Posts tagged Hbo

‘A Amiga Genial’, série baseada na obra de Elena Ferrante, deve estrear em 2019

0

Divulgação/HBO
Gaia Girace (à esquerda) e Margherita Mazzucco interpretam Raffaella Cerullo, a Lila, e Elena Grego, a Lenu, respectivamente.

Adaptação da famosa ‘tetralogia napolitana’ é uma parceria entre HBO e a rede pública de televisão italiana Rai.

Publicado no HuffpostBrasil

A aguardada série sobre a “tetralogia napolitana” da escritora italiana Elena Ferrante deve estrear nos Estados Unidos e na Itália no fim do próximo inverno no hemisfério norte, entre dezembro de 2018 e março de 2019.

A previsão foi dada pelo produtor Lorenzo Mieli, que disse também que a série está sendo filmada em dialeto napolitano. “É algo complexo até para o público italiano, um grande desafio. Se tiver sucesso, toda a indústria mudará”, afirmou.

A série está sendo produzida pela emissora pública Rai e pela rede norte-americana HBO e deve ter quatro temporadas – uma para cada livro – de oito episódios. As gravações estão sendo feitas em Caserta, na Itália. A própria Ferrante está contribuindo para o roteiro.

O título original da série será My Brilliant Friend.

A chamada tetralogia napolitana é formada pelos volumes A Amiga Genial, História do Novo Sobrenome, História de Quem Foge e de Quem Fica e História da Menina Perdida, todos já lançados no Brasil pelo selo Biblioteca Azul, da Globo Livros.

A série conta a história de duas amigas da periferia de Nápoles, Lenù (apelido de Elena) e Lila, escrita pela primeira após o súbito desaparecimento da segunda. A narrativa começa com Lenù recebendo a notícia de que Lila, já idosa, havia sumido sem deixar rastros, cumprindo um antigo desejo. Irritada, ela decide relatar toda a trajetória de sua amizade, desde a primeira infância até a velhice.

Como pano de fundo, Ferrante descreve as tensões enfrentadas pela Itália e por Nápoles no pós-Guerra, como os anos de chumbo, o fascismo, o comunismo e o crescimento da Camorra, e a tentativa das duas amigas, cada uma a seu modo, de se libertarem da vida de miséria, exploração e violência à qual nasceram condenadas.

A personagens Lenu e Lila serão interpretadas na infância por Elisa Gel Genio e Ludovica, respectivamente. Já na adolescência, Margherita Mazzucco e Gaia Girace interpretam as personagens.

De acordo a HBO, o processo de seleção do elenco durou mais de oito meses e envolveu cerca de 9 mil crianças e 500 adultos. O elenco final conta com mais de 150 atores e 5 mil figurantes – incluindo estudantes locais.

Com informações da agência ANSA.

Remake de Fahrenheit 451 com Michael B. Jordan ganha trailer legendado

0

Marcel Plasse, no Pipoca Moderna

A HBO divulgou um trailer legendado do remake do clássico sci-fi “Fahrenheit 451”. A prévia mostra livros queimando e o trabalho dos bombeiros – que não é o esperado – , com ênfase na doutrinação de crianças sobre a importância de acabar com a cultura. A tensão crescente deságua no começo do questionado do bombeiro vivido por Michael B. Jordan (“Pantera Negra”), que chega a confrontar seu chefe, interpretado por Michael Shannon (“O Homem de Aço”). O destaque é a cena em que Shannon oferece “A Metamorfose”, de Franz Kafka, para Jordan ler, como prova da inutilidade da literatura, numa ironia desconcertante.

Baseado na influente trama distópica do escritor Ray Bradbury, originalmente publicada em 1953 – e que já virou um filme cultuado de François Truffaut em 1966 – , “Fahrenheit 451” se num futuro totalitário, em que as pessoas sofrem lavagem cerebral de programas de televisão idiotizantes e são proibidas de ler. Nesta sociedade, o trabalho do corpo de bombeiros é um dos mais importantes, responsável por incendiar bibliotecas e qualquer resquício de cultura antiquada. O nome da obra se refere à temperatura (451 em graus fahrenheit) da queima dos livros.

Enquanto no filme europeu dos anos 1960 todos os personagens eram brancos, a nova versão segue o bombeiro negro Montag (papel de Jordan), que passa a questionar a motivação dos subversivos para esconder livros. O elenco também inclui Laura Harrier (“Homem-Aranha: De Volta ao Lar”) como Millie, a mulher de Montag, cuja imersão nas mídias sociais e consumismo resultam num casamento distante, e Sofia Boutella (“A Múmia”) como Clarisse, uma apaixonada por literatura que desperta dúvidas no protagonista sobre o seu próprio trabalho.

