Posts tagged conteúdo

Como montar o cantinho dos livros para os pequenos

0

simples-cantinho-de-leitura-em-casa-para-crianças-professora-coruja

Publicado no Bonde

Estimular a leitura desde os primeiros anos de vida traz inúmeros benefícios para a criançada. Além do estímulo à linguagem – tanto oral, quanto escrita -, esse momento em família fortalece a interação e o vínculo entre pais e filhos, aumenta o repertório cultural dos pequenos, a criatividade, a compreensão, o armazenamento de informações e o resgate de memórias passadas.

Pensando em contribuir ainda mais no estímulo ao gosto por livros na primeira infância, confira algumas dicas para transformar um simples espaço em casa em um ótimo cantinho da leitura.

Escolha um espaço

O primeiro passo é reservar um local adequado em casa. Pode ser um canto da sala que esteja sobrando, ou até mesmo uma parede vazia. Você poderá adequar seu projeto ao espaço que tem disponível.

Abuse da criatividade!

Monte prateleiras e estantes acessíveis às mãozinhas do seu pequeno. Existem algumas movelarias que comercializam estantes em tamanhos adequados, mas com criatividade vocês mesmos podem confeccionar uma. O importante é que a criança consiga manusear, sentir e tocar nos livros.

Crie um ambiente aconchegante

Não precisa de luxo. Um ambiente bem iluminado e algumas almofadas, tapetes ou puffs vão deixar o cantinho da leitura bem mais gostoso e aconchegante para se espalhar entre histórias e aventuras!

Aposte na curadoria do conteúdo

É importante uma seleção de livros adequada à fase da criança. Ela precisa ser acessível ao seu entendimento e explorar sua evolução de maneira prazerosa. É necessário também que se conheça as preferências da criança – observando o pequeno no seu dia-a-dia você poderá ter indícios claros das suas preferências literárias. Hoje também existe no mercado a opção dos clubes de leitura, que conta com uma equipe especializada no assunto e que seleciona livros adequados ao perfil de cada pequeno.

Organize os livros com seu filho

Defina uma maneira de organizar os títulos. Pode ser por gênero, autor, ordem alfabética, o que vocês acharem mais fácil! Seu filho também pode participar da organização, o que despertará ainda mais sua curiosidade.

Quantidade de livros

Não é necessário que se defina um número exato de títulos presentes na biblioteca do seu pequeno. É necessário que ele entre em contato com diferentes tipos de obras literárias e que esse contato esteja vinculado a uma rotina.

Novidades

Outro ponto muito importante é que esses títulos precisam ser renovados com uma frequência. Uma boa pedida é reservar dias para visitas a livrarias e/ou assinar um clube de livros infantis e até, levar os pequenos ao sebo para escolherem o que querem. Ensinar seu filho a trocar livros e que eles são objetos não descartáveis, que podem agradar a outra criança e incentivar o consumo de livros usados é sempre uma boa.

Duas poderosas técnicas para ler mais rápido e memorizar tudo aquilo que você lê

0

porque-eu-amo-ler-02

A maioria das pessoas tem dificuldades com Leitura dinâmica e memorização de um livro que leram, menos de 50% das pessoas terminado de ler algo e lembram no mínimo 60% do conteúdo que acabaram de ler…

Publicado no Administradores

A maioria das pessoas tem dificuldades com Leitura dinâmica e memorização de um livro que leram, menos de 50% das pessoas terminado de ler algo e lembram no mínimo 60% do conteúdo que acabaram de ler.

Agatha Christie lia 200 livros por ano, enquanto que o fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, termina um a cada duas semanas. O ex-presidente dos Estados Unidos Theodore Roosevelt lia um livro por dia e até dois ou três, se tinha uma noite mais tranquila. Mas como as pessoas em geral podem conseguir fazer isso?

Hoje vamos falar de Técnicas para você Ler Mais Rápido e melhor, entendendo tudo com muito mais facilidade. Além disso, irá lhe ajudar a memorizar e absorver muito mais informações com um grande volume de conteúdo!

