Apenas 2,5 mil novas matrículas foram aceitas; DF conta com 87 creches.
GDF diz que vai entregar nove creches até março com mais 1.008 vagas.

3979861_x240
Publicado no G1

Dados da Secretaria de Educação apontam que 24.250 crianças ficaram sem vagas nas creches públicas, que iniciam o ano letivo escolar no Distrito Federalna próxima segunda-feira (23). Os números consideram quem já aguardava a oportunidade em anos anteriores. De 6.750 novas inscrições para 2015, somente 2,5 mil foram aceitas.

Ao todo, o DF tem 50 mil vagas ocupadas em 87 creches. Destas, 27 são do governo e 60, conveniadas. O subsecretário de Planejamento, Acompanhamento e Avaliação Educacional, Fábio Pereira de Sousa, disse que quitou as dívidas existentes com todas as instituições e afirmou haver previsão para inaugurar novas instituições em breve.

Algumas mães entraram na Justiça para tentar garantir a matrícula do filho em uma instituição, mas nem isso garantiu o serviço. Na Regional de Ensino de Ceilândia há crianças inscritas na fila de espera desde o ano retrasado. Muitas mulheres ainda dependem da vaga para os filhos para conseguir trabalhar.

Nesta quinta, a Secretaria de Educação afirmou que vai inaugurar outras nove creches até março, gerando 1.008 novas vagas, e que tem mais 25 obras em andamento. Em 2015, o GDF deve também pedir ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) um financiamento para construir 51 novas creches.

“Agora estamos mobiliando e equipamento essas [nove] creches”, afirmou Sousa. “É urgente, a educação infantil nunca teve tanta necessidade como agora. A gente precisa investir urgentemente em educação infantil.”