Canal Pavablog no Youtube

Posts tagged EçA De QueiróS

Ator britânico Ben Kingsley adaptará livro de Eça de Queiroz em série de TV

0
O ator britânico Ben Kingsley, que irá interpretar o personagem Conselheiro Acácio

O ator britânico Ben Kingsley, que irá interpretar o personagem Conselheiro Acácio – Johannes Eisele/Reuters

 

Publicado na Folha de S.Paulo

“O Primo Basílio”, romance de Eça de Queirós publicado em 1878, será adaptado para a televisão internacional pelo ator britânico Ben Kingsley, que estrelará no papel do pseudo-intelectual Conselheiro Acácio.

Segundo o site americano “Deadline”, o seriado será uma parceria entre as produtoras Lavender Pictures, de Kingsley, e a Nevision. Ainda não há emissora ligada ao projeto.

No romance, Eça de Queirós investiga a aparente perfeição de um lar burguês na Portugal do século 19 a partir de uma dona de casa entediada, Luisa, e o caso que mantém com seu primo, o Basílio do título.

Principal grupo editorial de Portugal adquire o selo “Livros do Brasil”

0
Imagem: Google

Imagem: Google

Publicado por Yahoo

Lisboa, 8 jan (EFE).- O principal grupo editorial de Portugal, Porto Editora, anunciou por comunicado nesta quinta-feira a compra do selo Livros do Brasil por cerca de 500 mil euros com o objetivo de relançar a editora nos próximos três anos.

Inaugurada há 70 anos em Portugal, a “Livros do Brasil” foi criada para divulgar as grandes obras da literatura brasileira e de outros renomados autores em nível internacional, cujos livros ainda não tinham sido publicados em solo lusitano.

Escritores como Albert Camus, Ernest Hemingway e Eça de Queirós são alguns dos autores incluídos em suas coleções.

“A Livros do Brasil se tornou, durante anos, um dos mais importantes selos editoriais portugueses”, afirmou a Porto Editora, que concluiu a sexta aquisição nos últimos 13 anos.

A última compra será “relançada” com um investimento de mais 500 mil euros, segundo explicou o administrador do grupo, Vasco Teixeira, em entrevista publicada nesta quinta-feira pelo “Jornal de Negócios”.

O responsável pela companhia lembrou da compra dos ativos da alemã Bertelsmann – uma das principais empresas do setor editorial em nível mundial – em 2010 e afirmou que desde então a ampliação do negócio da Porto Editora se deve mais “à preservação de um determinado patrimônio cultural” que à melhora da receita.

Sobre a “Livros do Brasil”, Vasco Teixeira ressaltou o “importante papel” do selo “no cenário cultural”, mas considerou que ele esteve “um pouco adormecido” nos últimos anos.

Segundo os dados divulgados pela empresa, as vendas da Porto Editora beiram os 150 milhões de euros por ano e o lucro em 2013 chegou aos 16,2 milhões de euros.

Clássicos da literatura viram audiolivros para deficientes visuais

0

Publicado na Folha de S. Paulo

“Ler é sonhar pela mão de outro”, declamou Fernando Pessoa em seu “Livro do Desassossego”. Com o objetivo de transformar esse sonho em realidade e ampliar a facilidade de acesso à informação, a Universidade de São Paulo criou seis audiolivros em formato Daisy (Digital Accessible Information System) para auxiliar estudantes com deficiência visual em sua preparação para o vestibular.

O projeto é uma parceria entre o Sistema Integrado de Bibliotecas (Sibi) da USP, o Programa USP Legal, a Editora Martin Claret e a Empresa eDaisy, desenvolvedora do software que possibilita a migração de conteúdos para o formato Daisy, padrão internacional de acessibilidade. A proposta faz parte do Programa de Acessibilidade mantido pelo Sibi, com apoio da reitoria.

“Nosso programa consiste em migrar conteúdos produzidos pela própria comunidade uspiana e dos quais tenhamos os direitos autorais”, explica Sueli Mara Ferreira, diretora técnica do Sistema Integrado de Bibliotecas da USP.

Os candidatos com necessidades especiais são classificados em cinco grandes grupos, que exigem procedimentos distintos por parte da Fuvest: deficientes visuais, auditivos, físicos, disléxicos e outros tipos.

Neste ano, a Fuvest recebeu um total de 72 inscritos com deficiência visual. Os candidatos solicitam provas em Braille ou ampliadas dos tipos I e II. As provas correspondentes são preparadas por uma equipe com experiência nessa tarefa.

A lista de obras para o vestibular contém nove títulos. Os livros editados pelo projeto foram “Til”(José de Alencar), “Memórias de um sargento de milícias” (Manuel Antônio de Almeida), “Memórias póstumas de Brás Cubas” (Machado de Assis), “O cortiço” (Aluísio Azevedo), “Viagens da minha terra” (Almeida Garret) e “A cidade e as serras” (Eça de Queirós), todos em domínio público.

Apesar de todos os volumes migrados serem de domínio público, as versões utilizadas pelo projeto são de propriedade da Editora Martin Claret, “que também está preocupada com a questão da inclusão social e cedeu seus direitos gratuitamente”, esclarece Sueli.

“Dentre os conteúdos que busca tornar acessível, o Sibi entendeu como sendo de grande relevância e extensão social a inclusão dos livros exigidos pela Fuvest”, explica a diretora.
Os títulos serão disponibilizados tanto on-line, no site do projeto, quanto em suporte físico, reproduzido pelos grupos parceiros no projeto.

(mais…)

Go to Top