Contando e Cantando (Volume 2)

Posts tagged Dan Brown

James Patterson, John Green e Veronica Roth estão entre os escritores mais bem pagos do mundo

0
O escritor James Patterson: o mais bem pago da lista da Forbes (Foto: Divulgação)

O escritor James Patterson: o mais bem pago da lista da Forbes (Foto: Divulgação)

Lista da Forbes traz autores de “A Culpa é das Estrelas”, da série “Divergente”, de Harry Potter e dos livros que deram origem a “Game of Thrones”

Publicado na Época Negócios

Pelo segundo ano consecutivo, James Patterson lidera o ranking dos escritores mais bem pagos compilada pela Forbes, atingindo US$ 89 milhões. O criador do personagem Alex Cross lançou 16 títulos em um ano, com a ajuda de coautores. Mais conhecido por seus livros que combinam crime e suspense, ele também é o autor com mais livros vendidos para crianças do que qualquer outro autor vivo.

Em segundo lugar aparece John Green e em terceiro, Veronica Roth. Os dois estrearam no ranking no ano passado, mas Green aparecia em 17° lugar e Veronica, ocupando a 7ª posição.

Green é um dos quatro autores de literatura juvenil a constar da lista, com aproximadamente US$ 26 milhões entre junho de 2013 e junho de 2014, em boa parte devido às vendas de “A Culpa é das Estrelas”. O livro vendeu mais de 3,5 milhões de cópias somente nos Estados Unidos em 2014, enquanto a adaptação para o cinema alcançou US$ 307 milhões no mundo inteiro (lembrando que o filme custou US$ 12 milhões). O autor totalizou US$ 17 milhões em direitos e vendas e graças a Hollywood, que acaba de lançar a adaptação de “Cidades de Papel”, seus ganhos não dão sinal de que vão diminuir.

Veronica Roth fez em torno de US$ 25 milhões este ano, um aumento de US$ 8 milhões em 2014, e aparece empatada com Danielle Steel. A trilogia “Divergente” vendeu mais de 3,9 milhões em 2014, em boa parte graças ao cinema, que lançou o segundo filme “Insurgente”, que bateu em US$ 295 milhões nas bilheterias pelo mundo.

Em quarto lugar na lista está Jeff Kinney, com US$ 23 milhões e em quinto, Janet Ivanovich, com US$ 21 milhões.

Completam a lista J.K. Rowling (US$ 19 milhões), Stephen King (US$ 19 milhões), Nora Roberts (US$ 18 milhões), John Grisham (US$ 14 milhões), Dan Brown (US$ 13 milhões), Suzanne Collins (US$ 13 milhões), Gillian Flynn (US$ 13 milhões), Rick Riordan (US$ 13 milhões), E.L.James (US$ 12 milhões) e George R.R. Martin (US$ 12 milhões).

Ele foi mesmo casado? Confira 5 livros polêmicos sobre Jesus

1
Foto: Evening Standard / Getty Images

Foto: Evening Standard / Getty Images

Publicado por Terra

Uma revelação feita recentemente por dois estudiosos gerou polêmica no cenário religioso. Os estudiosos Barrie Wilsion e Simcha Jacobovici traduziram um novo “Evangelho”, escrito há mil anos em aramaico, e concluíram que Jesus Cristo havia se casado com Maria Madalena e tido dois filhos com ela.

Esta não é a primeira vez que o assunto é trazido à tona – na literatura, vários livros discutem o tema, como no best-seller O Código Da Vinci, de Dan Brown. No entanto, para você ficar ainda mais por dentro da história de Cristo e tirar as próprias conclusões, o Terra e a Nuvem de Livros prepararam uma lista com dez obras (filosóficas, polêmicas, surpreendentes ou até mesmo acadêmicas) que discorrem sobre a vida de Jesus. Confira!

1. Dez provas da existência de Deus (Plínio Junqueira Smith)
Uma questão que preocupa quase todas as pessoas, como a existência de Deus, não poderia deixar de ser uma questão também para os filósofos. Provar a existência de Deus tornou-se, para a filosofia, uma questão permanente, que atravessou mais de dois mil anos de história. O propósito desta coletânea é apresentar várias provas da existência de Deus que se tornaram fundamentais para a filosofia da religião, escritas desde a Grécia Antiga até a Modernidade, permitindo ao leitor uma visão ampla do assunto. Este está disponível na Nuvem de Livros.

