Canal Pavablog no Youtube

Posts tagged hábitos

31% dos brasileiros não leem livros, aponta pesquisa

0

Levantamento analisou hábitos de compra do brasileiro

Cesar Gaglioni, no Jovem Nerd

De acordo com pesquisa feita pela empresa Picodi, que analisa os hábitos de compra dos brasileiros, 31% da população não lê livros. A porcentagem representa as pessoas que não possuem o hábito de leitura ou que não se interessam por livros no geral. O levantamento foi feito com base em entrevista com 7.800 respondentes.

Outros dados relacionados ao hábito de leitura e o mercado editorial foram divulgados:

* 58% dos livros vendidos são comprados em livrarias físicas
* 28% dos leitores baixam livros em sites pirata
* A recomendação de um livro feita por amigos do leitor é o fator decisivo na hora da compra
* 38% dos leitores só compra livros uma vez ao ano; 6% compram livros uma vez por semana
* Audiobooks representam apenas 1% das vendas de livros; e-books representam 15%
* 14% dos leitores acha o preço dos livros excessivo

O Brasil é o oitavo país que mais compra livros no mundo (a porcentagem de livros lidos não foi divulgada), com a Turquia liderando o ranking. A pesquisa completa pode ser lida neste link.

Segundo a pesquisa Retratos da Leitura, feita em 2016, a média é de 4,9 livros ao ano, sendo que, por aqui, 44% da população brasileira não lê, e 30% nunca compraram um livro. Dentro desse número, apenas 2,43 obras são lidas integralmente.

Confira 10 costumes que você deve ter para fazer com que seu dia seja mais produtivo

0

escolar

Publicado no Amo Direito

Ser produtivo nem sempre é uma missão fácil: isto requer que você adquira hábitos não inatos, mas importantes pra seu sucesso. Pensando nisso, preparamos uma lista com 10 costumes que pessoas produtivas têm – e que você deve adquirir.

1. Saia da sua zona de conforto
Quando você está acostumado com uma situação e permanece na sua zona de conforto dificilmente aprende novas coisas, já que tende a não correr grandes riscos. Muitas vezes, ainda que seja uma decisão difícil, é necessário explorar novas possibilidades, pois assim você amadurece, desenvolve novas habilidades e expande seus horizontes.

2. Não faça antes de aprender
Pessoas produtivas não correm o risco de “refazer” algo. Primeiro elas aprendem e depois fazem. Assim, você não desperdiça seu tempo com algo que não sabe como executar. Está é uma oportunidade para desenvolver um outro bom hábito: pergunte sempre. Quando você pergunta, demonstra interesse e ainda aprende novas coisas. Além disso, você perceberá que toda forma de conhecimento será útil e expandirá sua mente.

3. Peça conselhos
Conselho é uma das melhores formas de aprendizagem. Pessoas que já passaram pela mesma situação que você ou que têm mais experiência em uma determinada área podem te guiar em decisões difíceis. Embora você se senta inseguro ou dependente, não tenha medo de pedir conselhos aos outros.

4. Não se perca em pequenos detalhes

Algumas vezes, quando muito envolvido em algum projeto, tendemos a nos prender em pequenos detalhes e gastamos horas tentando resolver uma questão irrelevante. Contudo, muitas vezes, é possível deixar esses problemas para “mais tarde” e continuar progredindo em outras áreas. Mas atenção: não acumule pequenos problemas, pois eles podem se tornar um grande.

5. Não queira resolver tudo de uma vez
Tentar fazer mais de uma atividade ao mesmo tempo pode diminuir sua produtividade e limitar suas habilidades, portanto, focar em uma única atividade e explorar seu melhor pode ser o mais recomendado para você.

6. Não minta para você mesmo
Mentir para si próprio e criar desculpas para problemas mal resolvidos é muito mais fácil do buscar uma solução para uma situação. Contudo, isso não aumentará sua produtividade. Aceite as situações difíceis e lide com elas da melhor maneira possível. Assim, você se verá crescendo e evoluindo através de seus erros e dificuldades.

7. Peça opinião
Saber o que os outros pensam sobre um projeto, por exemplo, te ajudará a desenvolvê-lo ainda mais, já que diferentes pessoas têm diferentes pontos de vista e visões de mundo. Uma nova perspectiva pode indicar erros que você não tinha notado, além de apontar possíveis melhorias. Não tenha medo nem hesite ao pedir um feedback.

8. Não siga, lidere
Pessoas bem-sucedidas tendem a se tornar lideres pois têm mais facilidade para lidar com situações difíceis, por este motivo, para ser mais produtivo, busque pensar em pequenas e grandes atitudes que podem ser tomadas em equipe.

9. Não deixe o passado afetar seu futuro
O que aconteceu no passado, fica no passado. Aprenda com seus erros, mas siga em frente. Você nunca conseguirá mudar o que já fez, mas pode, em atitudes futuras, transformar seus erros em conquistas e vitórias.

10. Não conviva com pessoas negativas
Assim como pensamentos positivos atraem coisas positivas, estar próximo a pessoas negativas também trará coisas ruins para você. Por isso, conviva com pessoas que vejam sempre o lado bom das coisas – e seja assim também.

