Posts tagged confirmação

Enem 2017: veja o que é preciso levar e o que é proibido no local de prova

0
Caneta preta de tubo transparente e documento original com foto são obrigatórios no Enem 2017 (Foto: Ardilhes Moreira/G1)

Caneta preta de tubo transparente e documento original com foto são obrigatórios no Enem 2017 (Foto: Ardilhes Moreira/G1)

Publicado no G1

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) começa no domingo (5) com portões abertos a partir das 12h. Mas, para entrar no local de prova e poder encarar as 90 questões de linguagens e ciências humanas, é preciso prestar atenção a alguns detalhes que podem fazer a diferença. Separar o material necessário para os dias de provas é uma das tarefas importantes (veja abaixo o resumo em tópicos).

O motivo da eliminação de dois em cada dez participantes no ano passado tem relação com o fato de “portar lápis, caneta de material não transparente, lapiseira, borrachas, livros, manuais, impresso, anotações e etc.”.

MOTIVOS DE ELIMINAÇÃO

Não marcar o tipo de prova e não escrever a frase ou marcar mais de um tipo de prova e não escrever a frase – 44,35 %
Portar lápis, caneta de material não transparente, lapiseira, borrachas, livros, manuais, impressos, anotações e etc. – 19,77 %
Ausentar-se das sala de provas sem o acompanhamento de um aplicador, ou ausentar-se em definitivo antes de decorridas duas horas – 9,10%
Portar, após ingressar na sala de provas, qualquer tipo de equipamento eletrônico ou de comunicação – 7,41%
Não cumprir as instruções contidas na capa do caderno de questões – 4,47%
Não guardar equipamentos eletrônicos em embalagem porta-objetos – 4,05%
Não atender as orientações da equipe de aplicação – 2,61%
Não manter a embalagem porta-objetos embaixo da carteira durante a realização das provas – 1,57%
Prestar, em qualquer documento, declaração falsa ou inexata – 1,33%
Outros – 5,32%

O QUE PRECISA LEVAR

Documento original com foto na validade (não vale carteirinha de estudante ou certidão de nascimento)
Caneta preta de tubo transparente
Cartão de confirmação impresso: contém data e local da prova. Está disponível na página do participante, no site do Enem

O QUE É BOM LEVAR

Água
Alimento (lanchinhos leves, como fruta ou sanduíche, em pote transparente; alimentos industrializados lacrados)
Cartão de confirmação impresso (ele não é obrigatório)

O QUE É PROIBIDO

Lápis, borracha, calculadora
Fone de ouvido
Óculos escuros
Boné, chapéu, gorro
Aparelho eletrônico, como celular, tablet
Relógio
Livros e anotações

SE LEVAR ALGUM DOS OBJETOS:

Colocar os objetos proibidos, como celular, dentro do envelope lacrado, embaixo da carteira, que será dado pelo fiscal.

Confira os detalhes

O edital do Enem deixa claro quais são os objetos permitidos e proibidos durante as provas. Por exemplo: candidatos não poderão fazer o exame vestindo boné ou qualquer tipo de aparelho eletrônico. Além disso, fazer o Enem a lápis ou com caneta azul ou colorida é um critério para a eliminação: o Enem só pode ser feito com caneta preta esferográfica e de tubo transparente.

Outros itens que devem ficar fora das salas, segundo o edital, são borracha, apontador, lapiseira, grafite, livros, manuais, impressos, anotações, máquinas calculadoras e agendas eletrônicas ou similares, telefones celulares, pagers, bip, walkman, gravador, mp3 ou similar, ou qualquer receptor ou transmissor de dados e mensagens.

Documentos de identidade

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) afirma no edital que nem todos os documentos de identidade serão aceitos no Enem. Eles precisam ter foto de identificação e ser expedidos por autoridades específicas. Veja abaixo a lista de documentos que os candidatos poderão usar nos dias de provas:

Cédulas de identidade (RG) expedidas pelas Secretarias de Segurança Pública, pelas Forças Armadas, pela Polícia Militar, pela Polícia Federal;
Identidade expedida pelo Ministério da Justiça para estrangeiros, inclusive aqueles reconhecidos como refugiados, em consonância com a Lei nº 9.474, de 22 de julho de 1997;
Identificação fornecida por ordens ou conselhos de classes que por lei tenham validade como documento de identidade;
Carteira de Trabalho e Previdência Social, emitida após 27 de janeiro de 1997;
Certificado de Dispensa de Incorporação;
Certificado de Reservista;
Passaporte;
Carteira Nacional de Habilitação com fotografia, na forma da Lei nº 9.503, de 23 de setembro de 1997;
Identidade funcional em consonância com o Decreto nº 5.703, de 15 de fevereiro de 2006

Documentos não permitidos: protocolos, Certidão de Nascimento, Certidão de Casamento, Título Eleitoral, Carteira Nacional de Habilitação em modelo anterior à Lei nº 9.503/97, Carteira de Estudante, Registro Administrativo de Nascimento Indígena (Rani), crachás e identidade funcional de natureza privada, nem documentos ilegíveis, não identificáveis e/ou danificados, ou ainda, cópias de documentos válidos, mesmo que autenticadas

Exceções

De acordo com o edital do Inep, é possível que um candidato faça o Enem sem apresentar um documento de identidade válido, mas só em casos “extravio, perda, furto ou roubo” do documento. Porém, para conseguir essa permissão é preciso apresentar, no local de provas, um boletim de ocorrência feito com menos de 90 dias de antecedência do exame. Além disso, o candidato precisará passar por um processo especial de identificação, com o fornecimento de outros dados pessoais, e assinar um formulário específico.

