Canal Pavablog no Youtube

Posts tagged Gentileza

Ler torna as pessoas mais gentis

1

Estudo feito por pesquisadores dos Estados Unidos indica que a leitura pode gerar empatia na vida real

1

Publicado por Pais & Filhos

Ler torna as pessoas mais legais. Isso pode até parecer história para convencer adolescente a criar o hábito da leitura, mas não é nada disso. Pesquisadores da Universidade de Washington e Lee, nos Estados Unidos, fizeram um teste para chegar a essa conclusão: chamaram alguns voluntários para ler uma história curtinha e, depois, fizeram algumas perguntas simples para avaliar o quanto cada um tinha curtido o que leu.

Em seguida, derrubaram propositalmente um monte de canetas no chão. Já consegue imaginar qual foi o resultado? Isso mesmo. Quando mais envolvidas com as narrativas as pessoas tinham ficado, maiores eram as chances de elas se levantarem para recolher as canetas.

O estudo chegou à conclusão de que quando lemos algo que realmente nos toca de alguma forma, acabamos criando empatia pelas personagens da história. E aí, quanto maior a empatia por elas, mais propenso nós ficamos a ajudar as pessoas na vida real. Então, aquela história que você lê para o seu filho antes de dormir é muito mais do que um carinho de boa noite. É uma forma eficaz e lúdica de ajudá-lo a ser uma pessoa melhor.

Veja como três estudantes decidiram melhorar o dia de um morador de rua

0

Vicente Carvalho, no Hypeness

Nossa rotina nas grandes cidades é sempre muito agitada, tanto que muitas vezes passamos por pessoas e lugares sem reparar no mundo que está ao redor. A partir dessa observação, estudantes da cidade de Offenburg, Alemanha, formaram um grupo que tem o sonho de tornar o mundo um pouco melhor, o be japy e.V.

O projeto consiste em uma organização sem fins lucrativos que ajuda pessoas em situações de risco social com doações, mas também (e principalmente) com o aumento da consciência: mostrando que, com pequenas ações, podemos fazer uma grande diferença para as pessoas necessitadas.

Nesse cenário, três estudantes alemães começaram a observar a quantidade de pessoas que por alguma razão vivem na rua sem família, casa, amigos… e decidiram alegrar o dia de um morador de rua que parecia triste e solitário. Um dos estudantes se aproximou do homem, pediu seu balde emprestado e começou a batucar uma música. Em seguida mais dois estudantes se juntaram com instrumentos e começaram a cantar.

Assista ao vídeo e à reação do morador de rua e renove sua esperança na humanidade:

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

Gentileza é chave para mundo melhor e prazeroso, diz autora

0

Rosana Braga, a autora que já vendeu mais de 30 mil livros sobre gentileza, desde 2007: Gentileza de verdade começa dentro de cada um Foto: Divulgação

Publicado no Terra

Jornalista, psicóloga, palestrante, escritora e consultora em relacionamento, Rosana Braga, 41 anos, é autora dos livros O Poder da Gentileza (30 mil exemplares vendidos), de 2007 e relançado em 2010, e Pílulas de Gentileza, de 2012, ambos lançados pela editora Qualitymark. Estudiosa do comportamento e das relações humanas há 16 anos, Rosana acredita que a gentileza é um modo de ser e um jeito de olhar o mundo, os acontecimentos, os outros e a si.

Terra – A quais conclusões chegou, escrevendo estes dois livros sobre gentileza?
Rosana Braga – Percebi que as pessoas desejam, sobretudo, ser aceitas e amadas pelo que são. E esta conquista fica infinitamente mais fácil, prazerosa, eficiente e saudável quando elas compreendem que a gentileza é um modo de ser, um jeito de olhar o mundo, os acontecimentos, os outros e a si mesmas. Percebi também que, apesar de trazer tantos resultados positivos, a gentileza e o afeto eram vistos como algo pejorativo, de certa forma. Chamei esse estudo de Inteligência Afetiva.

Terra – Como as pessoas podem alcançar o “poder da gentileza”? 
Rosana Braga – Com prática. Muita prática e diária. Algumas pessoas nascem mais predispostas ao comportamento gentil. Entretanto, quando quer, qualquer pessoa pode aprender e desenvolver a gentileza. No ritmo atual do mundo, não é fácil praticar a gentileza. O que mais as pessoas acreditam que precisam é de velocidade e excesso de pensamentos. Várias pesquisas têm apontado para a grande vantagem de pisar no freio, pensar menos (meditar) e praticar a gentileza. Além de mais saúde, a felicidade é inevitável quando quebramos o paradigma da impaciência.