O filme da HBO tem roteiro e direção de Ramin Bahrani (“A Qualquer Preço” e “99 Casas”) e estreia em maio.

Novo livro do autor de The Leftovers vai virar série na HBO

0

Marcel Plasse, no Pipoca Moderna

O canal pago HBO vai voltar a trabalhar com o autor de “The Leftovers”, Tom Perrotta, em uma nova série. Mas desta vez será uma produção de comédia.

Intitulada “Mrs. Fletcher”, a série, que teve encomenda formal de 1ª temporada, será baseada no livro homônimo de Perrota, publicado no ano passado.

O papel-título será desempenhado por Kathryn Hahn (“Perfeita é a Mãe!”) e o primeiro episódio terá direção da cineasta indie Nicole Holofcener (“À Procura do Amor”).

A comédia gira em torno de uma mãe e seu filho que, após ele ir para a faculdade, precisam lidar com a liberdade recém-descoberta. A premissa é descrita como uma história dupla de amadurecimento, ao mesmo tempo em que explora o impacto da internet e das mídias sociais em nossos relacionamentos mais íntimos.

Hahn interpreta Eve Fletcher, uma mulher divorciada que deixa seu único filho na faculdade e volta para sua casa muito vazia. Esperando reiniciar sua vida amorosa, ela adota uma personalidade sexy e descobre que seu mundo é repleto de possibilidades eróticas inesperadas – e algumas vezes complicadas.

Perrotta vai escrever os roteiros e produzir a comédia, ao lado de Nicole Holofcener e as produtoras Jessi Klein (série “Transparent”) e Sarah Condon (série “Looking”).

A encomenda de “Mrs. Fletcher” acontece menos de um ano após a HBO encerrar “The Leftovers”, também baseada num livro de Perrotta, após três temporadas. O escritor também foi creditado como um co-criador e produtor daquela série, ao lado de Damon Lindelof.

Além dessas séries, os livros de Perrota também já renderam filmes cultuados, como a comédia teen “Eleição” (1999) e o drama “Pecados Íntimos” (2006).

Game of Thrones | Séries derivadas já terão orçamentos colossais logo de cara, afirma executiva da HBO

0

Francesca Orsi garante que produções não funcionariam no custo dos anos iniciais do seriado original

Arthur Eloi, no Omelete

Os derivados de Game of Thrones continuam sendo um mistério, mas a HBO garantiu que eles não vão dever em nada ao programa original.

Falando durante um evento da INTV em Israel [via Hollywood Reporter], a executiva Francesca Orsi afirmou que os “sucessores” não funcionariam dentro do orçamento das primeiras temporadas de GoT. “$50 milhões por temporada não é o bastante para o que estamos tentando fazer. Queremos algo grande.”

Quanto a necessidade dos derivados, Orsi diz que a HBO ignorar o fenômeno de Thrones “seria conduta ilegal não continuar essa história.”

No começo de 2017, a HBO contratou quatro roteiristas diferentes para analisarem a mitologia dos livros e pensarem em diferentes seriados. São eles os roteiristas: Max Borenstein (Kong: Ilha da Caveira), Jane Goldman(Kingsman: O Círculo Dourado), Brian Helgeland (Lendas do Crime) e Carly Wray (Mad Men). Cada um trabalhará sozinho, com exceção de Goldman e Wray – ambos escreverão seus scripts com a assistência de Martin. Mais tarde, Bryan Cogman foi convidado para desenvolver o quinto projeto.

Vale lembrar que nem todos os projetos podem realmente se tornar séries, já que as produções estão em estágios iniciais. As séries derivadas não devem ser lançadas antes de 2020 – saiba mais.

Game of Thrones é exibida no Brasil pela HBO.

Estúdios estão interessados em transformar outros livros de George R.R. Martin em filmes

0

v-george-martin-marvel-760x428

Cesar Gaglioni, no Jovem Nerd

Em seu blog, George R.R. Martin revelou que está em Los Angeles para diversas reuniões. Além de conversar com a HBO sobre Game of Thrones e os spin-offs da série, o escritor se encontrou com executivos de alguns estúdios que estão interessados em adaptar alguns de seus livros.

Eu tive reuniões. A maioria foi com a HBO, coisas empolgantes e todas foram muito bem…e também reuniões com alguns grandes estúdios cinematográficos sobre possíveis adaptações de outros trabalhos meus. Tudo muito animador. Cruze os dedos da mão, cruze os dedos dos pés, talvez eu tenha boas notícias em breve.

Além da série As Crônicas de Gelo e Fogo, Martin escreveu diversas histórias de ficção científica e fantasia. Por enquanto, não sabemos quais delas podem ser adaptadas para a telona.

Mais detalhes devem chegar nos próximos meses.

Go to Top