O hábito que ajudou Bill Gates, Warren Buffett e Oprah Winfrey alcançarem o sucesso

0
Warren Buffett e Bill Gates (Foto: Getty Images)

Warren Buffett e Bill Gates (Foto: Getty Images)

 

Eles gastam uma quantidade fixa de horas semanais só para aprender – seja lendo ou fazendo novos experimentos

Publicado na Época

Eles são extremamente ocupados e trabalham muito. Mas nenhum deixa de lado uma prática: a de reservar algumas horas por semana para fazer algo aleatório com o objetivo de aprender. A conclusão é de Michael Simmons, cofundador da Empact, plataforma para empreendedores, que analisou histórias pessoais de grandes líderes e executivos como Elon Musk, Oprah Winfrey, Bill Gates, Warren Buffett e Mark Zuckerberg. “Percebi um padrão na rotina de todos eles: reservam uma hora por dia (ou cinco horas semanais), durante toda a carreira, para fazer atividades que podem ser classificadas como práticas de aprendizado”, diz Simmons em artigo publicado na Inc. É o que ele define como a “regra das cinco horas”. Simmons selecionou algumas dessas práticas – e as dividiu em três tópicos: leitura, reflexão e experimentos. Confira abaixo:

Leitura

Segundo um artigo publicado na Harvard Business Review, o fundador da Nike, Phil Knight, venera tanto a sua biblioteca particular que você precisa tirar os sapatos antes de adentrá-la e fazer uma saudação. Já Oprah Winfrey credita boa parte de seu sucesso a livros que leu. “Livros são meu passe para minha liberdade pessoal”. Ela compartilha o seu hábito abertamente, por meio de um clube de leitura. Eles não estão sozinhos. Veja os hábitos de outras personalidades:

– Warren Buffett gasta cerca de seis horas por dia lendo cinco jornais e 500 páginas de balanços de empresas

– Bill Gates lê 50 livros por ano

– Mark Zuckerberg lê, ao menos, um livro a cada duas semanas

– Elon Musk cresceu lendo dois livros por dia, segundo seu irmão

– Mark Cuban lê mais do que três horas por dia

– Arthur Blank, cofundador da Home Depot, lê duas horas por dia

– O bilionário e empreendedor David Rubenstein lê seis livros por semana

– Dan Gilbert, bilionário e dono do Cleveland Cavaliers, lê de uma a duas horas por dia

Refletir

O CEO do AOL, Tim Armstrong, faz sua equipe de diretores-sênior gastarem cerca de quatro horas por semana apenas refletindo. Jack Dorsey, do Twitter, é conhecido justamente por vaguear. Jeff Weiner, do LinkedIn, gasta duas horas de seu dia pensando.

Quando Reid Hoffman, empreendedor digital e cofundador do LinkedIn, tem alguma ideia, ele logo liga para um de seus pares para compartilhá-la: Peter Thiel (fundador do Pay Pal), Max Levchin ou Elon Musk. Quando Ray Dalio, fundador do maior hedge fund do mundo, comete um erro, ele rapidamente compartilha o fato em uma plataforma que é aberta a todos os funcionários de sua companhia. E, então, ele gasta tempo com sua equipe para encontrar onde está a falha que o levou ao erro.

Experimentar

Ao longo de sua vida, Benjamin Franklin reservou um tempo à parte para experimentar e planejar projetos com outras pessoas. É famosa também a prática do Google de permitir que seus funcionários participem de novos projetos durante 20% de sua carga horária. O Facebook tem a sua própria hackathon, uma maratona mensal para funcionários testarem novas ideias e criações – que às vezes não têm relação direta com o trabalho que desenvolvem.

O maior exemplo de experimentação, contudo, é provavelmenteThomas Edison. Mesmo sendo incontestavelmente um gênio, Edison aproximou-se de suas maiores criações com muita humildade. Ele identificava cada possível solução – e testava uma a uma. “Se Edison tinha que encontrar uma agulha em um monte de feno, ele não parava até conseguir. Ele começava imediatamente, com diligência quase que febril, a examinar palha a palha, até encontrar o objeto de sua pesquisa”, afirma Nikola Tesla, um de seus rivais.

Por que criar o hábito de aprender

Ao pontuar esses hábitos, Michael Simmons defende que as pessoas que estabelecem regras semanais para fazer algo que não envolve diretamente o trabalho delas obtêm vantagens. Um ponto a ser destacado, contudo, é que tais práticas não devem se confundir com “trabalho”. Muitos profissionais, segundo Simmons, buscam atividades que aumentam sua produtividade e eficiência – e que não os levarão a melhora em algum tipo de habilidade.

Veja 5 excelentes hábitos diários que todo bom estudante deve aprender e desenvolver

0

Estudo

Publicado no Amo Direito

Algumas atitudes rotineiras podem garantir o seu sucesso como estudante; confira quais são elas. Tanto na faculdade como na escola, a vida de estudante muitas vezes pode não ser fácil, principalmente para aqueles que precisam conciliar os estudos com o trabalho. Para garantir um bom desempenho acadêmico, é necessário incorporar á rotina um plano definidos de estudos, seguindo-o de uma forma organizada.

