Canal Pavablog no Youtube

Posts tagged Habilidades

Habilidades, não diplomas, definem hoje os melhores talentos, diz CEO do LinkedIn

0

Jeff Weiner, CEO do LinkedIn (Foto: Chip Somodevilla/Getty Images)

Para Jeff Weiner, uma das práticas mais comuns dos recrutadores para analisar currículos não faz o menor sentido

Publicado na Época Negócios

Em processos seletivos, é comum que recrutadores levem em consideração a universidade onde se formaram os candidatos — sobretudo para dar preferência aos que frequentaram as instituições mais renomadas. Para Jeff Weiner, CEO do LinkedIn, tal prática não faz o menor sentido. Durante uma palestra na ASU GSV Summit, o executivo defendeu o que acredita ser importante analisar na hora de contratar alguém. Segundo ele, o LinkedIn quer alguém com paixão pelo que faz, ética, perseverança, lealdade e mentalidade de crescimento (o “Growth Mindset” sobre o qual tem se falado tanto no mundo corporativo recentemente).

“Estas são qualidades que você não vê necessariamente em um diploma”, defende Weiner. “Há habilidades que tendem a ser completamente negligenciadas quando as pessoas estão examinando currículos ou perfis do LinkedIn. E, no entanto, cada vez mais, achamos que esses são os tipos de pessoas que fazem a maior diferença dentro da nossa organização.”

“Cada vez mais eu ouço esse mantra: habilidades, não diplomas. Não são habilidades que dispensam diplomas. Trata-se apenas de expandir nossa perspectiva para ir além dos diplomas.” Ou seja, três palavras que podem fazer toda a diferença no processo de contratação: habilidades, não diplomas. E faz todo o sentido.

“Nós nos orgulhávamos de no recrutamento ter uma lista incrivelmente curta de universidades, e muitas empresas do Vale do Silício costumavam fazer o mesmo”, disse Weiner. “Certamente não estamos sozinhos. Recentemente, demos uma olhada no perfis do LinkedIn e constatamos que, entre os trabalhadores do setor de tecnologia dentro do Vale, apenas 5% deles tiveram formações não tradicionais”.

Nos últimos anos, no entanto, empresas têm percebido que existe muito talento escondido — e que muitas pessoas inteligentes e apaixonadas estão desprezando o ensino superior tradicional.

“Estamos tentando nos afastar dessa ideia de que todos na equipe de engenharia, e todos no geral, devem ter vindo de uma escola específica ou ter que ter um grau diploma”, disse Weiner. “Sim, diplomas de [ciência da computação] de escolas específicas podem te levar a encontrar um talento incrível. Mas há tanto talento para ser encontrando se as pessoas estiverem abertas buscá-los em lugares diferentes.”

Leitura: Confira 10 excelentes motivos pelos quais você deveria ler todos os dias

0

Lendo

Publicado no Amo Direito

Livros com histórias envolventes são capazes de desligar você do mundo ao redor, fazendo com que sua atenção esteja inteiramente voltada para o que acontece na trama. Entenda porque você deve ler!

Uma das práticas que os jovens consideram mais entediantes é a leitura. Não é raro ouvir reclamações sobre a obrigatoriedade da leitura, mesmo que algumas histórias surpreendam por atrair o interesse. Contudo, estabelecer o hábito da leitura pode trazer diversos benefícios para a vida, tanto no mundo acadêmico quanto na carreira. Confira a seguir 10 motivos pelos quais você deveria ler todos os dias:

1. Estímulo mental
O cérebro necessita treinamento para se manter forte e saudável e a leitura é uma ótima maneira de estimular a mente e mantê-la ativa. Além disso, estudos mostram que os estímulos mentais desaceleram o progresso de doenças como demência e Alzheimer.

2. Redução do estresse
Quando você se insere em uma nova história diferente da sua, os níveis de estresse que você viveu no dia são diminuídos radicalmente. Uma história bem escrita pode transportá-lo para uma nova realidade, o que vai distraí-lo dos problemas do momento.

3. Aumento do conhecimento
Tudo o que você lê é enviado para o seu cérebro com uma etiqueta de “novas informações”. Mesmo que elas não pareçam tão essenciais para você agora, em algum momento elas podem ajudá-lo, como em uma entrevista de emprego ou mesmo durante um debate em sala de aula.

4. Expansão de vocabulário
A leitura expõe você a novas palavras que inevitavelmente elas serão incluídas no seu vocabulário. Conhecer um número grande de palavras é importante porque permite que você seja mais articulado em seus discursos, de maneira que até mesmo a sua confiança será impulsionada.

5. Desenvolvimento da memória
Quando você lê um livro (especialmente os grandes) precisa se lembrar de todos os personagens, seus pontos de vista, o contexto em que cada um está inserido e todos os desvios que a história sofreu. A boa notícia é que você pode utilizar isso a seu favor, fazendo dos livros um treino para a sua memória. Guardar essa quantidade de informações faz com que você esteja mais apto para se lembrar de eventos cotidianos.

