Contando e Cantando (Volume 2)

Posts tagged cédulas

Cédulas de dinheiro com retratos de grandes escritores

0

Fabio Mourão, no Dito pelo Maldito

Pode não parecer, mas os escritores são pessoas importantes. E uma grande prova disso é a quantidade de selos que homenageiam autores, assim como suas obras e personagens. E se hoje em dia a literatura não rende mais o valor que ela merece dentro da sociedade, gostaríamos de lembrar que um dia ela já foi representada na coisa mais valiosa já produzida pelo mercado,… O dinheiro. Não há muitas moedas dedicadas a escritores, no entanto, cédulas em papel já foram usadas para homenagear alguns escritores clássicos de todo o mundo.

Abaixo separamos algumas amostras de notas que retratam grandes autores, e que formam uma coleção bem peculiar e específica de dinheiro.

Miguel de Cervantes

462_001

César Vallejo

cesarvakllejo
Leopoldo Alas ‘Clarín’

clarin
Carlos Drummond de Andrade

cruzado-novo-ncz-5000-carlos-drummond-de-andrade_iz41xvzxxpz2xfz27742356-242098411-2xsz27742356xim
Charles Dickens

dickens (mais…)

Colômbia irá imprimir cédulas com rosto de Gabriel García Márquez

0
García Márquez morreu aos 87 anos em sua casa na Cidade do México (Foto: Divulgação)

García Márquez morreu aos 87 anos em sua casa na Cidade do México
(Foto: Divulgação)

Publicado no Correio do Estado

O Banco Central da Colômbia irá imprimir cédulas para homenagear o escritor Gabriel García Márquez, que morreu em abril de 2014 e é visto como o pai do estilo literário conhecido como realismo fantástico.

O Congresso colombiano aprovou, na terça (16), um projeto de lei instruindo o banco a estampar a imagem de “Gabo”, como ele era afetuosamente chamado, nas próximas notas que produzir. A lei também exige que certos locais de sua região natal sejam preservados para o turismo.

García Márquez, que começou a carreira como repórter de jornal, ficou famoso por sua obra-prima “Cem Anos de Solidão”, que lhe garantiu o Prêmio Nobel de Literatura em 1982. Credita-se a ele ter despertado a América Latina para milhões de leitores com suas histórias de amor e saudade.

“Gabo deixou uma coleção extraordinária de obras literárias e jornalísticas, cuja distribuição, leitura e estudo devem ser ativamente divulgados”, teria dito o congressista Antenor Durán segundo o jornal “El Espectador”.

García Márquez morreu aos 87 anos em sua casa na Cidade do México depois de sofrer durante algum tempo com uma pneumonia. Seus arquivos, incluindo manuscritos, álbuns de foto, máquinas de escrever e computadores, foram adquiridos pela Universidade do Texas no mês passado.

Go to Top