Confira a seguir 5 hábitos diários que um estudante precisa desenvolver para ter sucesso:

1 – Pratique
Em geral, bons estudantes costumam aprender na prática: ao invés de somente focarem na teoria e nos conceitos, eles fazem exercícios, trabalhando o que foi abordado pelo professor em sala de aula. Trata-se de uma ótima forma de identificar quais são as principais dúvidas na matéria.

2 – Utilize o seu tempo de forma produtiva
Procure não desperdiçar o seu tempo e a sua energia: caso não esteja enfrentando algum problema com a matéria ou com o professor, pense em uma solução prática para resolvê-lo: você pode buscar por outras fontes de informação, como pedir a ajuda de algum colegaou de um professor particular, além de consultar livros e websites confiáveisrelacionados ao conteúdo abordado em sala de aula, por exemplo.

3 – Elabore um plano de estudos
Procure personalizar o seu próprio “guia” de estudos, definindo quais as matérias que merecem mais atenção, e em quais conteúdos você ainda tem apresentado dificuldade.

4 – Aprenda com os seus erros
Ao receber uma prova, não mantenha o foco somente na pontuação obtida. Observe em quais exercícios você não obteve sucesso, e procure investigar por que você não conseguiu realizá-los corretamente. Procure refazê-los, esclarecendo as suas dúvidas com o professor.

5 – Pergunte as suas dúvidas
Crie o hábito de esclarecer as dúvidas. Caso não tenha entendido o conteúdo abordado, não hesite em perguntar ao professor. Pedir ajuda aos colegas também é outra ótima forma para aprender.

Fonte: Universia Brasil

10 práticas que vão deixar você mais inteligente

4

inteligencia

Você sabia que é possível dar um empurrãozinho no funcionamento do seu cérebro para ter um melhor rendimento nos estudos e no trabalho?

Publicado no Boa Informação

A revista Time fez uma lista com pequenas atitudes que podem ajudar você a ser uma pessoa mais inteligente. Confira as dicas e veja se você já pratica alguma delas.

1. Administração do seu tempo online

Este é definitivamente um mal dos tempos atuais, mas isso não significa que você deve abdicar da internet. A ideia é selecionar melhor o que você vê quando está online, ou seja, trocar aquelas horas nas redes sociais por boas leituras, vídeos de palestras e se dedicar a aprender novas coisas.

2. Tome nota!

Todos os dias, somos bombardeados com uma grande quantidade de informações. Por isso a dica é: anote o que é mais importante. Seja conteúdo de uma aula, um livro que você gostaria de ler ou uma dica de filme. Coloque tudo no papel para ajudar sua memória mais tarde.

3. Faça uma lista das coisas que você já fez

Lembrar-se das coisas que você já conquistou ao longo do tempo pode tornar você mais confiante e satisfeito. Anote os trabalhos entregues, a academia que você finalmente começou e aquela viagem incrível que fez. Isso vai deixar você mais motivado para conquistar ainda mais!

4. Jogue mais!

Jogos de planejamento estratégico e memória são uma ótima forma de treinar seu cérebro. Os mais indicados são xadrez, jogos de cartas e palavras cruzadas(vírgula) e o ideal é que você jogue sozinho, sem a ajuda de livros e dicas.

5. Selecione melhor os seus amigos

Pesquisas indicam que o seu QI é uma média do QI das cinco pessoas mais próximas de você. Sendo assim, escolha estar por perto de pessoas inteligentes e isso vai influenciar positivamente seus hábitos e decisões.

6. Leia muito

Este é um conselho um pouco batido, mas inevitável. A leitura é um ótimo exercício para a criatividade, bastando encontrar o tipo de conteúdo de que você mais gosta, seja o jornal de toda a manhã ou um bom livro. O importante é ler muito e sempre.

7. Explique coisas para as pessoas

Segundo Einstein, “Se você não consegue explicar de uma maneira simples, você não entende o assunto bem o suficiente”. Por isso, falar sobre as coisas que você aprendeu pode ajudar você a dominar ainda mais o conteúdo.

8. Coisas novas aleatórias

Seu cérebro não é muito fã da rotina, por isso, novas atividades podem deixá-lo ainda mais afiado. Aulas de assuntos e estilos variados, por exemplo, são uma ótima forma de criar novas memórias e deixar a mente sempre renovada.

9. Aprenda um novo idioma

Um novo idioma é importante para se destacar no meio de trabalho, mas o estudo também pode deixar seu cérebro mais esperto e treinado. Se os cursos com professores não cabem no orçamento, a internet está cheia de bons recursos para ajudar você nessa tarefa.

10. Relaxe!

De nada adianta seguir todas as nove dicas anteriores se você não tirar um tempo do seu dia para descansar. Relaxe, respire fundo e fique um tempo em silêncio, sem fazer mais nada. Esse tempo vai servir para que seu cérebro assimile tudo o que você fez e para que o corpo recomponha as energias.

Fonte: Mega Curioso

Go to Top