2. A família desaparecida de Jesus (Tobias Churton)
Com doses iguais de polêmica e suspense, o autor rasga o véu de mitologia que envolve o tema da família de Jesus para revelar uma verdade impactante. Um thriller da melhor qualidade que põe em xeque muitas das afirmações mais difundidas a respeito da Igreja Católica. Este está disponível na Nuvem de Livros.

3. O Evangelho segundo Jesus Cristo (José Saramago)
O renomadíssimo escritor português José Saramago, vencedor do Nobel de Literatura de 1998, também abordou a temática do Cristo em um de seus livros. Na obra, o autor conta uma história humanizada da vida de Jesus, deixando o mítico para segundo plano e trazendo para os tempos modernos. E a suposta relação com Maria Madalena também está presente no livro, que foi lançado em 1991 e recebeu fortes críticas da Igreja Católica lusitana.

4. O evangelho segundo a serpente (Faíza Hayat)
No romance, a portuguesa Faíza se apaixona por um filólogo brasileiro, especializado em língua copta. Ele desaparece no Egito, onde pesquisa escrituras nesse idioma, e deixa um caderno com misteriosas anotações escritas em copta, que são citações dispersas e não deixam pista. Faíza sabe apenas que são textos do cristianismo primitivo, que foram considerados heresia.

5. Zelota (Reza Aslan)
Apesar de ser ateu, o escritor sempre buscou bibliografias que o levassem a Jesus. Só que nunca encontrou o que queria por não acreditar em uma figura messiânica, mas em uma “pessoa física”, o Jesus histórico. Baseado em uma pesquisa meticulosa, Reza Aslan, que é especialista em religião, reconstitui a Palestina do século I e apresenta um rebelde carismático que desafiava as autoridades de Roma e a alta hierarquia religiosa judaica. Além disso, aborda as razões pelas quais a Igreja escolheu promover a imagem de Jesus como um líder espiritual, com personalidade pacífica em vez do revolucionário politicamente conscientizado que o escritor acredita que ele foi.

Sequência de ‘Anjos e Demônios’ é adiada para o fim de 2016

0

Sequência de ‘Anjos e Demônios’ é adiada para o fim de 2016

“Inferno” estava inicialmente marcado para estrear em 2015.

Publicado no PortalVox

A Sony preferiu adiar o lançamento de “Inferno” para o fim de 2016 por conta da agenda cheia do diretor Ron Howard e do protagonista Tom Hanks. O filme é a sequência de “Código Da Vinci” e “Anjos e Demônios”.

O longa-metragem estava marcado para debutar, inicialmente, em 18 de dezembro de 2015. Como Hanks está filmando o thriller de espionagem ainda sem nome de Steven Spielberg e Howard está na pós-produção de seu novo filme, “In the Heart of the Sea”, o estúdio preferiu mudar a data de lançamento para 14 de outubro de 2016.

“Inferno” traz de volta ao cinema o personagem Robert Langdon, simbologista criado nos livros de Dan Brown. Ele precisará solucionar mistérios relacionados ao clássico de Dante Alighieri, “A Divina Comédia”.

Os autores que mais ganharam dinheiro em 2014

0
Veronica Roth

Veronica Roth (Foto: Getty Images)

Veronica Roth, George Martin e John Green. A Forbes listou o time seleto de pessoas que ganharam milhões no último ano escrevendo livros

Publicado na Época Negócios

Há quem diga que escrever livros não dá dinheiro. Para um grupo de autores, no entanto, não é bem assim. A Forbes divulgou nesta segunda-feira (8/09) uma lista com os autores mais bem pagos entre junho de 2013 a junho de 2014.

O primeiro da lista, James Patterson, ganhou US$ 90 milhões em um ano. Autor de livros como a série Bruxos e Bruxas e as histórias do detetive Alex Cross, ele já acumula ganhos de US$ 700 milhões na última década. Desde sua estreia como escritor, em 1976, vendeu mais de 300 milhões de cópias.

Assim como Patterson, há autores que marcam presença na lista há alguns ano. É o caso de Dan Brown, autor de O Código da Vinci, que recentemente lançou Inferno, Nora Roberts, John Grisham, Stephen King e J.K. Rowling, da série Harry Potter.

Os estreantes este ano são Veronica Roth, autora de Divergente, John Green, de A Culpa é das Estrelas, e Gillian Flynn, de Garota Exemplar.

Para elaborar a lista, a Forbes avalia as vendas de livros impressos, audiolivros e livros digitais. Considera também ganhos pela reprodução das obras na televisão ou no cinema e conversa com autores, agentes e especialistas.

