Canal Pavablog no Youtube

Posts tagged escrevendo livro

Quentin Tarantino revela que está escrevendo livro sobre veterano da Segunda Guerra

0

O cineasta Quentin Tarantino – Reprodução/YouTube

Cineasta revelou a novidade em conversa com o colega Martin Scorsese

Publicado no Exitoína

Muito se especula sobre o próximo, e possivelmente último, filme do cineasta Quentin Tarantino. Mas, antes de começar a gravar o sucessor de Era Uma Vez Em… Hollywood, o diretor deve apostar na carreira como escritor.

Numa conversa com o colega Martin Scorsese para a revista do Sindicato de Cineastas dos EUA, Tarantino revelou que está escrevendo um livro, focado num veterano da Segunda Guerra Mundial.

De acordo com ele, a história será ambientada nos anos 1950, pouco depois do homem ter voltado da guerra. “Tem esse personagem que esteve na Segunda Guerra Mundial e viu muito sangue derramado lá. Agora, ele está de volta em casa, e são os anos 1950 e ele não se relaciona mais com os filmes”, explicou.

“Ele acha que os filmes são infantis, depois de tudo que ele passou”, contou Tarantino sobre a história. “E, de repente, ele começa a ouvir falar de filmes estrangeiros de Kurosawa e Fellini… E então ele pensa, ‘bem, talvez eles tenham algo a mais que essas coisas de Hollywood.”

O cineasta não revelou, porém, quando o livro deverá ser lançado. O diretor também não mencionou nada sobre o seu 10º e talvez último filme, que pode ser um novo longa de terror, uma sequência para Kill Bill ou um filme da franquia Star Trek.

Sergipano aprovado em medicina aos 14 anos dá palestras e escreve livro

0

José Victor Teles teve alto desempenho no Enem e foi aceito na UFS.
Convites para palestrar surgiram após destaque dessa conquista na mídia.

victor5

Publicado em G1

O estudante sergipano José Victor Menezes Teles está com a agenda cheia depois de ser aprovado aos 14 anos como o mais jovem aluno de medicina da Universidade Federal de Sergipe (UFS). Após a repercussão do feito na mídia, ele recebeu e aceitou os convites para dar palestras motivacionais enquanto as aulas na universidade estão suspensas por causa da greve dos professores e servidores técnico-administrativos, o período letivo estava previsto para iniciar no dia 3 de agosto. José Victor também aproveita o tempo livre para escrever um livro para contar a tragetória de sucesso, mas sem deixar de lado a família e os amigos. “É uma questão de organização do tempo”, resume.

Já com 15 anos, o adolescente diz que os convites para as palestras surgiram logo após ter se destacado no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e ser aceito em medicina com média final de 751,16 pontos nas provas e 960 pontos na redação. “Inicialmente fui convidado para dar palestras em Sergipe e depois surgiu a oportunidade de falar para estudantes de outros estados”, conta Victor Teles.

Sobre a rotina de compromissos, o estudante revela que tudo é que é bem flexível e que nem sempre ganha dinheiro com as palestras. “Se for uma instituição pública ou filantrópica eu não cobro e recebo apenas a ajuda de custo como passagens e alimentação. Mas se for particular o valor pode variar entre R$ 500 e R$ 1.500, depende do que for negociado e o tempo dedicado”, destaca o jovem sem querer revelar mais detalhes sobre os bastidores das negociações.

Para o adolescente, o futuro como palestrante ainda parece indefinido. “Vai depender da rotina das aulas de medicina. Mas enquanto houver tempo livre penso em aproveitá-lo ministrando palestras”, diz.

Tragetória em livro
A participação em palestras fez com que surgisse a ideia de escrever um livro sobre a tragetória da escola até a universidade em menor tempo que os demais estudantes, isso porque ele foi aceito em medicina tendo cursado apenas até o 1º ano do Ensino Médio. Ainda não há data prevista para o lançamento.

“Muitas pessoas me perguntavam o que eu fiz para conseguir resultados tão positivos. Então resolvi explicar como foi todo esse processo para, quem sabe, ajudar outros estudantes”, revela José Victor Teles.

Sobre o desafio da universidade, o calouro de medicina diz: “é mais um desafio, mas estou muito tranquilo com tudo o que pode vir dessa experiência”.

Preparação
O estudante cursava o primeiro ano do ensino médio na Escola Estadual Murilo Braga, em Itabaiana. E alcançou média final de 751,16 pontos no Enem e fez 960 pontos na prova de redação. Com o resultado, José Victor conquistou uma das 100 vagas para o curso de medicina da UFS – e ficou em 7º no grupo inscrito, de escolas públicas.
Ele estava cursando o primeiro ano do ensino médio e não poderia cursar a faculdade. Já que o Enem só dá certificação a alunos com mais de 18 anos. Porém, ele conseguiu na Justiça o direito de fazer uma prova de proficiência aplicada pela Secretaria de Estado da Educação (Seed) e foi aprovado e recebeu o certificado de conclusão do ensino médio para poder fazer a matrícula na universidade.

“Passei o ano passado estudando para o Enem, além do conteúdo dado em sala de aula. Sem dúvida a técnica para estudar e armazenar o conhecimento foram decisivas para o meu desempenho. É preciso saber organizar o tempo e também se preparar para saber como será a prova no dia”, afirma.

Go to Top