Posts tagged clientes

Posto de combustíveis cria biblioteca com livros para empréstimo ou doação

0

Gabriel Pietro, no Razões para Acreditar

Os motoristas que passam para abastecer o veículo no Auto Posto Vicente Machado, em Curitiba (PR), se deparam com uma estante com mais de 50 livros disponíveis para empréstimo gratuito ou doação.

As obras são bastante diversas, pois são fruto de doações de dezenas de pessoas. O objetivo da ‘biblioteca’, que funciona dentro da loja de conveniências, é promover a leitura dos títulos que estavam pegando poeira, esquecidos dentro de caixas e porões.

A iniciativa é do proprietário do posto, Luiz Antonio Teixeira, 52 anos. “Eu tinha uns livros lá em casa e percebi que, depois de ler uma ou duas vezes, só ficariam parados na estante. Por isso, vi que outras pessoas poderiam aproveitar também aquele conteúdo e decidi colocar no posto”, conta.

Em média, a estante conta com um acervo de 50 a 80 exemplos. Os clientes e funcionários do estabelecimento têm plena liberdade para devolver – ou não – os livros escolhidos. “Não temos controle e não obrigamos a pessoa a devolver. A única coisa que pedimos é que as pessoas doem também, porque se não ficamos sem opções na estante”, explica Luiz.

Quase 800 livros passaram pela estante da loja de conveniências desde que o projeto foi implementado, há seis meses.

Luiz não tem um número exato, mas estima que entram e saem cerca de 15 livros ao dia. “Esse giro é automático e o número varia muito de acordo com o dia. No fim de semana, por exemplo, tem muito jovem que frequenta o posto e aproveita para levar um livro”, relata.

Em cada exemplar disponibilizado, há um carimbo de uma frase dizendo que o livro é fornecido gratuitamente. Nele, ainda há o pedido de que caso o cliente consiga devolvê-lo, os futuros leitores agradecem.

Luis Teixeira, proprietário do posto de combustíveis Vicente Machado, montou uma biblioteca dentro da loja de conveniências

O proprietário diz que os motoristas de aplicativo são os que mais fazem uso dos livros, ao lado das pessoas que trabalham próximo ao posto. “A minha ideia é que os clientes desfrutem daquilo. Estou tentando estimular a leitura”, destaca.

Doação de Livros

Quando a iniciativa começou, em abril, Luiz pegava livros do seu próprio acervo pessoal. Com o passar do tempo, começou a pedir doações de vizinhos, aproveitando o grupo de WhatsApp do condomínio onde mora.

“Eles abraçaram a ideia e doaram muitos exemplares, consegui quase 300”, lembra o empresário, que também é o síndico do prédio.

Leia também: Coletor de lixo monta biblioteca com livros descartados e ministra palestras em escolas

Até a biblioteca se sustentar sozinha, Luiz precisava correr atrás de doações constantemente, para manter a estante cheia. Hoje, ele afirma não enfrentar mais esse problema e acredita que os clientes entenderam o objetivo da ação.

Aqueles que desejarem doar um livro ou pegar algum exemplar para ler, basta ir até o Auto Posto Vicente Machado. O estabelecimento fica no cruzamento das ruas Vicente Machado e Brigadeiro Franco, no Centro de Curitiba.

Fonte: Gazeta do Povo/Fotos: Aniele Nascimento/Gazeta do Povo

Conheça a jovem que concilia a limpeza de banheiros de bar no Rio com a leitura: ‘Ler é ótimo’

0

Cleo Guimarães, em O Globo

Beatriz Costa tem 18 anos e adora ler. Gosta tanto que consegue conciliar o trabalho como limpadora de banheiros do bar Belmonte, no Flamengo, com a leitura dos livros que ela pega emprestado de uma vizinha do Complexo da Maré, onde mora. “Aproveito as brechas entre os clientes que usam o banheiro, ler é ótimo e faz o tempo passar”, diz.

unnamed

Ela trabalha há três meses no bar e conta que, de lá pra cá, já leu mais de dez obras, de vários autores — no momento, está devorando “A menina que roubava livros”. A cena ao lado, de Beatriz lendo num banquinho ao pé da escada, é frequente, e tanto clientes quanto patrões dão força para que se repita sempre.

Bar ‘serve’ livros a seus clientes

0
Gosto pela leitura de Seu Ari contagiou seus clientes

Gosto pela leitura de Seu Ari contagiou seus clientes

 

Antes dos petiscos e das bebidas chegarem à mesa, clientes podem ler acervo do Seu Ari

Publicado no Catraca Livre

Dono do Bar do Ari, localizado em frente a Estação Werneck do metrô, no Jardim São Paulo, o bancário aposentado Ari Carlos Carvalho desenvolveu uma técnica contagiante para driblar o tempo ocioso no trabalho: a leitura.

Há seis anos, pouco após inaugurar seu estabelecimento, Seu Ari começou a levar livros para ler enquanto o movimento de clientes era fraco. O que o aposentado não imaginaria era que a inovação iria cair no gosto dos clientes.

O interesse foi tanto que agora é impossível não sentar nas mesas e começar a folhear qualquer publicação enquanto se espera uma refeição ou entre um gole e outro de cerveja. A clientela mais fiel, inclusive, começou a pedir por mais livros e assim foi feito.

Segundo o CuriosaMente, hoje, Seu Ari afirma ter mais de mil livros, a maior parte em casa e a outra parte no estabelecimento, onde cada abertura das paredes possui dezenas de livros que se espremem e dividem espaço, fazendo o local se converter em um híbrido de bar e mini-biblioteca.

Com informações do CuriosaMente.

Go to Top