Posts tagged Fundação Calouste Gulbenkian

Biblioteca Particular de Fernando Pessoa sai pela primeira vez de Portugal e vai até Paris

0

Publicado no Comunidade Cultura e Arte

A Biblioteca Particular de Fernando Pessoa sai pela primeira vez do país, na próxima semana, para ser exposta em Paris, no âmbito do Festival Do Desassossego, organizado pela Fundação Calouste Gulbenkian, anunciou a Casa Fernando Pessoa (CFP).

“São cerca de 800 títulos, o espólio mais valioso da casa Fernando Pessoa, que serão mostrados ao público francês até 06 de novembro“, disse à Lusa fonte daquela instituição tutelada pela Empresa municipal de Gestão dos Equipamentos e Animação Cultural (EGEAC), de Lisboa.

“Além do valor por terem sido oferecidos ou adquiridos e lidos por Fernando Pessoa, a este conjunto de livros acresce o valor incalculável das notas que o escritor deixou nas margens, capas, contracapas, por vezes suporte de poemas completos, manuscritos a lápis. A marginália [as notas, escritos e comentários pessoais] faz desta biblioteca uma biblioteca ainda mais particular“, sublinhou a mesma fonte.

pessoacopo

A exposição, que é inaugurada na próxima terça-feira, é comissariada por Paulo Pires do Vale, também responsável pela nova museografia da CFP que “em breve” disponibilizará de forma permanente a exposição deste espólio em Lisboa.

Os livros da Biblioteca Particular foram mostrados em diferentes alturas na CFP, “dentro do que tem sido possível e tendo em conta as necessidades de preservação, no entanto, a maior parte dos títulos que compõem a Biblioteca Particular tem estado em reserva“, referiu.

“Nos últimos dois anos estes livros foram alvo de restauro, ao abrigo de um protocolo celebrado com a Biblioteca Nacional de Portugal, o que permite que estejam em melhores condições de conservação para serem mostrados ao público“, disse a mesma fonte.

“A viagem até Paris de grande parte da Biblioteca Particular de Fernando Pessoa é um acontecimento inédito na história deste espólio“, realçou a mesma fonte, salientando que esta mostra em Paris é “um importante passo da programação da CFP“.

“A colaboração institucional com a Fundação Calouste Gulbenkian que acontece com este empréstimo segue a linha de divulgação internacional de Fernando Pessoa, possibilitando agora um contacto único com o seu universo e abrindo a sua obra a novas interpretações, ao articular esta mostra com trabalhos de artistas contemporâneos, como Fernando Calhau, João Onofre, Dora Garcia e Pierre Leguillon“, explicou.

Depois da apresentação em Paris, os livros “não regressam na sua totalidade para as reservas, mas sim que também em Portugal, na CFP, no bairro de campo de Ourique, em Lisboa, possa ser finalmente mostrada a dimensão da Biblioteca Particular do poeta, que será o núcleo central da nova museografia para a Casa, em desenvolvimento“, adiantou.

“Estamos a trabalhar na Casa Fernando Pessoa para criar as condições para em breve melhor mostrar na Rua Coelho da Rocha, n.º 16 este tesouro nacional“, garantiu.

Todavia, refira-se que a Biblioteca Particular “está toda digitalizada e disponível online, à exceção dos títulos protegidos ainda pelo Código dos Direitos de Autor e Direitos Conexos“.

A Biblioteca Pessoal do autor de ‘Mensagem‘ permite conhecer “outra dimensão de Fernando Pessoa, a de leitor”

O festival vai contar com um ciclo de conferências, outras exposições e projeção de filmes, tendo como temas a incerteza, o desconhecido e a utopia, 500 anos após a publicação do livro ‘A Utopia‘ de Thomas Moore.

Texto de Lusa

Batalha: Idosos desafiados a ler e escrever livros eletrônicos

0

Publicado originalmente no Correio da Manhã

A Biblioteca Municipal da Batalha vai emprestar equipamentos iPad aos utentes a partir de Janeiro de 2013 e desafiar, no próximo mês de Setembro, os idosos do concelho a escreverem livros electrónicos, anunciou António Lucas, presidente da autarquia, esta sexta-feira.

As duas iniciativas integram o projecto ‘E-leituras – Ler, Ouvir e Saber’, aprovado pela Fundação Calouste Gulbenkian, e cujo custo está estimado em 6 mil euros.

O projecto arranca em Setembro, em três Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) com 70 idosos: Irmandade da Santa Casa da Misericórdia da Batalha, Centro Paroquial de Assistência do Reguengo do Fetal e Centro Social e Paroquial de São Mamede.

Os utentes vão ser encorajados a escreverem, em cada uma das IPSS, um livro electrónico, sendo feita uma recolha de lendas e tradições relativas ao local em que está inserida a instituição.

Outro dos objectivos do projecto passa por familiarizar os idosos com as novas tecnologias, através do iPad, e transformá-los em potenciais leitores de livros electrónicos, que serão disponibilizados no início de 2013 pela Biblioteca Municipal da Batalha.

“A ideia é simples: conseguir que cada vez mais pessoas leiam cada vez mais”, sintetizou António Lucas.

O livro electrónico, que integrará histórias de origem popular e tradicional, deve estar concluído em meados de Novembro, passando a englobar uma lista de outros livros, no mesmo formato, que a biblioteca disponibilizará gratuitamente a partir de Janeiro, através do empréstimo de iPad.

(mais…)

Go to Top