Confira a lista completa:
Autor Ganhos
(em milhões de dólares)
James Patterson 90
Dan Brown 28
Nora Roberts 23
Danielle Steel 22
Janete Evanovich 20
Jeff Kinney 17
Veronica Roth 17
John Grisham 17
Stephen King 17
Suzanne Collins 16
J. K. Rowling 14
George R. R. Martin 12
David Baldacci 11
Rick Riordan 10
E. L. James 10
Gilian Flynn 9
John Green 9

Top 10: os melhores livros lançados em 2013

0

Seleção inclui os novos livros de J. K. Rowling, Dan Brown e André Vianco
Publicado no IBahia

O ano de 2013 acaba em pouco mais de um mês e uma coisa que você não pode deixar de fazer é ler os livros listados abaixo. Embora seja difícil – aliás, impossível – acompanhar todos os lançamentos que ocorrem ao longo do ano, sempre tem alguma obra que, por algum motivo, acaba se destacando das demais. Pensando nisso, e de olho no mercado editorial, o iBahia preparou um Top 10 com alguns dos maiores lançamentos do ano e que não podem deixar de ser lidos antes do dia 1º de janeiro de 2014.

1º A Elite, Kiera Cass

Continuação de ‘A Seleção’, trata-se de um romance juvenil que narra uma espécie de competição na qual várias garotas disputam o coração de um príncipe, mas o universo em si pouco se assemelha aos contos de fadas. A leitura é fácil e envolvente, e o ritmo ágil dos acontecimentos é um dos pontos mais relevantes do texto.

2º A Outra Face do Desejo, Luis Eduardo Matta

O novo suspense desse prolífico autor brasileiro conta a história da publicitária Fernanda Soares de Lima, cujo marido morre em circunstâncias misteriosas. Misturando drama, amor e suspense, o livro conduz o leitor pelos labirintos da crise existencial e afetiva comum ao seres humanos.

3º Filhos do Éden: Anjos da Morte, Eduardo Spohr

Continuação da série ‘Filhos do Éden’, ‘Anjos da Morte’, do carioca Eduardo Spohr mostra as agruras que Denyel, um anjo renegado, enfrenta para executar sua missão na Terra: estudar o comportamento humano e os avanços da civilização. Misturando história, geografia e filosofia com boas doses de magia, o terceiro livro de Spohr, além de divertir e encantar, oferece uma ótima oportunidade de aprender um pouco mais sobre eventos marcantes na história humana, a exemplo da Segunda Guerra Mundial.

4º Entre a Cruz e o Arco-Íris, Marília de Camargo César

Livro-reportagem da jornalista Marília de Camargo César, o livro traça um interessante painel da relação dos cristão com a homoafetividade. A autora, que é evangélica, gastou dois anos em entrevistas e leituras acerca do assunto para construir o texto, que aborda, desde a homossexualidade no contexto da Antiguidade, até o embate que atualmente se trava entre lideranças religiosas e o ativismo LGBT. Livro importantíssimo, pois ensina que gays e cristãos podem conviver harmoniosamente, independentemente de ideologias e crenças.

5º O Chamado do Cuco, Robert Galbraith (J. K. Rowling)

Novo livro de J. K. Rowling, autora da série Harry Potter, trata-se de um romance policial, originalmente escrito sob o pseudônimo de Robert Galbraith. A verdadeira autoria da obra foi revelada pelo jornal britânico ‘The Sunday Times’, alavancando as vendas do livro, publicado sem estardalhaço no início do ano. É interessante observar na obra a capacidade que a autora tem de se renovar a cada trabalho, mostrando versatilidade ao transitar por diferentes gêneros temáticos.

6º Inferno, Dan Brown

A nova aventura do professor Robert Langdon é tão surpreendentemente forte quanto os já clássicos ‘Anjos e Demônios’ e ‘O Código da Vinci’, e compensa, em certa medida, a decepção causada pelo seu antecessor, ‘O Símbolo Perdido’. Baseado em ‘A Divina Comédia’, de Dante, o romance traz o protagonista lutando contra um adversário assustador e enfrentando um enigma engenhoso que o arrasta para uma clássica paisagem de arte, passagens secretas e ciência futurística.

7º 1889, Laurentino Gomes

O jornalista Laurentino Gomes fecha, com este livro, a trilogia iniciada com ‘1808’, até hoje um dos livros mais vendidos do Brasil. Em ritmo ágil e com linguagem acessível, o autor narra os acontecimentos que levaram à Proclamação da República, em 15 de novembro de 1889. (mais…)

Go to Top