Canal Pavablog no Youtube

Posts tagged final

Final de Game Of Thrones será diferente dos livros

0

Lucas Gabriel, no Minha Série Favorita

O final de Game Of Thrones está chegando. A oitava temporada estreia em menos de um mês e com isso diversos papos sobre como será o fim estão rolando. Uma das coisas que mais chama a atenção em Game of Thrones é o fato da série/adaptação terminar antes do lançamento do fim dos livros. Mas, anteriormente, foi afirmado que George R. R. Martin já havia informado o final da história para os showrunners da série. Entretanto, o autor dos livros acaba de afirmar que acredita que o final de Game of Thrones será diferente de As Crônicas de Gelo E Fogo.

O autor afirmou que não faz ideia de como está a última temporada, pois não leu os roteiros dos episódios. Além de não ter lido, Martin disse também que não acompanhou as gravações da série.

epa06147057 US writer George R.R. Martin attends a news conference in St.Petersburg, Russia, 16 August 2017. The author of ‘Song of Ice and Fire’ series of fantasy novels, which inspired HBO series ‘Games of Thrones’, visits to take part in St.Petersburg Fantastic Assembly. The event runs from 18 to 21 August. EPA/ANATOLY MALTSEV ORG XMIT: SPB01

Durante uma entrevista à Rolling Stone ele reconfirmou a ideia de acreditar que os finais de ambas mídias serão diferentes. Apesar disso, ele afirma que o desfecho da série, segundo os showrunners, se baseiam naquilo que foi contado por ele. Entretanto, muita coisa do final foi criado apenas para a série.

“Os pontos principais do final serão coisas que eu contei para eles [David Benioff e D.B. Weiss] há cinco ou seis anos. Mas também podem ter mudanças e muitas coisas serão adicionadas.”

Martin falou ainda da demora que está levando para publicar os livros seguintes. “Eu tenho sido tão lento com esses livros.”

A temporada final de Game Of Thrones estreia no dia 14 de abril.

Stephen King salva seção literária de periódico local dos EUA

0

Publicado no EM

Um jornal local queria acabar com a crítica literária para cortar custos, mas o escritor Stephen King conseguiu, com alguns poucos tuítes, salvar a seção ameaçada, um final feliz na luta pela sobrevivência vivida por muitos meios de comunicação americanos atingidos pela crise.

O caso começou na sexta-feira, quando Stephen King, mestre da literatura de terror e fantástica, anunciou que o Portland Press Herald, um dos principais jornais do Maine, onde mora, iria acabar com a sua seção dominical dedicada aos livros escritos por autores deste pequeno estado fronteiriço com o Canadá.

“Diga ao jornal que NÃO FAÇA ISSO”, tuitou o bem-sucedido escritor de 71 anos, que se tornou famoso com livros como “Carrie a Estranha” e “O iluminado”, levados, inclusive, ao cinema.

Muitos escritores locais “dependem destas críticas para sobreviver”, continuou.

Mais de 8.000 de seus fãs fizeram a mensagem se espalhar. A direção do jornal, que emprega 70 jornalistas, reagiu desafiando-o a ajudá-la a encontrar novos assinantes para compensar os “milhares de dólares” que a seção lhe custa, escrita em sua maioria por profissionais que trabalham por matéria.

“Se conseguir convencer mais de 100 dos seus fãs a assinar a edição digital, iremos reincorporar imediatamente as resenhas de livros”, tuitou o jornal, que tem menos de 10.000 assinantes digitais.

Nesta segunda-feira, o objetivo de 100 assinaturas – a um custo de 15 dólares por 12 semanas – se espalhou amplamente: “Obrigado a todos que assinaram o Press Herald”, escreveu Stephen King. “Salvaram o dia. Existem países onde as artes são consideradas vitais. Infelizmente, este não é um deles”, declarou.

Cliff Schechtman, editor do jornal, afirmou que o periódico havia coletado “quase 250 novos assinantes” graças a essa iniciativa.

“Quando alguém como Stephen King se envolve, com mais de cinco milhões de seguidores no Twitter, sabíamos que teria um impacto, e nos questionamos como poderíamos usar a sua influência para apoiar o jornalismo local”, disse à AFP por telefone.

“As pressões financeiras não se reduziram até agora, o setor vive mudanças consideráveis, mas, neste caso, teve um final feliz”, disse.

Embora todos os meios de comunicação tenham perdido renda com o crescimento das redes sociais e da disponibilidade de grande quantidade de informação gratuita na Internet, os jornais locais, com recursos limitados, se veem particularmente afetados e, muitas vezes, lutam para sobreviver.

Hamburgueria inspirada no universo de Harry Potter abrirá em São Paulo

0

O chamado “Beedle, o Bar” promete ser um tributo à saga de J.K. Rowling.