1. Melhore sua visão periférica para poder ler mais rápido.

Sem treino, usamos o foco central da visão, o que diminui em 50% a quantidade de palavras que percebemos por fixação. Para acelerar sua leitura, comece a explorar mais sua visão periférica.

2. Para poder ler mais rápido pare de falar consigo mesmo.

Quase todo leitor “subvocaliza”, ou mexe a garganta enquanto se imagina falando as palavras. Esse movimento pode ajudar o leitor a se lembrar de conceitos, mas também é um grande empecilho para a velocidade. Aqui estão algumas formas de manter esse hábito no mínimo:

* Masque chiclete ou cante com os lábios fechados enquanto lê para ocupar os músculos usados para subvocalizar.

* Se você costuma mover os lábios enquanto lê, coloque o dedo sobre eles.

Que eu tenha te ajudado e que você coloque em pratica tudo que aprendeu aqui, para que faça uma leitura mais rápida e tenha mais facilidade em memorizar tudo que for estudar a partir de hoje.

Como revisar o conteúdo para o ENEM 2016

0

imagens-prova-enem-20120525-16-size-598

Aprenda como revisar o conteúdo do ano para ir bem no ENEM 2016

Publicado no Universia Brasil

Com o fim do ano se aproximando chegam as provas de vestibular, entre elas o ENEM 2016. O mais importante nessa época é dar-se bastante tempo para revisar e se preparar para as provas que acontecem nos dias 5 e 6 de novembro. A estratégia é simples: estude, teste a si mesmo, descubra suas fraquezas, estude novamente e faça simulado. Esse é o básico, mas existe mais que você pode fazer para conseguir um bom resultado no ENEM. Confira:

Comece cedo
Se você fez cursinho durante o ano, ou estudou por conta, reúna todo o material que foi acumulado ao longo dos seus estudos. Não deixe nada de fora. Leia suas notas duas vezes. Algumas coisas podem soar familiar e outras nem tanto, mas não se preocupe, isso é normal. Faça simulados, leia textos e livros. Ao longo do ano seu foco foi qualidade, mas agora é a hora de pensar em quantidade.

Estude com alguém
Marque com algum colega ou grupo uma reunião de estudos, ou então crie um grupo numa rede social. Assim, você tem a oportunidade de trocar anotações e tirar alguma dúvida que possa ter surgido, além de ter a oportunidade de exercitar seus conhecimentos explicando conteúdos estudados.

Refaça simulados antigos
Pegue simulados do cursinho ou da internet que você já fez e refaça. Preste atenção para qualquer anotação que possa estar nas margens. Se você assinalou as alternativas corretas na prova lembre-se de rasurá-las. Também não esqueça de deixar algum gabarito para corrigir suas respostas. Outra boa ideia é pegar provas passadas do ENEM, que estão todas disponíveis, com gabarito, no portal do INEP.

Leia outros livros didáticos
Ache outro livro que cubra a mesma matéria que você está estudando. Autores diferentes abordam temas de formas diferentes. Então, principalmente se ainda existe alguma matéria que você não entendeu, troque de livro. Talvez outro material consiga deixar tudo mais fácil. Pegar outro material também garante a visão de outros ângulos do mesmo tema, e você nunca sabe qual deles será abordado pelo ENEM.

Redija uma prova
Para a maioria das matérias de humanas, vale a pena fazer perguntas para você mesmo. Leia suas notas novamente e destaque partes que você acha que dariam uma pergunta no ENEM. Quais termos dão boas comparações? Por exemplo, quais conteúdos dão boas perguntas do tipo “compare e mostre as diferenças”? Elabore perguntas semelhantes às que você viu quando fez simulados, como questões longas comparando dois conteúdos.

Você estudante, confira 3 ótimas estratégias para potencializar o seu aprendizado

0

Aprendendo

Publicado no Amo Direito

A rotina de estudos costuma ser bastante intensa, sobretudo na universidade. Algumas vezes, a grande quantidade de conteúdos abordados em sala de aula acaba atrapalhando foco de muitos estudantes, que muitas vezes, por falta de tempo, acabam acumulando dúvidas nas matérias.

