Canal Pavablog no Youtube

Posts tagged Forte

Promo de quinta (4)

1

promo-finalfeliz

Olá, apaixonados por (bons) livros.

Hoje é quinta-feira, dia de o Livros e Pessoas e o PublishNews novamente sortearem livros legais. Alguém quer? \o/\o/\o/\o/

A convidada de hoje é a Novo Conceito,  editora com presença forte nas redes sociais. Dois sortudos vão ganhar o lançamento Em busca de um final feliz, obra emo-cionante de Katherine Boo. O prefácio foi escrito por Zeca Camargo.

Para concorrer, basta seguir os perfis @PublishNews e o @livrosepessoas e tuitar a (ou dar RT) na frase abaixo:

Quero ganhar o laçto “Em busca de um final feliz”, presente do @PublishNews @Livrosepessoas e @Novo_Conceito #AmoLivros

No final da tarde divulgaremos os nomes dos internautas sorteados. Quanto + tuítes, + chances de ganhar. Dedo no teclado. 🙂

Big abraço e até a próxima.

Promoção: “Incertezas de outono”

28

promomob

ISSUU – Incertezas de Outono – low resolution

Depois do sol forte e das altas temperaturas do verão, é a vez do outono mudar a paisagem, trazer novas cores e grandes mudanças para a vida dos habitantes de Deepwater Cove.

Esther e Charlie Moore percebem que a vida feliz que construíram ao longo de quase cinquenta anos de união começa a desmoronar, especialmente depois de um grave acidente de carro sofrido por ela, que deixa sua saúde debilitada.

O casamento – que até então era modelo de perfeição – demonstra sinais de que o gelo do inverno se aproxima como nunca antes. Eles e outros casais dessa pequena cidade do Missouri terão de redescobrir o amor e se esforçar para salvar seus relacionamentos.

Incertezas de outono é o terceiro livro de uma série de ficção baseada no best-seller As quatro estações do casamento, de Gary Chapman.

Vamos sortear 3 exemplares de “Incerteza de Outono”,  superlançamento da Mundo Cristão. O sorteio será realizado no dia 28/3 às 17h30.

Para concorrer, basta completar esta frase: “Minha  dica para superar maus momentos na relação conjugal é…”.

O resultado será divulgado no perfil do twitter @livrosepessoas e os ganhadores terão 48 horas para enviar seus dados completos para o e-mail [email protected].

O prazo de entrega é de 30 dias e o envio é de responsabilidade da editora.

***

Parabéns aos ganhadores: Rafael Trindade, Edith Boschmann Bier e Emanoella =)

Bolsas renderam 35 lançamentos de livros em dois anos

0

Raquel Cozer, na Folha de S.Paulo

Uma recente aprovação de 47 bolsas para tradução de obras brasileiras no exterior, a ser divulgada no “Diário Oficial da União”, fez o programa de apoio à expansão da literatura da Fundação Biblioteca Nacional chegar a 400 bolsas concedidas desde 1991.

Na época, três anos antes da primeira homenagem ao Brasil na Feira de Frankfurt (1994), a FBN começou a oferecer quantias em dinheiro a editoras estrangeiras interessadas em publicar nossos autores.

As bolsas hoje podem chegar a US$ 8.000 e incluem apoio para edição em países lusófonos.

O efeito Frankfurt foi forte. Das 400 bolsas, 290 foram pedidas e aprovadas a partir de 2010, quando o Brasil foi anunciado como convidado de honra deste ano. A média passou de seis a 72,5 bolsas por ano.

Não significa que outros países estejam tomados por obras brasileiras como nós temos sido por romances policiais nórdicos.

Primeiro, porque traduções demoram. As 224 bolsas concedidas pela atual gestão da FBN, desde meados de 2011, renderam, por ora, 35 títulos lançados –o número deve se multiplicar até outubro, mês da feira.

Além disso, são editoras pequenas, de alcance restrito, que costumam pedir apoio. É raro um caso como o de Marcelo Ferroni, que teve “Método Prático da Guerrilha” lançado por uma casa poderosa como a Suhrkamp (Alemanha).

E os lançamentos, de nomes como João Paulo Cuenca, João Almino e Clarice Lispector, se pulverizam por países. A maior concentração é na Romênia, com seis livros lançados, sendo cinco pela mesma editora. Depois vem a Alemanha, com cinco obras.

A melhor notícia de Dilma

0

aluno na lousa

Gilberto Dimenstein, na Folha de S.Paulo

Para quem acha que o capital humano é essencial no desenvolvimento de uma nação, escolho aqui, neste final de 2012, o que não é a melhor notícia do ano, mas mas a melhor notícia de Dilma Rousseff.

A melhor notícia é a atuação do Supremo Tribunal Federal contra a corrupção, cujo maior mérito é mudar a mentalidade de conivência contra a corrupção e a sensação de impunidade.

A pior é o baixo crescimento econômico, colocando em xeque a eficiência do governo e, mais ainda, o efeito parasita dos governos.

A melhor notícia de Dilma foi sua declaração de que pretende batalhar para que o dinheiro do pré-sal seja destinado à educação. Não sei se ela consegue vencer bem a batalha. Nem se, caso consiga vencer, o dinheiro será aplicado corretamente, sem desperdício.

Sei que existe um risco de o pré-sal acomodar o país com a riqueza fácil e finita. Mas a maior riqueza de uma nação não é o que está debaixo da terra. Mas dentro da cabeça.

Aproveitar essa chance única para focar em melhoria do ensino e do desenvolvimento da pesquisa e da ciência é o caminho para sermos um país civilizado. É algo muito, mais muito mais relevante do que o Bolsa Família.

Não existe país decente com escola pública indecente.

Se Dilma conseguir vencer essa batalha, ela pode perder a próxima eleição – e perder feio. Mas terá assegurada uma forte candidatura a estadista.

Go to Top