Luiza Belloni, no HuffpostBrasil

Amantes da saga Harry Potter agora terão um lugar para comer e beber só para eles. Em São Paulo, um bar totalmente inspirado no universo criado pela escritora britânica J.K. Rowling será inaugurado no final deste mês.

O chamado “Beedle, o Bar”, um trocadilho com o livro de contos “Beedle The Bard” mencionado no “Relíquias da Morte”, promete ser um tributo ao universo de Harry Potter e oferecerá lanches e bebidas inspiradas na história.

“O Beedle, o Bar abrirá suas portas para receber todos os Bruxos, Bruxas e Não Mágicos curiosos que queiram saborear um delicioso Hambúrguer artesanal acompanhado de refrescantes poções, entradas e muito mais!”, anunciou o instagram do bar que será localizado no bairro de Perdizes.

Instigando mistério, o bar não deu mais detalhes sobre o cardápio e suas atrações. Ele será inaugurado no dia 31 de julho — data em que se comemora o aniversário de Harry Potter, protagonista da história que encantou crianças do mundo inteiro (e continua encantando).

“Prepare sua vassoura ou chave de portal (nossa rede flu, ainda está em reformas) e não deixe de comparecer em nossa inauguração! Após passar por nosso beco, uma refeição mágica espera por você! Curioso? Caraminholas na cabeça? Em breve nossas corujas soltarão mais detalhes. Por enquanto, apenas seja bem vindo ao Beedle, o bar… do bruxo!”

Autor de “Reparação” ajudou filho em trabalho escolar sobre o livro e a nota final foi mediana!

0

Ian McEwan || Créditos: Getty Images

Anderson Nunes, no Glamurama

Escolhido em 2008 pelo jornal britânico “The Times” como um dos 50 melhores escritores do Reino Unido, Ian McEwan tem o pé atrás com relação às escolas de seus filhos e dá até para dizer que ele tem um bom motivo para se sentir assim… Numa entrevista que deu recentemente para uma revista do país, o autor de clássicos como “Reparação”, “Amsterdam” e “Na Praia” revelou que certa vez precisou ajudar o filho Greg a resenhar um de seus textos mais conhecidos – “Amor Obsessivo” – para um trabalho de colégio e no fim a nota do garoto não foi das melhores.

“Confesso que até dei um tutorial para ajudá-lo sobre o que considerar. Não cheguei a ver o que ele escreveu, mas sua professora discordou fundamentalmente do que leu”, disse McEwan. “Acho que ele tirou nota 7, se não me engano”.

Na hora de falar sobre o atual momento da indústria literária, no entanto, o escritor fez jus ao apelido de “Ian Macabro” que ganhou no começo da carreira e se mostrou pessimista: “As vendas de livros de ficção, curiosamente, estão em queda livre e caíram cerca de 35% nos últimos cinco anos. Todo munto tem uma teoria: os novos lançamentos de televisão, talvez um cansaço dos leitores, ninguém sabe… Talvez o que estão escrevendo por aí simplesmente não seja bom o suficiente”.

Em tempo: best-seller de 2007, “Na Praia” foi adaptado para a telona sob a batuta de Dominic Cooke e deverá estrear nos cinemas do hemisfério norte no próximo dia 18. O drama ambientado na praia de Chesil, no sul do Inglaterra, terá Saoirse Ronan e o novato Billy Howle nos papéis principais, e foi considerado por um crítico do “The
Economist” melhor até que a obra original de McEwan na qual foi inspirado.

Oitava temporada de Game of Thrones ganha mês de estreia

0

King Joffrey
Foto: Reprodução / Canaltech

Publicado no Terra

Já estávamos nos acostumando com a ideia de que a oitava temporada de Game of Thrones não seria lançada este ano. Porém, a atriz Maisie Williams, que dá vida à incontrolável personagem de Arya Stark, deu mais alguns detalhes sobre a data de estreia durante uma entrevista neste último fim de semana.

“Nós terminaremos as gravações em dezembro (2018) e o primeiro episódio vai ao ar em abril. Muita coisa acontece na edição final. Vocês não vão querer apressar essa temporada de form

a alguma! Nós devemos para a nossa audiência e para os nossos fãs uma temporada final feita com os nossos melhores esforços”, disse a Williams ao Independent.

Quando questionada sobre qual rumo gostaria que a sua personagem seguisse na trama, a atriz disse: “Eu adoraria que a Arya encontrasse a si mesma novamente e deixasse de lado esse negócio de raiva e vingança que a acompanhou durante toda a jornada. Eu adoraria que ela fosse feliz”. Depois de tudo o que a garotinha-loba passou, seria um alívio imenso.

A oitava e última temporada de Game of Thrones terá apenas seis episódios, mas de longa duração. A espera será árdua para os fãs, já que a série tomou um rumo tão diferente dos livros, que também não apresentaram nenhuma resposta sobre o paradeiro de diversos personagens.

Mas estaremos ansiosos para saber quem sentará no trono de ferro, mesmo que para isso tenhamos que esperar muito.

Go to Top