Canal Pavablog no Youtube

Posts tagged De Salles

Calouros da USP fazem limpeza em asilo de São Carlos em trote solidário

0

Fabio Rodrigues, no G1

Cerca de 500 estudantes realizaram trabalho voluntário em seis instituições.
Ação visa integrar alunos e aproximá-los dos problemas sociais da cidade.

Calouros realizaram limpeza e organizaram os barracões do asilo durante trote (Foto: Fabio Rodrigues/G1)

Calouros realizaram limpeza e organizaram os barracões do asilo durante trote (Foto: Fabio Rodrigues/G1)

Calouros da USP de São Carlos (SP) dedicaram algumas horas do dia nesta quinta-feira (28) para participar do trote solidário, cujo objetivo é integrar os alunos e realizar um trabalho voluntário. As atividades reuniram cerca de 500 estudantes, que foram distribuídos em seis instituições entre asilos, orfanatos e ONGs.

No asilo Cantinho Fraterno, na região central da cidade, aproximadamente 120 alunos trabalharam no local que abriga 45 moradores. Enquanto alguns calouros passaram um tempo conversando com os idosos, outros colocaram a mão na massa e arrumaram os barracões onde são guardadas as doações. Eles também removeram objetivos que não tinham mais serventia.

Assista ao vídeo aqui.

“Para nós essa ajuda é muito gratificante porque tudo isso é revertido aos idosos. É importante manter o ambiente limpo e agradável, já que aqui é a casa deles”, disse a assistente social do asilo, Juliana Fávaro Costa, de 28 anos.

Os estudantes aproveitaram e limparam a horta, espaço essencial para manter a estrutura do asilo. “Ali eles plantam chá, verduras e legumes. A gente deu uma melhorada, carpindo, limpando e tirando madeiras”, contou o aluno do quinto ano de engenharia ambiental Lucas Beco, de 21 anos, diretor sócio-cultural do Centro Acadêmico Armando de Salles Oliveira (CAASO), órgão representativo dos estudantes do campus.

Para Lemuel Roberto, de 22 anos, estudante do quarto ano do curso de ciências da computação, a atividade vai além da integração entre todos. “Este é um momento que você ajuda quem mais precisa e com isso aprende a fazer certas coisas. É também uma oportunidade para os ‘bixos’ conhecerem os problemas da cidade”, disse ele, que também passou pela experiência quando saiu de Goiás para estudar na USP.

Estudante limparam horta que ajuda a alimentar os 45 idosos do asilo  (Foto: Fabio Rodrigues/G1)

Estudante limparam horta que ajuda a alimentar os 45 idosos do asilo (Foto: Fabio Rodrigues/G1)

Passeio no parque
Os calouros promoveram ainda uma tarde de passeio com a turma da Associação de Capacitação, Orientação e Desenvolvimento do Excepcional (Acorde). Uma atividade recreativa reuniu 18 alunos da entidade no Parque Ecológico de São Carlos. (mais…)

Alunos da USP ficam pelados em trote para hostilizar feministas em São Carlos

1

usp1

William Maia, no UOL

Um trote organizado por veteranos da USP (Universidade de São Paulo) em São Carlos terminou em baixaria na tarde da última terça-feira (26). Alguns alunos chegaram a ficar pelados e fizeram gestos obscenos para hostilizar um grupo de feministas que protestava contra o “Miss Bixete”, espécie de concurso de beleza a que as calouras são submetidas.

As estudantes, membros da Frente Feminista de São Carlos, reclamam da forma como as novatas são tratadas. Segundo elas, os veteranos obrigam as calouras a desfilar e mostrar os seios. Haveria também uma prova em que as estudantes competem para ver quem chupa primeiro um picolé, simulando sexo oral.

“É uma exposição absurda das meninas. Por mais que elas não sejam obrigadas fisicamente a participar, há uma grande pressão dos veteranos, e das veteranas também, para que elas façam aquelas coisas”, afirmou a estudante Loiane Vilefort, integrante do movimento, que tentou convencer as calouras a não participar do trote.
Apesar de ocorrer dentro da sede do Caaso (Centro Acadêmico Armando de Salles Oliveira), o evento é organizado por um grupo autônomo de alunos que se autodenomina GAP (Grupo de Apoio à Putaria), que realiza festas e outros eventos estudantis.

O estudante Rafael Serres, presidente do Caaso, disse ao UOL que a direção do centro acadêmico não apoia o “Miss Bixete” por considera-lo um ato de “machismo e preconceito”. “Inclusive, desde o ano passado nós organizamos um trote paralelo, pacífico, justamente para que as pessoas não participem do Miss Bixete”, disse.

Por meio de nota, a direção da USP São Carlos afirmou que é “veementemente contra qualquer ação que cause constrangimento” e que abrirá procedimento administrativo para identificar os envolvidos.

“As atividades em questão não fazem parte da programação da Semana de Recepção dos Calouros, promovida pelas unidades do campus da USP em São Carlos, cujo objetivo é promover a integração dos novos alunos ao ambiente universitário”, diz a nota da USP São Carlos, que disponibiliza um disque trote para coibir atividades abusivas.

usp2

Go to Top