Canal Pavablog no Youtube

Posts tagged Harper Lee

Distrito dos EUA bane livro sobre racismo do currículo escolar após público defini-lo como ‘desconfortável’

0

População criticou clássico ‘O Sol é Para Todos’, de Harper Lee. Leitura debate preconceito racial nos Estados Unidos.

Publicado no G1

O distrito escolar de Biloxi, no Mississipi (EUA), decidiu excluir do currículo escolar o livro “O Sol é Para Todos”, de Harper Lee, após receber queixas de que teria uma “linguagem desconfortável”. Até então, a obra integrava a lista de leituras obrigatórias do 8º ano, como forma de estimular que os alunos discutissem assuntos como racismo, empatia e tolerância.

"O Sol é para todos" foi excluído da lista de leituras do 8º ano (Foto: Reprodução)

“O Sol é para todos” foi excluído da lista de leituras do 8º ano (Foto: Reprodução)

 

Ao site americano Sun Herald, o vice-presidente do distrito, Kenny Holloway, disse que “foram muitas queixas sobre o livro. Existe uma linguagem na obra que faz as pessoas se sentirem desconfortáveis. Nós podemos ensinar a mesma lição usando outros livros”. Ele afirmou que haverá unidades na biblioteca, mas os alunos não terão mais de lê-las.

A decisão de banir o livro do currículo escolar suscitou críticas nas redes sociais. Professores e outros usuários do Twitter lamentaram que um país que sofre com o racismo não discuta o assunto nas escolas. “Nós precisamos de mais discussões ‘desconfortáveis’”, disse um jovem. “Nós estamos colaborando para formar crianças intolerantes”, postou outro.

Clássico da literatura

“O Sol é Para Todos” é um clássico da literatura que discute racismo e injustiça – conta a história de um advogado que defende um homem negro acusado de estuprar uma mulher branca nos Estados Unidos, durante a década de 1930. A história debate valores como tolerância, justiça e inocência.

A escritora Harper Lee, morta no ano passado, ganhou o prêmio Pulitzer de ficção em 1961, pela obra “O Sol é Para Todos”. A história foi adaptada para o cinema no ano seguinte, sob a direção de Robert Mulligan.

O trabalho de alguns autores antes de serem famosos

0

Publicado no Resenhas a La Carte

O site Unplag criou um infográfico superlegal sobre os trabalhos “aleatórios” que alguns autores tiveram antes de alcançar a fama. De pirata a compositor, esses gênios já fizeram de tudo!

JAMES JOYCE

james-joyce

FOTO: Reprodução

O autor de “Ulysses” já foi compositor, ator e tocava instrumentos como piano e violão!

CHUCK PALAHNIUK

chuck-palahniuk

FOTO: Reprodução

Antes de se tornar célebre pelo livro “Clube da Luta”, Palahniuk trabalhou como lavador de pratos, mensageiro, mecânico e ainda manejava projetores de filmes!

WILLIAM FAULKNER

william-faulkner

FOTO: Reprodução

O autor de “O Som e a Fúria” já foi carteiro da Universidade do Mississipi.

KEN KESEY

ken-kesey

FOTO: Reprodução

O autor de “Um Estranho no Ninho” já foi zelador em um hospital psiquiátrico e voluntário para um estudo da CIA.

KURT VONNEGUT

kurt-vonnegut

FOTO: Reprodução

O autor de “Cama de Gato” já foi vendedor de carros para uma empresa sueca.

 

STEPHEN KING

stephen-king

FOTO: Reprodução

O mestre do horror já foi zelador em uma escola. (mais…)

Morre escritora Harper Lee, de “O Sol É para Todos”, aos 89 anos

0
19.mai.2010 - Harper Lee na casa de repouso onde vivia, na cidade de Monroeville

19.mai.2010 – Harper Lee na casa de repouso onde vivia, na cidade de Monroeville

 

Publicado no UOL

A escritora norte-americana Harper Lee, ganhadora do Prêmio Pulitzer de ficção em 1961 pelo livro “O Sol É para Todos”, morreu aos 89 anos. A informação foi confirmada na manhã desta sexta-feira (19) pelo prefeito de Monroeville, no Alabama, cidade natal da escritora. Lee vivia sob cuidados médicos em uma clínica para idosos. Sempre muito reservada, ela não dava entrevistas nem fazia aparições públicas há anos.

