Canal Pavablog no Youtube

Posts tagged empatia

Lê ficção? Então pode ser um bom amigo

0
Os participantes descreveram a alegria, tristeza e pena que sentiram em determinados momentos da história, numa escala de cinco níveis. Getty Images

Os participantes descreveram a alegria, tristeza e pena que sentiram em determinados momentos da história, numa escala de cinco níveis. Getty Images

Um estudo indica que quem lê ficção tende a viver as emoções das personagens como se fossem suas, e isso faz com que se torne mais compreensivo e empático com os outros.

Catarina Marques Rodrigues, no Observador
Um estudo da Universidade de Emory, em Atlanta (EUA), revela que quem lê livros de ficção é mais empático, informa a MIC. Um grupo de investigadores comparou a atividade cerebral de várias pessoas depois de lerem o livro Pompeii de Robert Harris, com aquelas que não tinham lido.

Este estudo teve um componente objetivo e outra subjetivo. Os leitores apresentaram mais ligações no córtex temporal esquerdo, a parte do cérebro associada à linguagem, e no sulco central — onde se encontra a região sensorial primária, que ajuda a processar o movimento. Os participantes descreveram também como se sentiram influenciados (alegria, tristeza ou pena que sentiram, por exemplo) pela história que leram, através de uma escala de cinco níveis.

Para os investigadores do relatório intitulado “Como é que ler ficção influencia a empatia?”, a conclusão é esta: quando estes leitores estão a sentir e a colocar-se no papel de uma personagem, envolvem-se e adotam, de facto, as emoções daquela figura. São mais “sensíveis”. Nesse sentido, são pessoas mais dispostas a ouvir o outro e a compreendê-lo. Estão mais despertas para as alegrias e tristezas dos outros e sentem-nas como se fossem suas. Portanto, serão bons amigos, indicam no artigo.

“Através de duas experiências ficou provado que mergulhar numa narrativa ficcional influencia a empatia ao longo do tempo. Quanto mais a pessoa estiver envolvida na narrativa, mais desenvolverá a sua capacidade de empatia”, lê-se na conclusão do estudo.

Ler torna as pessoas mais gentis

1

Estudo feito por pesquisadores dos Estados Unidos indica que a leitura pode gerar empatia na vida real

1

Publicado por Pais & Filhos

Ler torna as pessoas mais legais. Isso pode até parecer história para convencer adolescente a criar o hábito da leitura, mas não é nada disso. Pesquisadores da Universidade de Washington e Lee, nos Estados Unidos, fizeram um teste para chegar a essa conclusão: chamaram alguns voluntários para ler uma história curtinha e, depois, fizeram algumas perguntas simples para avaliar o quanto cada um tinha curtido o que leu.

Em seguida, derrubaram propositalmente um monte de canetas no chão. Já consegue imaginar qual foi o resultado? Isso mesmo. Quando mais envolvidas com as narrativas as pessoas tinham ficado, maiores eram as chances de elas se levantarem para recolher as canetas.

O estudo chegou à conclusão de que quando lemos algo que realmente nos toca de alguma forma, acabamos criando empatia pelas personagens da história. E aí, quanto maior a empatia por elas, mais propenso nós ficamos a ajudar as pessoas na vida real. Então, aquela história que você lê para o seu filho antes de dormir é muito mais do que um carinho de boa noite. É uma forma eficaz e lúdica de ajudá-lo a ser uma pessoa melhor.

Go to Top