Posts tagged filmes

Uma presença brasileira em ‘Animais Fantásticos’

0

Cena do filme Animais Fantásticos Foto: WARNER BROS

Designer mineiro Eduardo Lima fala de seu trabalho nos longas da série

Pedro Rocha, no Estadão

O segundo filme da franquia, Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald – com Johnny Depp, Eddie Redmayne e Jude Law no elenco –, já está em cartaz no Brasil há mais de duas semanas, mas a expectativa dos fãs no País já está nos próximos volumes da série, que se passa no mundo mágico de Harry Potter.

Recentemente, em suas redes sociais, a autora britânica J. K. Rowling, que assina o roteiro dos filmes da franquia, deu a entender que algum dos filmes seguintes deve se passar no Rio de Janeiro. Depois de um longa ambientado em Nova York, o novo tem Paris como cenário.

O que talvez nem todos os fãs saibam é que, desde o primeiro filme da saga Harry Potter, em 2001, estrelada por Daniel Radcliffe, já há um pouco de Brasil na série. O mineiro Eduardo Lima assina o design dos longas da série desde o início, com a sua companhia MinaLima, estabelecida em Londres.

O trabalho continua com Animais Fantásticos e ele agora está na torcida por um filme ambientado no Brasil. “Ainda não está oficialmente confirmado, mas já falei para a minha sócia, a Miraphora Mina, que, se tiver cenas no Brasil, eu que vou fazer tudo”, brinca o designer, em entrevista ao Estado, por telefone.

A empresa de Lima é responsável por criar os detalhes dos filmes, como o jornal O Profeta Diário e o Mapa do Maroto. Além disso, a MinaLima assina também as capas dos livros com os roteiros dos filmes Animais Fantásticos, que, no País, são publicados pela editora Rocco. Por isso, a editora vai trazer o designer para participar da Comic Con Experience, em São Paulo, dias após o lançamento do livro Os Crimes de Grindelwald, previsto para chegar às lojas neste sábado, 1.º de dezembro.

Eduardo Lima. Foto: Fernando Lemos – O Globo

Como o roteiro do novo filme se passa na Paris dos anos 1930, Lima diz ter feito uma mistura de referências de Art Nouveau e Déco para a capa do livro. “Na França, a Art Nouveau ainda estava muito forte. Colocamos detalhes para causar surpresas, as pessoas precisam parar para ver os desenhos”, afirma.

Caxambu. Sobre o trabalho no longa-metragem, dirigido por David Yates, o designer diz sentir uma forte diferença da saga original. “Nos filmes de Harry Potter, nós tínhamos os livros como apoio, agora é direto da cabeça da Jo (a autora J. K. Rowling) para o longa. No roteiro, não tem tantas informações dos objetos”, explica o mineiro, que relata que, no entanto, mantém um canal direto com a escritora britânica, para tirar dúvidas. “Fazemos duas listas, uma com objetos que os atores precisam ter em mãos e outra com gráficos, pôsteres, placas de carro, coisas assim.”

O designer admite que, desde os filmes Harry Potter, faz algumas brincadeiras, como colocar o nome da sua cidade natal, Caxambu, no fictício jornal O Profeta Diário. “Quando precisamos fazer um jornal, só recebemos a manchete principal, o resto precisamos preencher”, esclarece Lima.

Roteiro original de Animais Fantásticos: Os crimes de Grindelwald chega no Brasil

0

Victor Tadeu, no Desencaixados

Em agosto a Editora Rocco teve o prazer de compartilhar com seus leitores o lançamento do roteiro original de Animais Fantásticos: Os crimes de Grindelwald, cujo a escritora é J. K. Rowling, o livro é o trabalho cinematográfico do segundo filme de uma série derivada de Harry Potter, na qual a editora também tem a responsabilidade pela distribuição dos exemplares no Brasil.

Utilizando as redes sociais, ontem (22) a Editora Rocco notificou aos leitores que todos os exemplares de Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald — Roteiro Original chegou ao departamento da casa editorial, na qual está previsto para ser comercializado no dia 01 de dezembro de 2018, porém a pré-venda já está aberta.

Com a estreia do filme no dia 15 de novembro, muitos fãs já disponibilizaram suas opiniões na internet, críticas que estão dividindo opiniões. E devido toda essa dualidade, muitos estão ansiosos para conhecerem o roteiro por trás de toda a fantasia presente nas criações de J. K Rowling.

“É com grande alegria que trazemos para o Brasil mais um episódio do fantástico mundo bruxo criado por JK Rowling, e que tão brilhantemente conecta o universo de Animais Fantásticos às histórias eternizadas em Harry Potter”, afirma Paulo Rocco.