6. Habilidade de pensamento crítico
Já leu um livro que prometia um mistério confuso e acabou por desvendá-lo antes mesmo do meio da história? Isso mostra a sua agilidade de pensamento e suas habilidades de pensamento crítico. Esse tipo de talento também é desenvolvido por meio da leitura. Portanto, quanto mais você lê, mais aumenta sua habilidade de estabelecer conexões.

7. Aumento de foco e concentração
O mundo agitado de hoje faz com que sua atenção seja dividida em várias partes, de modo que manter-se concentrado em apenas uma tarefa torna-se um desafio. Contudo, livros com histórias envolventes são capazes de desligar você do mundo ao redor, fazendo com que sua atenção esteja inteiramente voltada para o que acontece na trama. Embora você não perceba, esse tipo de exercício ajuda você a se concentrar em outras ocasiões, como quando precisa finalizar um projeto urgente.

8. Habilidades de escrita
Esse tipo de habilidade anda lado a lado com a expansão do seu vocabulário. Assim como a leitura permite a você ser alguém mais articulado na fala, também vai ajuda-lo a colocar com mais clareza os seus pensamentos no papel. Isso vai dar a você a chance de produzir textos com mais qualidade, não apenas de vocabulário, como também correção gramatical e ideias mais ricas.

9. Tranquilidade

O fato de envolver você em uma história e livrá-lo do estresse cotidiano faz do livro uma ótima ferramenta para alcançar a paz interior. Nos momentos de estresse, procure se distrair do que acontece com uma história que atrai seu interesse. Isso vai acalmá-lo e ajudá-lo a melhorar seu humor.

10. Entretenimento a baixo custo
Muitas pessoas acreditam que o conceito de diversão está diretamente ligado aos altos custos de uma viagem ou mesmo de uma festa. Contudo, se você encontrar um livro que chame a sua atenção, poderá viajar sem sair da sua casa. E se você acha que os preços cobrados por um livro também são abusivos, pode baixar lá no Universia mais de 1.000 títulos gratuitamente.

Fonte: noticias universia

Estudante: conheça 5 habilidades que devem ser desenvolvidas para ter sucesso no futuro

0

Sucesso

Publicado no Amo Direito

No ambiente educacional atual, dominado pelo avanço tecnológico e onde tudo está conectado, o perfil dos estudantes e professores não é o mesmo que aquele encontrado há alguns anos.

Em um mercado de trabalho cada vez mais dinâmico e competitivo, os jovens devem ser preparados, como futuros profissionais, para estarem dispostos a lidar com diferentes situações de uma forma criativa e eficiente. Essa preparação já começa na escola, onde certas habilidades devem ser começar a serem desenvolvidas pelo estudante.

Confira a seguir 5 principais habilidades que todo estudante precisa desenvolver para garantir um futuro promissor:

1 – Administrar os seus próprios estudos
O estudante é capaz de controlar o seu próprio processo de aprendizado quando aprende a ter conhecimento a respeito das suas necessidades, ou seja, daquelas matérias que ainda não estão claras para ele. Além disso, ele também costuma estar sempre à procura de uma oportunidade para aprender um assunto novo, em qualquer ambiente.

2 – Realizar pesquisas online de uma forma eficiente
Um bom estudante sabe utilizar, da melhor maneira possível, sites de busca como o Google, por exemplo. Para isso, ele sabe escolher os termos mais adequados para direcionar corretamente a sua pesquisa, além de limitá-la para obter os melhores resultados. É importante ressaltar que esse tipo de aluno também é capaz de avaliar a credibilidade das fontes utilizadas por ele, considerando o estilo, objetivo e público dos conteúdos acessados, para, dessa forma, determinar se o assunto tem ou não credibilidade.

3 – Manter a saúde física e emocional
Para ter sucesso na vida acadêmica, não basta só estudar. O estudante deve encontrar um equilíbrio entre a vida escolar e a vida pessoal, entendendo a importância das do lazer para a saúde. O aluno deve procurar praticar algum esporte ou algum outro tipo de atividade física, assim como realizar atividades de relaxamento, como yoga e a meditação, por exemplo. Além disso, ele deve cuidar bem de sua alimentação.

4 – Administrar bem o próprio tempo
Em geral, o estudante que sabe administrar o seu tempo tem uma grande capacidade para controlar a sua própria vida. Como consequência, ele diminuirá o estresse do dia a dia, garantindo uma vida mais saudável. Certos hábitos são considerados como pré-requisitos para gerenciar o tempo de uma forma eficiente: organização, planejamento, priorização das tarefas mais importantes, manutenção da saúde física e mental, foco e flexibilidade.

5 – Saber perguntar
Um bom aluno sabe direcionar as suas perguntas ao professor de maneira que elas sejam relevantes e apropriadas ao respectivo contexto. Uma boa forma para estimular essa habilidade é treinar a elaboração de perguntas em casa: você pode reservar um momento do seu dia para escrever questões sobre os assuntos abordados em sala de aula, de forma que elas sejam compartilhadas com os demais colegas.

