aula

Andrea Ramal, no G1

Para muitas famílias, a volta às aulas é também o retorno de uma série de preocupações. As primeiras notas serão boas? E se não forem, como recuperar isso, antes de virar uma bola de neve?

Aqui você encontra um miniguia com sete passos para ajudar seu filho a construir, desde já, uma trajetória escolar excelente. Vale sobretudo para estudantes do ensino fundamental, período em que a participação dos pais na escola é decisiva.

1. PLANO DE TRABALHO DIÁRIO
Elabore, junto com seu filho, um plano de trabalho diário. Reserve os melhores horários do dia para as atividades escolares. Fazendo isso agora, a matéria não ficará acumulada para as vésperas das provas. Assim o estudante retoma o ritmo logo no primeiro mês.

2. CONFIRA AS LIÇÕES TODO DIA
Olhe os deveres de casa todos os dias. Entenda isso como algo tão inegociável quanto escovar os dentes. Essa rotina favorece o compromisso das crianças com as tarefas da escola, além de funcionar como um espelho para saber como seu filho está avançando.

3. INVERTA A SALA DE AULA
Inverta a sala de aula. Funciona assim: o aluno lê ou assiste a explicações em casa e, desta forma, chega mais preparado para entender o conteúdo e esclarecer dúvidas com seu professor. Você não precisa ensinar nada, conte com os recursos que a internet oferece, como videoaulas e blogs. Peça orientação da escola para esse método.

4. AMPLIE O REPERTÓRIO
Amplie o repertório cultural do seu filho. Estudantes que frequentam museus, assistem e debatem filmes, vão ao teatro, têm aulas de música ou leem livros com frequência (entre outras atividades desse estilo) costumam ter mais facilidade na leitura e interpretação de textos e, em consequência, elevam o desempenho escolar.

5. XADREZ E QUEBRA CABEÇAS
Desenvolva competências ligadas a autodisciplina e foco. Muitos pais reclamam que seus filhos parecem hiperativos ou que não conseguem se concentrar. Há práticas que estimulam essas disposições mentais, como por exemplo o xadrez e os quebra-cabeças, para potencializar a concentração, ou os esportes, para fomentar a autodisciplina.

6. SEJA UM TREINADOR/ORIENTADOR
Atue como um coach. As empresas se valem deste perfil para melhorar o desempenho de seus colaboradores e ajudá-los a crescer na carreira. Seu papel é colaborar no alcance de metas com planos de ação, despertando qualidades às vezes desconhecidas. Como nas equipes esportivas, o coach é uma espécie de “treinador”: conhece fraquezas e potencialidades, encoraja cada membro da equipe para que ele se torne um protagonista e faça suas escolhas. Os pais são nossos maiores coaches!

7. CONVERSE COM A ESCOLA
Mantenha diálogo permanente com a escola. Não espere as reuniões de pais. Procure saber como foi o período de adaptação na volta às aulas (sobretudo em casos de mudança de colégio), peça orientação quando perceber que algo não vai bem e fique atento se seu filho não estiver motivado. Receber uma educação de qualidade é um direito da criança, seja na escola pública ou particular. Se isso não ocorrer, cobre melhorias.

aula2

(FOTOS: Volta às aulas em 2016 foi tema de piadas no Twitter. CRÉDITOS: Reprodução/Twitter)