Canal Pavablog no Youtube

Posts tagged Dia do Escritor

Dia do Escritor: 15 autores nacionais que você precisa ler

0
 Uma das principais obras de Ariano Suassuna foi 'O Auto da Compadecida' Foto: Reuters

Uma das principais obras de Ariano Suassuna foi ‘O Auto da Compadecida’
Foto: Reuters

No dia 25 de julho é comemorado o Dia Nacional do Escritor, profissão de nomes consagrados como Machado de Assis e Paulo Coelho

Publicado no Terra

Você sabia que em 25 de julho é celebrado o Dia Nacional do Escritor? A data é comemorada deste 1960, quando foi instituída pela União Brasileira de Escritores em referência à realização do I Festival do Escritor Brasileiro.

Para comemorar, o Terra Educação listou 15 dos principais escritores brasileiros de todos os tempos, para você conhecer e ler a obra de cada um deles. Ou reler, caso já conheça. Afinal, livro bom nunca é demais!

Machado de Assis

A literatura brasileira é invariavelmente ligada a Joaquim Maria Machado de Assis, nascido no Rio de Janeiro em 1839, e responsável por fundar a Academia Brasileira de Letras. Suas principais obras foram as realistas ‘Memórias Póstumas de Brás Cubas’, ‘Quincas Borba’ e ‘Dom Casmurro’. Morreu em 1908, aos 69 anos.

Carlos Drummond de Andrade

Mineiro de Itabira, Carlos Drummond de Andrade foi um dos principais poetas da literatura brasileira. Sua principal obra é ‘A Rosa do Povo’, publicada em 1945, que reúne 55 poesias que retratam o cenário angustiante da época no Brasil e no mundo. Nascido em 1902, morreu em agosto de 1987, aos 85 anos, no Rio de Janeiro.

Clarice Lispector

Jornalista e escritora, foi uma das principais autoras da literatura brasileira – apesar de ter nascido em Chechelnyk, na Ucrânia, em 1920. Clarice veio para o Brasil com os pais aos 2 anos de idade e sempre insistiu em reforçar a sua brasilidade. Seus principais livros foram ‘A Hora da Estrela’, ‘A Paixão Segundo G.H.’ e ‘Laços de Família’. Ela morreu no Rio de Janeiro, em dezembro de 1977, um dia antes de completar 57 anos.

Ariano Suassuna

Suas principais obras foram ‘O Auto da Compadecida’ e ‘A Pedra do Reino’. Nascido na Paraíba em 1927, o escritor e dramaturgo morreu em julho de 2014, aos 87 anos, no Recife. Ariano Suassuna foi eleito em 1989 para ocupar a cadeira 32 da Academia Brasileira de Letras.

Érico Veríssimo

O escritor e tradutor nascido na gaúcha Cruz Alta, em 1905, viu o romance ‘Olhai os Lírios do Campo’ ganhar repercussão nacional e internacional em 1938. Mas foi com a saga ‘O Tempo e o Vento’ – dividida em ‘O Continente’, ‘O Retrato’ e ‘O Arquipélago’ – que Érico Veríssimo obteve reconhecimento inquestionável, em uma das obras mais importantes do Rio Grande do Sul e da literatura brasileira. Morreu em 1975, aos 69 anos. (mais…)

No dia do escritor, Manoel de Barros dá a receita: imaginação criadora é mais importante

0

Imagem Google

Evelin Araujo, no Midiamax

Cuiabano, o escritor e poeta Manoel de Barros mora em Campo Grande, lugar onde ainda recebe poucos amigos e aproveita os dias para ir à fazenda caminhar. Gentil, o escritor conversou com o Midiamax sobre o dia dedicado a quem encontrou na produção de poemas e textos um ofício para viver.

O 25 de julho foi escolhido como dia nacional do escritor por decreto governamental de 1960, após o do I Festival do Escritor Brasileiro, organizado na época pela União Brasileira de Escritores, por iniciativa de seu presidente, João Peregrino Júnior, e de seu vice-presidente, Jorge Amado.

Para Manoel de Barros, a receita para ser um bom escritor é a imaginação criadora. “É a mais importante”, afirma resoluto.

Sem fórmulas nem muitas palavras, Manoel de Barros contou com a ajuda da sua secretária para nos responder as perguntas por e-mail. E destacou o esforço do uso da tecnologia para o escritor.

“Acredito na tecnologia, mas não a uso”, brincou. Ele relata que o prazer de folhear um livro não pode superar as facilidades de acessá-lo pelo computador e diz não substituir um pelo outro.

Em relação às dificuldades de mercado para um escritor, Manoel diz não conseguir avaliar como se preocupar com isso. “Nunca tive a preocupação em aparecer muito. Sou simples e escrevo sobre o que vejo”. Para ele, não existem obstáculos, mas sim preferências. “Só sei escrever em lugar tranquilo e rodeado de livros”, finalizou.

O autor foi premiado na categoria “Poesias” no último dia 19 pelos Prêmios Literários de 2012 nos 115 anos da ABL (Associação Brasileira de Literatura) pela obra “Escritos em verbal de ave”.

Ele tem dois prêmios Jabuti de Literatura (1989 e 2002) e é o autor mais premiado da região do Pantanal. Seu livro mais popular é o “Livro sobre Nada”, de 1996.

Dia Nacional do Escritor

0

Imagem Google

Publicado originalmente no Dinheiro na Conta

Dia Nacional do Escritor – O dia 25 de julho é um dia dedicado a homenagear o escritor brasileiro. O surgimento da data se deu a partir da década de 60, através de João Peregrino Júnior e Jorge Amado, quando realizaram o I Festival do Escritor Brasileiro, organizado pela União Brasileira de Escritores – UBE, do Rio de Janeiro.

Go to Top