pedia para o candidato indetificar a crítica. Havia também uma questão com uma charge de 1910 sobre a implantação da rede telefônica no Brasil.

Go to Top