Vidas no batente: Porteiro de Ipanema tem filho fazendo pós-doutorado nos EUA

Aos 18 anos, Damião Aranha fez as malas no interior da Paraíba e partiu para o Rio de Janeiro em busca de oportunidades, seguindo a história de êxodo repetida por muitos nordestinos.

Ler mais