Cartão de confirmação

Caneta preta e documento de identificação são os únicos itens obrigatórios para fazer o Enem. Mas o Inep recomenda que os candidatos levem, impresso, o cartão de confirmação, já que ele contém todas as informações sobre a inscrição, como o local de provas, o endereço exato e o número da sala em que o participante fará o Enem.

Enem 2015 registra média de 416,6 candidatos inscritos por minuto

0

Três milhões de estudantes se inscreveram no sistema em 120 horas.
Prazo para inscrições no exame nacional termina no dia 5 de junho.

4200875_x360

Publicado no G1

Três milhões de candidatos se inscreveram para a edição 2015 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem)  nas primeiras 120 horas do prazo de abertura do sistema.

O número representa uma média de 416,6 estudantes inscritos por minuto na página do exame nacional.

O balanço parcial foi divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) neste sábado (30)  e conta as inscrições feitas até as 10h de sábado.

O número de candidaturas, até o momento, é menor que o da edição de 2014. No ano passado, o sistema registrava mais de 3 milhões de inscritos no quinto dia, após 103 horas da abertura de inscrições.

Os candidatos têm até o dia 5 de junho para fazer sua inscrição no site do exame.

Lentidão no site
O grande número de acessos deixou a página do Enem instável. Com a falha, estudantes madrugaram para fazer a inscrição.

Na quarta-feira (27), o Inep informou que o sistema estava instável por causa dos acessos concentrados entre 8h e 19h. Nas redes sociais, o instituto sugeriu que os alunos façam a inscrição em horários alternativos.

PASSO A PASSO DA INSCRIÇÃO DO ENEM
Neste ano, as inscrições do Enem abriram nesta segunda (25) e vão até 5 de junho. Há algumas novidades no processo de inscrição, principalmente em relação a medidas de segurança do sistema informatizado.

Veja abaixo todos os detalhes para se inscrever:

O que é preciso
O candidato precisa ter em mãos seu RG, o número do seu CPF e um endereço de e-mail pessoal. Neste ano, o mesmo endereço de e-mail não poderá ser usado em mais de uma inscrição no exame.

É necessário informar também um número válido de telefone fixo ou de celular.

Quanto custa
O Ministério da Educação aumentou o valor da taxa de inscrição para R$ 63. O aluno vai gerar um boleto bancário que deverá ser pago até o dia 10 de junho às 21h59 (horário de BrasÍlia).

O boleto bancário é criado na opção Gerar GRU. A página será aberta em uma outra janela, por isso é preciso habilitar a abertura de pop-ups no navegador.

Caso a taxa não seja paga, a inscrição do candidato será cancelada.

Quem pode fazer o exame de graça
Alunos da rede pública que cursam o 3° ano do ensino médio estão automaticamente isentos da taxa de inscrição.

Candidatos que comprovarem baixa renda também podem pedir isenção do pagamento ao final da inscrição. Após preencher o questionário socioeconômico, o estudante deve entrar na opção declarar carência. Nesse caso, é preciso conferir se o pedido foi aceito pelo Inep antes do fim do período de inscrições.

A partir desta edição, os candidatos isentos que não comparecerem nos dois dias de provas perderão o benefício para a próxima edição.

Como pedir atendimento especial
Estudantes com baixa visão, cegueira, visão monocular, deficiência física, deficiência auditiva,  surdez, deficiência intelectual, dislexia, déficit de atenção, autismo, discalculia ou com outra condição especial podem pedir atendimento especializado durante as provas do Enem. É preciso que preencham o campo específico no formulário de inscrição indicando qual o atendimento necessário durante o exame.

Gestantes, lactantes, idosos, alunos em classe hospitalar e sabatistas também têm o direito a atendimento específico desde que informem sua condição no ato da inscrição.

Nome social
Travestis e transexuais podem solicitar o uso do nome social no exame. Para isso, devem fazer sua inscrição normalmente no site até o dia 5 de junho.

No período entre 15 e 26 de junho, devem entrar novamente na página do Enem e solicitar o uso do nome social em formulário disponível on-line. O candidato deve ter documentos comprobatórios de sua condição.

Diploma de ensino médio
O candidato que tiver mais de 18 anos e pretende usar o exame nacional para pedir a certificação de ensino médio deve indicar seu objetivo na inscrição.

Língua estrangeira
No formulário da=e inscrição, o candidato deve selecionar se quer responder a perguntas de inglês ou de espanhol como língua estrangeira.

Local para a prova
O estudante deve escolher em qual cidade pretende fazer as provas do exame nacional, que serão aplicadas nos dias 24 e 25 de outubro. O local pode ser alterado até o fim do período de inscrições.

Confirmação de inscrição
Os candidatos que pediram a isenção do pagamento devem conferir na página do Enem se o seu pedido foi aceito até o dia 5 de junho. Caso o pedido seja negado, é preciso criar o boleto de pagamento no site e pagá-lo até o dia 10 de junho.

Cartão de confirmação da inscrição
Neste ano, o cartão de confirmação do candidato será divulgado pelo Inep apenas no site do Enem. Ainda não há data prevista para sua divulgação.

 

Go to Top