Cada vez mais brasileiros estão deixando o país para fazer intercâmbio. Confira os destinos mais procurados para quem vai estudar inglês lá fora
EDUCACAO-MELHORES-CIDADES-CANADA-20141212-71-size-598
Luana Massuella, na Veja

Cada vez mais brasileiros estão fazendo as malas para estudar no exterior. Em 2013, 175 mil estudantes fizeram intercâmbio – cinco vezes mais do que os 34 mil brasileiros que passaram pela experiência em 2003. Segundo uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Organizadores de Viagens Educacionais e Culturais (Belta), o curso de idiomas é o mais procurado em 63% das agências de intercâmbio.

“A melhor maneira para começar a planejar a experiência no exterior é analisar o seu próprio perfil: quais são seus hobbies, suas preferências, que clima mais te agrada e o que você mais gosta de fazer durante o dia” diz Luíza Vianna, gerente de produtos da Central de Intercâmbio e Viagens (CI).

Cada vez mais brasileiros estão fazendo as malas para estudar no exterior. Em 2013, 175 mil estudantes fizeram intercâmbio – cinco vezes mais do que os 34 mil brasileiros que passaram pela experiência em 2003. Segundo uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Organizadores de Viagens Educacionais e Culturais (Belta), o curso de idiomas é o mais procurado em 63% das agências de intercâmbio.

“A melhor maneira para começar a planejar a experiência no exterior é analisar o seu próprio perfil: quais são seus hobbies, suas preferências, que clima mais te agrada e o que você mais gosta de fazer durante o dia” diz Luíza Vianna, gerente de produtos da Central de Intercâmbio e Viagens (CI).
vancouver-size-620

Vancouver
Além do clima ameno – Vancouver tem um dos invernos menos rigoroso do Canadá -, a cidade atrai brasileiros pela segurança, população amigável e multicultural, natureza exuberante e qualidade de vida. Segundo a consultoria britânica Quacquarelli Symonds (QS), especializada em ensino superior, Vancouver é a 12ª melhor cidade do mundo para se estudar.

Toronto
No ranking das 50 melhores cidades para estudar, da consultoria Quacquarelli Symonds (QS), a cidade canadense ocupa a 9ª colocação mundial. A intensa vida cultural, baixo custo de vida (1.000 dólares mensais, contra 1.400 dólares em Londres e 1.200 dólares por mês em Nova York), qualidade de transporte público e a possibilidade de voo direto são os principais atrativos da cidade.

Londres
A capital inglesa aparece na 3ª posição no ranking da consultoria QS das melhores cidades do mundo para estudar. Fora da sala de aula, Londres atrai estudantes pela intensa vida cultural, com seus museus, galerias de arte e eventos musicais. Além disso, a junção da qualidade e eficiência do transporte público com a grande disponibilidade de dias e horários de voos diretos facilitam na escolha pela cidade.

San Diego
O clima agradável e as praias de San Diego são os pontos altos da segunda maior cidade da Califórnia. A cidade universitária, com programas noturnos agitados e qualidade de vida atraem, principalmente, o público mais jovem.

Dublin
A capital da Irlanda é muito procurada pelos brasileiros principalmente por ser um dos poucos destinos em que o intercambista pode trabalhar e manter-se com um custo de vida mais baixo (cerca de 1.000 dólares mensais). O estudantes também podem aproveitar a diversidade cultural e as belezas naturais da região.

Nova York
Segundo a CI, Central de Intercâmbio e Viagens, cerca de 10% dos estudantes estrangeiros em Nova York são brasileiros. A principal metrópole americana combina as vantagens de uma vida cultural intensa com a eficiência do transporte público. Segundo a consultoria britânica Quacquarelli Symonds (QS), especializada em ensino superior, Nova York é a 17ª melhor cidade do mundo para se estudar.

San Francisco
No ranking da QS, San Francisco ocupa a 13ª colocação mundial. A cidade é conhecida pela diversidade e pela liberdade às grandes universidades de referência. Segundo a CI, Central de Intercâmbio e Viagens, 5% dos estudantes estrageiros da cidade são brasileiros e o custo de vida mensal médio para o estudante é de 1.000 doláres.

Valletta
Além das belezas naturais da capital de Malta, localizada no Mar Mediterrâneo, Valletta agrada pela localização privilegiada, que permite que os alunos aproveitem a temporada de estudos para conhecer países próximos, como Grécia, Itália e Turquia. O custo de vida baixo em comparação a outras cidades europeias e a facilidade para viajar na Europa via área são atrativos para estudantes brasileiros.

Santa Monica
A segurança e o fácil acesso às famosas praias californianas, como Venice Beach e Malibu, são os principais atrativos de estudantes brasileiros a Santa Monica.

Boston
Sede de instituições renomadas americanas, como Universidade de Harvard e MIT (Instituto Tecnológico de Massachusetts), Boston ainda oferece qualidade de vida e muitas opções de atividades para os estudantes fora da sala de aula: de casas de show, boates e bares para curtir a noite a inúmeros jardins para relaxar ou praticar esportes ao ar livre.