“O Sol É para Todos”, maior clássico da escritora, foi publicado em 1960 e vendeu 30 milhões de cópias. É considerado uma obra-prima da literatura americana pelo relato pungente sobre o preconceito racial nos Estados Unidos na era da Grande Depressão. A história segue um advogado branco, Atticus Finch, que defende um homem negro acusado injustamente de estupro. O livro ganhou adaptação em Hollywood, em 1962, com Gregory Peck no papel principal.

Em 2015, o mercado literário foi surpreendido pelo anúncio de um novo livro de Lee, “Vá, Coloque um Vigia”, lançado no Brasil em outubro passado pela editora José Olímpio. O romance estava esquecido em uma caixa e teria sido descoberto por sua advogada, Tonja Carter.

Sua segunda obra, quase 55 anos depois de sua estreia, liderou a venda de livros nos Estados no ano passado e obteve a façanha de desbancar “Grey”, da série erótica “Cinquenta Tons de Cinza”, além de bater o recorde de vendas para um livro de ficção voltado a adultos, que antes pertencia a “O Símbolo Perdido” (2009), de Dan Brown, fazendo livrarias fervilhar até a madrugada.

“Vá, Coloque um Vigia”, escrito nos anos 1950, na verdade foi o primeiro esboço de “O Sol É para Todos”, com muitos personagens iguais. O livro ganhou manchetes pela descrição do nobre advogado Atticus Finch como um racista e intolerante, em forte contraste com o advogado idealista que fez a fama da obra.

Capa do livro "O Sol É para Todos"

Capa do livro “O Sol É para Todos”

Uma vida, uma obra

Nelle Harper Lee nasceu no dia 28 de abril de 1926, em Monroeville, e era a caçula de quatro filhos. Quando criança frequentou a escola primária e do ensino médio, a poucos quarteirões de sua casa no Alabama Avenue, mas acabou se mudando para Nova York em 1949, em busca do sonho em se tornar escritora. Trabalhou como auxiliar de reservas de companhias aéreas enquanto escrevia.

Oito anos mais tarde, Lee apresentou o manuscrito de “O Sol É para Todos” para a editora J. B. Lippincott & Co., que pediu que reescrevesse o livro. O principal biógrafo da autora, Charles Shields, contou ao UOL que o personagem principal no manuscrito sempre esteve distante do papel de herói que lhe fez famoso. As mudanças solicitadas miravam justamente no caráter do advogado –queriam que ele deixasse de ser um racista e se transformasse em um herói.

Em 11 de julho de 1960, o romance foi finalmente publicado com sucesso crítico e comercial. Lee ganhou o Prêmio Pulitzer de ficção no ano seguinte. Desde então, nunca mais lançou outro livro.

“Ela tinha uma história para contar, sobre seu pai [que era advogado]. Era a mais importante história de sua vida. A editora, uma mulher mais velha que a ajudou a transformar ‘Vá, Coloque um Vigia’ em ‘O Sol É para Todos’, como resultado de três grandes revisões, aposentou-se depois. A senhora Lee não conseguiria escrever outro romance sem a ajuda dela”, contou Charles J. Shields ao UOL.

Em 2007, Harper Lee sofreu um derrame, mas logo voltou para Monroeville. Durante todos esses anos, os moradores da cidade respeitavam sua privacidade, mas não deixavam de encenar “O Sol É para Todos” anualmente no teatro da cidade.

Em 2015 veio o anúncio inesperado do lançamento de “Vá, Coloque um Vigia”. Seu estado de saúde e sua antiga negativa em publicar um novo livro despertaram dúvidas sobre seu consentimento para o lançamento. A controvérsia levou Lee a dizer que se sentia “muito ferida e humilhada”, isto segundo um texto difundido por sua advogada.

