Canal Pavablog no Youtube

Posts tagged Editora Aleph

Duna | Oscar Isaac deve interpretar o pai de Timothee Chalamet

0

Longa ainda não tem data de lançamento

Fabio de Souza Gomes, no Omelete

Oscar Isaac está em negociações para entrar no elenco do reboot de Duna. Ele vai se juntar ao elenco que conta com nomes como Timothee Chalamet, Rebecca Ferguson, Stellan Skarsgard e Charlotte Rampling. Ele deve interpretar o pai de Chalamet no longa que contará com Denis Vileneuve na direção (Via Variety).

Timothee Chalamet viverá o protagonista Paul Atreides, cuja família aceita controlar o planeta-deserto Arrakis, produtor de um recurso valioso e disputado por diversas famílias nobres. Ele é forçado a fugir para o deserto – com a ajuda de sua mãe, Lady Jessica, que será vivida por Rebecca Ferguson – e se junta à tribos nômades, eventualmente liderando-as por conta de suas habilidades mentais avançadas. Já Dave Bautista será Rabban, sobrinho sádico de um barão que comanda Arrakis e também é chamado de A Besta.

O livro é conhecido como uma das obras mais complexas de ficção científica de todos dos tempos, e já foi adaptado para os cinemas em 1984 por David Lynch. O livro também virou minissérie do canal Syfy em 2000. No Brasil, os livros da franquia Duna são publicados pela Editora Aleph.

O longa ainda não tem data de estreia confirmada.

Duna | Rebecca Ferguson, de Missão Impossível, pode se juntar ao elenco

0

Missão Impossível: Nação Fantasma/David James/Paramount Pictures/Divulgação

Variety afirma que atriz estrelará adaptação ao lado de Timothee Chalamet

Arthur Eloi, no Omelete

Duna, adaptação da obra clássica de Frank Herbert por Denis Villeneuve (Blade Runner 2049), pode ter Rebecca Ferguson, da franquia Missão: Impossível, no elenco. A informação é da Variety.

Os detalhes até o momento são escassos, mas fontes da revista afirmam que a atriz está em negociações para atuar ao lado de Timothee Chalamet no longa. Nada foi oficialmente confirmado até o momento, mas informações adicionais devem sair em breve.

Situado em um futuro distante, Duna conta a história de Paul Atreides, cuja família aceita controlar o planeta-deserto Arrakis, produtor de um recurso valioso e disputado por diversas famílias nobres. O livro é conhecido como uma das obras mais complexas de ficção científica de todos dos tempos, e já foi adaptado para os cinemas em 1984 por David Lynch. O livro também virou minissérie do canal Syfy em 2000. No Brasil, os livros da franquia Duna são publicados pela Editora Aleph.

Denis Villeneuve dirige o novo filme, que ainda não tem data de lançamento prevista. O elenco ainda não foi divulgado, mas especula-se que Timothée Chalamet (Me Chame Pelo Seu Nome) possa estrelar a adaptação.

Editora Aleph vai publicar Star Wars Legado de Sangue no Brasil

0

Thomas Schulze, no Play Replay

A editora Aleph segue firme em sua missão de lançar no Brasil os principais livros oficiais de Star Wars. Em breve, será publicado por aqui Legado de Sangue, um livro canônico focado principalmente na Leia.

star-wars-legado-de-sangue

Escrita por Claudia Gray, a obra se passa seis anos antes de O Despertar da Força, quando Leia atua como uma influente senadora cada vez mais descrente na política. Também veremos mais informações sobre a origem da Primeira Ordem, e um pouco mais sobre o passado de seu filho Ben.

Ainda não há uma data definida de lançamento mas, conhecendo o bom trabalho da Aleph, não deve demorar muito.

Primeiro livro publicado de Isaac Asimov chega ao Brasil

0

Publicado no Sul 21

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Pedra no Céu, tradução do clássico Pebble in the Sky, de Isaac Asimov, chega ao Brasil pela Aleph. Consagrado como um dos maiores escritores da ficção científica de todos os tempos, Asimov é o autor de clássicos como Eu, Robô e Fundação, também lançados pela editora.

Escrito originalmente como um conto, Pedra no Céu foi ampliado pelo autor para se tornar seu primeiro romance publicado, em 1950. A trama se desenrola no mesmo universo da influente série Fundação e também se conecta com a Série dos Robôs. Além de interconectar as obras do Bom Doutor, já apresenta temáticas que seriam muito trabalhadas em sua trajetória: experimentos em laboratórios, poderes psíquicos, viagem no tempo, conflitos políticos e estudos de física e biologia.