Diante dos exemplares expostos na internet, é possível visualizar um acabamento incrível de Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald — Roteiro Original, onde a responsabilidade está sob a MinaLima, a equipe de design gráfico por trás dos filmes da série Harry Potter e Animais Fantásticos.

J.K. Rowling é autora da série best-seller Harry Potter de sete livros, publicados entre 1997 e 2007, que venderam mais de 500 milhões de exemplares em todo o mundo, traduzida para mais de oitenta línguas e transformada em oito sucessos de bilheteria no cinema.

O lançamento será no dia 01 de dezembro de 2018.

Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald receberá quatro livros

0

Livros ambientados no universo do filme serão lançados mundialmente

Publicado no Trecobox

Quem estiver ansioso pelo lançamento de Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald, prepare-se para a novidade! Quatro livros ambientados no universo do filme serão lançados mundialmente em paralelo ao filme. As publicações serão voltadas para o público adulto e virão com alguns extras. Podemos citar: bastidores da produção do filme, entrevistas com o elenco e até alguns colecionáveis! O projeto é resultado da parceria entre a Warner Bros. e a HarperCollins Publishers. Confira alguns detalhes abaixo:

Notícias Extraordinárias: As Histórias Por Trás da Magia – O livro trará algumas histórias inéditas sobre a produção do primeiro filme (Animais Fantásticos e Onde Habitam). Além disso, o leitor encontrará ainda uma prévia dos acontecimentos do segundo filme.

Os Arquivos da Magia – Elaborado com artes da empresa que desenvolve os designs gráficos de Harry Potter, o livro trará diversos adesivos destacáveis, adereços e itens dos filmes.

Luzes, Câmera, Magia! – Contará detalhes de como foi a produção do novo filme, incluindo todo o processo criativo. O livro trará ainda entrevistas com o elenco e parte da equipe de produção.

A Arte de Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald – O título focará nas artes conceituais e todo o design por trás do filme. Nele estarão incluidas as pinturas, maquetes, storyboards e representações de alguns cenários. O livro trará também algumas entrevistas com designers envolvidos no projeto.

Em tempo, Animais Fantásticos 2 chegará aos cinemas no dia 15 de novembro. Os quatro livros da HarperCollins também serão lançados em novembro, coincidindo com a chegada do filme.

Michael B. Jordan, o Killmonger de “Pantera Negra”, vai estrelar spin-offs de Jack Ryan!

0

Ele está cada vez mais rico. Ele é poderosíssimo!

Jéssica Pinheiro, no Legião d Heróis

Depois de seu sucesso em Creed (spin-off de Rocky) e Pantera Negra, Michael B. Jordan foi escalado para estrelar filmes adaptados dos livros de Tom Clancy: Rainbow 6 e Sem Remorso (Without Remorse no título original em inglês). Jordan interpretará John Clark em ambos os filmes.

De acordo com a Variety (via Comic Book), o astro será também um dos produtores ao lado de Akiva Goldsman, Josh Appelbaum e Andre Nemec. Sem Remorso será o primeiro dos dois filmes, que mostrará as origens do herói Clark vivido por Jordan. A equipe criativa ainda não foi anunciada, mas as contratações para roteiristas já começaram.

John Clark é um dos personagens mais importantes nas histórias de Tom Clancy, tendo estreado na história “O Cardeal de Kremlin” e aparecido em 17 de seus livros desde então. O personagem foi muito importante nos livros estrelados por Jack Ryan também, até que ganhou suas próprias aventuras, começando com Sem Remorso, que mostrou seu passado com a CIA, e depois em Rainbow 6 – que gerou a popular franquia de videogames de mesmo nome.

Os filmes estrelados por Jordan ainda não tem previsão de lançamento.

Para entender Caio Fernando Abreu: confira livros, filmes e peças sobre o poeta gaúcho

0

Obras de outros autores ajudam a entender a figura de um dos escritores mais populares do Brasil até hoje, data em que completaria 70 anos

Publicado na Gaúcha ZH

Extensa e muito rica, a obra de Caio Fernando Abreu, que completaria 70 anos nesta quarta-feira (12), reúne um vasto número de contos, romances, novelas e peças, que versam sobre temas tão diversos como sexo, relações amorosas, política, psicologia, movimentos contraculturais e a própria trivialidade da rotina. Porém, o tamanho do autor nascido em Santiago, no interior do Rio Grande do Sul, faz com que haja muito mais sobre Caio Fernando Abreu do que compõe seus livros.

A vida e a obra do autor gaúcho, um dos mais populares do Brasil até hoje, rende uma produção contínua e crescente de peças, discos, filmes, documentários, biografias, espetáculos, fotografias e livros que se relacionam à sua figura. Com a ajuda de quem estuda e consome Caio Fernando Abreu, reunimos uma série de obras que ajudam a entender o autor além de sua produção.