Se esse é o seu caso, saiba que existem algumas estratégias que podem facilitar o seu aprendizado, contribuindo para que você assimile mais facilmente o conteúdo abordado pelo professor em sala de aula. Confira a seguir quais são elas:

1 – Peça que os professores exemplifiquem o conteúdo
Caso você não compreenda muito bem algum tópico abordado pelo professor, peça que ele aprofunde o conteúdo através de exemplos e ilustrações, se possível. Isso contribuirá para que o assunto seja esclarecido mais facilmente.

2 – Busque fontes complementares
Procure complementar os seus conhecimentos fora da sala de aula: busque por outras fontes confiáveis relacionadas ao conteúdo estudado, como livros, filmes, revistas, sites, blogs, entre outras.

3 – Identifique quais são suas principais dúvidas
Saiba reconhecer as suas principais dúvidas em relação ao conteúdo estudado. Procure identificar os tópicos que ainda não estão claros para você, e em seguida, converse com o seu professor a respeito desses conteúdos.

Se você deseja tornar o seu ano letivo mais eficiente em 2016, experimente seguir essas dicas!

Fonte: Universia Brasil

Descubra como revisar o conteúdo das matérias antes de uma prova de maneira mais eficiente

0

Revis_o

Publicado no Amo Direito

Fazer uma boa revisão antes de uma prova é importante estratégia para obter um bom resultado. Descubra como revisar o conteúdo de maneira eficaz.

Independentemente da maneira como você prefere estudar, a revisão de conteúdo é a maneira ideal para se preparar para a prova. Por isso, é importante que você preste atenção a como você costuma revisar a matéria e conheça estratégias para melhorar suas revisões.

Segundo o jornal The Guardian, o primeiro passo para melhorar os seus estudos antes de uma prova é entendendo como o seu cérebro funciona. Quando você estuda os neurônios fazem mais conexões e estimulam uma área chamada hipocampo – estrutura responsável pela memória. Entretanto, nem todas as informações são registradas por essa área: algumas delas são simplesmente perdidas. E agora, como contornar isso?

Uma das maneiras mais comuns de estimular a memorização de um conteúdo no hipocampo é pela repetição. Se você precisa decorar a anatomia de uma árvore para a aula de biologia, por exemplo, comece a repetir várias vezes as suas partes. Ao longo do dia, faça exercícios para recordar esses nomes e os escreva em uma folha de papel.

Outra técnica que pode ser utilizada é a repetição espaçada, ou seja, o ato de repetir um conteúdo estudado em períodos diferentes. Ao aprender uma nova informação, você deve estudá-la no mesmo dia. Depois, estudar novamente depois de alguns dias. Após isso, estudar mais uma vez após semanas. Estimular o seu hipocampo a recuperar essa informação em tempos espaçados faz com ela esteja mais registrada na memória e seja dificilmente esquecida.

Além disso, o The Guardian frisa que o hipocampo precisa de atenção e foco para conseguir memorizar uma informação. Ao dar atenção exclusiva a um único assunto, o cérebro entende que aquele momento é importante e, por isso, deve ser memorizado. Por isso, quando você estudar uma matéria difícil, evite mexer no celular ou escutar música. Seu cérebro deve estar totalmente focado nos estudos para que você memorize o conteúdo.

Os descansos também são importantes. Quando o hipocampo entra em contato com muitas coisas novas em pouco tempo ele tende a filtrar essas informações e memorizar somente algumas. Evite estudar por horas seguidas e tire pausas de aproximadamente 30 minutos para descansar.

Por fim, não deixe de dormir bem. Enquanto dormimos nosso cérebro, principalmente o hipocampo, consolida tudo o que foi aprendido ao longo do dia e registra essas memórias. Pessoas que não dormem bem têm mais problemas de memória e isso pode ser prejudicial para estudantes.

Essas técnicas poderão facilitar os seus momentos de estudo e melhorar seus resultados em provas e trabalhos. Bons estudos!

Fonte: Universia Brasil

Go to Top