Terra – De que maneira, o carinho e o afeto influenciam as relações pessoais e profissionais?
Rosana Braga –
Num ambiente onde a gentileza é consistentemente praticada (e não somente quando se quer obter algo do outro), as pessoas se tornam mais receptivas, mais dispostas a ajudarem umas às outras e muito mais equilibradas. Quanto mais gentileza uma pessoa pratica, mais ela se sente bem e maior se torna a vontade dela de ser ainda mais gentil. Gentileza de verdade começa dentro de cada um. Reconhecer os próprios limites, expressar os próprios sentimentos de modo afetuoso, mesmo que não sejam os sentimentos mais fáceis de lidar, são maneiras altamente eficientes de se praticar a gentileza. Carinho e afeto são ingredientes essenciais para a existência e para a evolução humana.

Terra – Os leitores procuram você para tirar dúvidas sobre como serem mais gentis?
Rosana Braga –
O livro Pílulas de Gentileza foi escrito para sanar a maior das dúvidas entre as pessoas. Após uma palestra ou um artigo sobre gentileza, era muito comum me procurarem para saber como ser gentil num momento difícil, onde o outro é grosseiro. Então, escrevi 51 formas de praticar a gentileza quando esta atitude lhe parecer a mais difícil. E explico quais os benefícios desta prática. São dicas simples e bem fáceis de serem compreendidas.

Promoção: “Guia-me, Espírito Santo”

23

guia-me esp santo

 

Para participar, basta deixar 1 comentário completando a frase abaixo:

“Eu preciso desse livro porque………..”

Quem participar diretamente no Facebook, por gentileza deixe e-mail de  contato.

O sorteio será realizado no dia 21/2, às 23:59h e os ganhadores deverão enviar seus dados em até 48 horas após a divulgação do resultado no perfil @livrosepessoas, no Twitter.

A editora é responsável pelo envio dos livros e o prazo para entrega é de 30 dias.

Parabéns as ganhadoras: Raquel Valverde, Deborah Moraes e Jemima Acsa. =)

Profeta Gentileza pode se tornar ‘patrimônio afetivo’ no Rio

0

Profeta Gentileza, José Datrino, conhecido pela frase: “gentileza gera gentileza”.
Divulgação

Heloisa Aruth Sturm, no Estadão.com

Talvez poucos conheçam José Datrino. Mas não há, no Rio, quem já não tenha ouvido falar, ao menos uma vez, no profeta Gentileza. Ele já foi tema de filme, livro, música. Agora, recebe homenagem da Companhia Crescer e Viver de Circo, que transformou sua história em show circense. Se “existe amor em São Paulo”, no Rio o que estampa camisetas e adesivos é “Gentileza gera Gentileza”.

Passados mais de 15 anos de sua morte, a figura de túnica branca e longas barbas e cabelos continua no imaginário carioca. Para que não se perca, organizadores de Universo Gentileza querem que ele vire “patrimônio afetivo do Rio”. Na pré-estreia do espetáculo, no início do mês, fizeram o pedido a Washington Fajardo, presidente do Instituto Rio Patrimônio da Humanidade.

Fajardo disse que essa categoria de patrimônio ainda não consta na lei municipal e prometeu estudar o assunto. A peça mostra a trajetória do homem nascido em Cafelândia, interior paulista, que se mudou ainda jovem para o Rio e teve a vida transformada em 1961, após o incêndio criminoso no Gran Circus Norte-Americano, em Niterói, que deixou centenas de mortos. Datrino abandonou empresa, mulher e filhos e foi montar um jardim sobre cinzas do circo. Considerado louco por uns e poeta por outros, viveu anos como andarilho, fazendo pregações pela cidade, distribuindo flores e deixando mensagens de amor e solidariedade nas pilastras do Viaduto do Gasômetro, no centro do Rio. Apesar de o governo planejar a remodelação da área, com o fim da Perimetral, todas as pilastras com escritos serão preservadas.

Segundo um dos coordenadores da companhia circense, Vinícius Daumas, a ideia da montagem foi inspirada na leitura do livro UNIVVVERRSSO GENTILEZA, de Leonardo Guelman. “A gente hoje faz com o circo aquilo que ele fez durante muitos anos sozinho, tentando passar mensagem de gentileza, de amor. Parece um ciclo que se fecha, é a volta do profeta ao circo, mas não um circo queimado, e sim vivo”, disse Daumas. Trata-se da segunda montagem da peça, encenada pela primeira vez em 2008.

Vida. No palco, 15 artistas fazem referência a esses e outros episódios do “profeta”, como internação em hospitais psiquiátricos e restauro de seus escritos após a Companhia de Limpeza Urbana “limpar” o viaduto em 1997. Muitos dos jovens artistas são provenientes de comunidades carentes da capital e litoral fluminense que participam do Programa de Formação do Artista de Circo, da Crescer e Viver.

Go to Top