Literatura

O livro mais relevante sobre Caio Fernando Abreu é Para sempre teu, Caio F., lançado em 2009 por Paula Dip, escritora e amiga pessoal de Caio – na obra, a autora reúne cartas, bilhetes e particularidades que dividiu com o escritor, além de depoimentos de pessoas importantes na vida de Caio, como Cazuza, Ney Matogrosso, entre outros. Há ainda Caio Fernando Abreu: Inventário de um Escritor Irremediável, lançada no ano anterior por Jeanne Callegari, que usa técnicas de reportagem para cobrir a vida do escritor até sua morte.

Outra obra importante para conhecer mais sobre a personalidade do escritor gaúcho foi lançada em 2016, também por Paula Dip: Numa hora assim escura, a paixão literária de Caio F. e Hilda Hilst reúne correspondências inéditas trocadas entre a poeta paulista – uma das grandes influências literárias de Caio – e o autor gaúcho entre 1971 e 1991.

Há obras, no entanto, que revelam outras facetas de Caio: 360 Graus – Inventário Astrológico de Caio Fernando Abreu, lançado em 2011 pela astróloga Amanda Costa, traça um paralelo entre o campo astrológico e as tramas do autor, um apaixonado pelo misticismo. Já em Caio Fernando Abreu e o Cinema: O Eterno Inquilino da Sala Escura, o cineasta gaúcho Fabiano de Souza traça as relações entre o escritor e a sétima arte, área que também era de sua adoração.

– Nas aulas de literatura que dava, Caio sempre sugeria que seus alunos imaginassem como queriam que as cenas que estavam escrevendo fossem filmadas: em qual enquadramento, com qual movimento, sob que ponto de vista. Apesar de nunca ter feito filmes, ele achava que a imagem da câmera sobre os personagens ajudava a montar uma cena – conta a escritora Paula Dip.

Cinema

O cinema era não só uma paixão de Caio, mas uma influência. Não à toa, muitas de suas obras geraram produções audiovisuais. Em 2016, um evento intitulado Semana Caio Mon Amour, com curadoria de Paula Dip, reuniu uma série de obras relacionadas ao escritor – entre os filmes, uma série de curtas foram exibidos: Dama da Noite (1999), de Mario Diamante; Pela Passagem de Uma Grande Dor (2006), de Bruno Polidoro; Linda, Uma História Horrível (2013), de Bruno Gularte Barreto e Bruno Polidoro; Para Sempre Teu, Caio F. (2014), de Candé Salles e Onde Andará Dulce Veiga (2008), de Guilherme de Almeida Prado.

Outro curta baseado em obra de Caio bastante respeitado é A Visita, com direção de Gilberto Perin, que foi exibido como atração do programa Curtas Gaúchos, da RBS TV.

Mas uma das obras cinematográficas mais relevantes relacionadas a Caio Fernando Abreu, no entanto, é Sobre Sete Ondas Espumantes (2013), documentário de Bruno Polidoro que usa trechos de obras e depoimentos de pessoas relacionadas ao escritor para mostrar lugares que fizeram parte de sua produção literária.


Teatro

Para comemorar os 70 anos de nascimento do autor, uma das peças mais conhecidas entre as baseadas na obra de Caio terá montagem no prédio 40 da PUCRS: Caio do Céu, montagem da Cia. de Solos & Bem Acompanhados, estrelada por Deborah Finocchiaro, parte de textos, cartas e entrevistas do autor para reconstruir dramaticamente o seu universo criativo.

Há outras peças, baseadas ou inspiradas em textos do autor, que se tornaram referência entre os fãs do gaúcho de Santiago: a performance Dama da Noite, de Gilberto Gawronski; o espetáculo de dança Graxa, com Diogo Granato e Henrique Lima; e a peça O Homem e a Mancha: Releitura Drama Multimídia, de Marcos Breda e Luis Artur Nunes, foram exemplos recentes de homenagens a Caio Fernando Abreu que ganharam montagens.


Música

Não é raro encontrar referências a músicas, discos e cantores (normalmente, cantoras) nos textos de Caio Fernando Abreu. Adorador da MPB, citou Angela Rô-Rô como trilha sonora obrigatória para o conto Os Sobreviventes, por exemplo. Com base em trechos de suas obras e em passagens de cartas ou de biografias, o fã Elder Ferreira criou uma playlist de músicas relacionadas a Caio Fernando Abreu, com direito a Cazuza, Marina, Cida Moreira e Caetano Veloso.

Go to Top