Se você ainda está na escola e já planeja conquistar os seus objetivos, tais como ingressar em uma boa universidade ou conseguir uma posição destacada no mercado de trabalho, não deixe de aplicar essas dicas na sua rotina de estudante. A construção do seu sucesso começa desde cedo!

Fonte: noticias universia

Universidade oferece bolsas para jogadores de League of Legends

0

Para a Robert Morris University, as habilidades desenvolvidas em games online são tão importantes quanto as desenvolvidas em esportes

1

Publicado por Spotniks

A Robert Morris University, uma universidade privada de Chicago, tornou-se a primeira instituição acadêmica dos Estados Unidos a reconhecer League of Legends como um esporte oficial e já oferece bolsas de atleta para jogadores. O primeiro contemplado foi o jovem Youngbin Chung, que recebeu 50% de isenção da mensalidade para estudar redes de computadores.

“Nunca na minha vida havia pensado que ganharia uma bolsa de estudos por jogar videogames”, disse o rapaz, numa entrevista concedida à Associated Press.

Chung conta que, quando mais novo, era fascinado por videogames. Segundo ele, sua rotina diária incluía 10 horas de jogos online, o que começou a prejudicar seu desempenho escolar e levaram seus pais a acreditarem que o garoto nunca ingressaria numa universidade. Mas a história se mostrou outra: o garoto conseguiu uma bolsa de US$ 15 mil por sua habilidade com o game e se tornou um dos 35 alunos bolsistas que estudam na Robert Morris.

Youngbin Chung

Youngbin Chung

Segundo a instituição, as habilidades desenvolvidas nos games online, como trabalho em equipe, estratégias e reações rápidas, nada diferem das habilidades adquiridas por jogadores de futebol ou basquete e, por isso, está investindo dinheiro em bolsas para alunos com tais habilidades.

Para isso, a direção da universidade investiu cerca de US$ 100 mil na criação do Robert Morris Eagles, um time de League of Legends oficialmente ligado ao departamento atlético da instituição e que conta com uma sala própria, equipada com computadores e monitores robustos. A liga tem o objetivo de disputar o Campeonato Universitário de League of Legends da América do Norte, contra escolas renomadas como Harvard e MIT. Os primeiros colocados no ranking do campeonato poderão conseguir algo próximo de US$ 30 mil em bolsas de estudo.

De acordo com a Riot Games, desenvolvedora do League of Legends, pelo menos 27 milhões de pessoas jogam o game todos os dias. O rápido crescimento do RPG levou à criação de diversos campeonatos profissionais, além dos já citados campeonatos universitários. O próximo campeonato profissional do game ocorre no próximo dia 19, em Seul (Coreia do Norte) e tem como prêmio final US$ 1 milhão para o melhor time.

Habilidade em matemática e leitura é favorecida por mesmos genes

0

Pesquisa envolveu leitura do DNA de crianças e testes cognitivos.
Família e escola também são importantes para aprendizado, diz estudo.

matematica
A habilidade para matemática e para leitura é favorecida em boa medida pelos mesmos genes, segundo um estudo publicado nesta terça-feira (8) na revista “Nature Communications”, que ressalta, no entanto, a importância do meio para desenvolver esses conhecimentos.

Cientistas do King’s College de Londres, liderados por Robert Plomin, utilizaram dados do chamado Estudo do Desenvolvimento Precoce dos Gêmeos (TEDS, em sua sigla em inglês) para ver a influência dos genes nas habilidades de leitura e cálculo de adolescentes de 12 anos de 2.800 famílias britânicas.

A equipe acompanhou gêmeos, com genes compartilhados, e outras crianças, com quem fizeram testes leitura e matemática, conforme as exigências do sistema escolar britânico.

A combinação dos resultados desses testes e dos dados de DNA indicou que há uma “sobreposição significativa” dos genes que determinam a habilidade para a leitura e para os números.

Aproximadamente metade dos genes que influenciam a habilidade de leitura da criança incide também em sua capacidade para as contas, de acordo com o estudo. No entanto, os pesquisadores ressaltam que o entorno familiar e a educação escolar são estratégicas para o desenvolvimento dos pequenos.

“As crianças diferem geneticamente em relação à facilidade aprender e devemos reconhecer e respeitar estas diferenças individuais”, afirma Plomin.

Segundo o cientista, “descobrir que há uma forte influência genética não significa que não se possa fazer nada quando uma criança custa a aprender: o fato de ser hereditário não implica que seja imutável, apenas significa que será preciso um esforço maior dos pais e das escolas para apoiar esse aluno”.

A pesquisa não identifica genes específicos que determinem essas habilidades, mas estabelece conjuntos de genes ou de diferenças genéticas que, individualmente, contribuem em pequena medida para moldar à pessoa.

Fonte: G1

Go to Top