Para esta publicação, a Aleph seguiu a sua linha editorial de design aprimorado e optou pela ilustração original da edição de 1974, do lendário Peter Elson – ilustrador de vários livros de ficção científica da década de 70 e 80. Pedra no Céu é um complemento de outras obras do autor e é considerada uma porta de entrada para apresentar ao leitor o universo de Asimov.

SINOPSE

A trama se passa milhares de anos no futuro e a Terra é um planeta radioativo e quase inabitável, ridicularizado pelo Império Galáctico. E é para esse tempo que Joseph Schwartz viaja involuntariamente. Sem compreender o idioma da época, o sexagenário se torna um estorvo para os cidadãos, principalmente graças a uma rigorosa lei que condena à morte quem completa 60 anos. Schwartz acaba como cobaia do cientista Affret Shekt, que o submete, sem seu consentimento, a experimentos científicos que vão mudar seu corpo e o destino da Terra.

Obra-prima do terror sci-fi, Alien ganha livro à altura do filme

0
Alien

Alien

Terror e ficção científica encontram-se em Alien, livro de Alan Dean Foster que acaba de ser lançado pela Editora Aleph no BrasiL

Publicado no Cabine Cultural

Os filmes de ficção científica nunca mais foram os mesmos depois do lançamento de Alien, o oitavo passageiro, produção de 1979, dirigida por Ridley Scott. Estava sendo inaugurada ali uma mistura mais que perfeita de sci-fi com terror, suspense e drama. Virou um clássico, uma obra-prima da sétima arte, e que merecidamente ganhou neste mês uma versão impressa através da mente criativa do autor Alan Dean Foster.

Alien, a novelização do grande clássico de Scott, chega às livrarias pela editora Aleph, já famosa por abraçar tão bem o gênero. Escrita por Alan Dean Foster, aclamado autor de livros de Star Wars e Transformers, a obra explora todo o universo da versão original, aprofundando a descrição dos personagens e incluindo cenas que não foram exibidas nas telonas.

Numa primeira leitura já dá para perceber que o livro consegue ser tão atemporal quanto o filme. A atmosfera é a mesma, recheada de novas informações, que só aumentam a experiência literária do leitor. Não que fosse difícil fazer o leitor se interessar por uma história como a de Alien, mas definitivamente o que Alan Dean Foster fez foi algo acima do esperado.

O livro é um presente para os fãs da franquia.

Extras
No livro os leitores encontrarão alguns extras, como uma nota do autor exclusiva para a edição brasileira e duas entrevistas do jornalista Danny Peary, que estão na obra Omni’s Screen Flights/Screen Fantasies.

A primeira entrevista é com a atriz Sigourney Weaver, que interpretou a protagonista Ripley; a outra é com o diretor Ridley Scott, que conta suas inspirações e o processo de concepção de Alien. As entrevistas acrescentam muito à leitura e traz curiosidades sobre o processo criativo do filme.

Capa – Alien

Capa – Alien

Projeto gráfico
Outro detalhe que chama atenção assim que você se depara com o livro é o projeto gráfico, que recria a atmosfera sombria do primeiro filme. Criada pelo designer Pedro Inoue – o mesmo de outras obras-primas (Laranja Mecânica e 2001: Uma Odisseia no Espaço) – com ilustração do estúdio Two Dots – responsável pelas capas de Provação e Um novo amanhecer – a edição da Editora Aleph consegue surpreender os fãs da ficção científica que mudou a história dos filmes de terror.

A franquia Alien
No romance, sete tripulantes da nave mineradora Nostromo dormiam em sono criogênico enquanto aguardavam a chegada à Terra. Até que um estranho sinal de vida acorda toda a equipe, que se vê obrigada a investigar um planeta desconhecido. Ao encontrarem o responsável pelo contato, um alienígena selvagem e com ímpeto assassino, o horror e o suspense se espalham pela nave, causando o pior pesadelo que a tripulação poderia ter.

O roteirista do filme, Dan O’Bannon, escreveu Alien baseando-se em uma história criada em parceria com o autor Ronald Shusett. A obra foi inspirada em diversos contos de ficção científica e terror.

O sucesso do primeiro filme deu abertura para a criação de uma das maiores franquias do cinema. Atualmente, Alien é utilizado como premissa para livros, quadrinhos, ogos e colecionáveis.

Um presente mais que bem vindo à todos os fãs do filme, e de ficção científica, e de terror…

Go to Top