Carter indicou ao “Wall Street Journal” que, entre os papéis e caixas de Lee, achou páginas escritas que podem ser um terceiro romance da autora. “Seria um rascunho anterior aos primeiros dois livros ou, inclusive, como indica uma correspondência mais antiga, poderia ser um terceiro livro ligando os outros dois?”, questionou Carter, na época, deixando a possibilidade em aberto.

‘Livro mais aguardado do ano’ faz livrarias ficarem abertas de madrugada

0
 Reprodução Harper Lee: Novo livro da autora de "O Sol É para Todos" faz livrarias abrirem de madrugada


Reprodução
Harper Lee: Novo livro da autora de “O Sol É para Todos” faz livrarias abrirem de madrugada

Com mesmos personagens de “O Sol É Para Todos”, “Go Set a Watchman”, de Harper Lee, foi lançado simultaneamente em 70 países

Publicado no IG

Livrarias em diversos países passaram a madrugada abertas para o lançamento do livro considerado por muitos o mais aguardado do ano.

“Go Set a Watchman”, de Harper Lee, autora do clássico “O Sol É Para Todos”, teve sua venda iniciada nesta terça-feira em 70 países.

 Divulgação Capa do livro "Go Set A Watchman"


Divulgação
Capa do livro “Go Set A Watchman”

No Brasil, algumas livrarias já vendem a versão em inglês. O livro em português ainda não teve título definido e deve ser publicada em algumas semanas.

O livro se passa 20 anos após os eventos relatados em “O Sol É para Todos”, ganhador do Pulitzer.

Na cidade natal de Harper, Monroeville, no Alabama, uma remessa de 7 mil cópias de “Go Set a Watchman” chegou a uma pequena livraria independente antes da meia-noite.

Houve comemoração quando a loja abriu.

Racismo

O novo livro tem alguns dos mesmos personagens de “O Sol É para Todos”, incluindo os personagens principal, Scout, e seu pai, Atticus Finch. Ele já causou polêmica: as primeiras críticas afirmam que o personagem Atticus manifesta visões racistas na história.

No livro original, ele é um advogado que defendeu um negro acusado injustamente de estuprar uma mulher branca.

Avessa a exposição, Lee hoje tem 89 anos e mora em um asilo em Monroeville, cidade onde escreveu “Go Set a Watchman”, em 1957. Com a ajuda de seu editor, reescreveu a obra, que se tornou o bem-sucedido “O Sol É para Todos”.

O livro é hoje visto como um dos grandes clássicos da literatura americana do século passado, foi referência na luta por direitos civis e o pelo fim da segregação nos EUA, além de inspirar, até hoje, ativistas e advogados do mundo inteiro. Ele vendeu mais de 40 milhões de cópias e é estudado em escolas em diversos países.

O livro também se transformou em um filme com o mesmo nome, estrelado por Gregory Peck.

A existência de “Go Set a Watchman” foi revelada em fevereiro.

Lista oficial dos livros mais lidos de 2012

0

1

Publicado por Facebook Stories

Lista oficial

  1. Jogos Vorazes (The Hunger Games, #1) – Suzanne Collins
  2. Em Chamas (The Hunger Games, #2) – Suzanne Collins
  3. A Esperança (The Hunger Games, #3) – Suzanne Collins
  4. 50 Tons de Cinza (Fifty Shades, #1) – E.L. James
  5. Harry Potter e a Pedra Filosofal – (Harry Potter, #1) –J.K. Rowling
  6. A Resposta – Kathryn Stockett
  7. Crepúsculo (Twilight, #1) – Stephenie Meyer
  8. O sol é para todos – Harper Lee
  9. O Grande Gatsby – F. Scott Fitzgerald
  10. Água para Elefantes – Sara Gruen

dica do Jarbas Aragão

Go to Top