Posts tagged ilustrações

HarperCollins lança pré-venda do livro ‘Os Filhos de Húrin’ de J.R.R. Tolkien

0

Miguel Oliveira, em O Vício

Continuando suas publicações do autor de O Senhor dos Anéis, J.R.R. Tolkien, a editora HarperCollins lançou a pré-venda do livro ‘Os Filhos de Húrin’, que além da capa dura, conta com um pôster para os fãs. Confira:

Depois da publicação de O Silmarillion, Os Filhos de Húrin é o trabalho seguinte de Christopher Tolkien como editor e curador dos manuscritos de seu pai, J.R.R. Tolkien. O livro é o terceiro dos Três Grandes Contos dos Dias Antigos e, assim como A Queda de Gondolin e Beren e Lúthien, conta com ilustrações de Alan Lee.Seis mil anos antes de o Um Anel ser destruído, a Terra-média é assombrada por Morgoth, o Primeiro Senhor Sombrio, senhor e mestre de Sauron. Húrin, um poderoso guerreiro da raça humana se recusa a trair os Elfos e, por isso, ele e sua família são amaldiçoados. Assim, os destinos de Túrin e de sua irmã Niënor são tragicamente entrelaçados. Em tom épico e trágico, a narrativa foi inspirada nas mitologias grega, finlandesa e escandinava. Seus personagens, reconhecivelmente humanos, seguem determinados a resistir, mesmo sem a menor esperança de triunfar.

Os livros contam com nova tradução e novo formato. Desta vez, eles são traduzidos por Reinaldo José Lopes, um leitor e fã de Tolkien. As novas edições prometem trazer vários aspectos que foram deixados de lado na tradução anterior, além de buscar por um tratamento merecido para a obra.

‘O Labirinto do Fauno’ ganha versão em livro

0


Foto: Divulgação

 

Adaptação para a literatura do filme de Guillermo del Toro chega em edição de luxo, que tem ilustrações e capa dura

Publicado no Destak Jornal

As melhores histórias ficam com seus criadores eternamente. É por isso que J.K Rowling, por exemplo, não consegue deixar o universo de Harry Potter de lado, ou porque J.R.R. Tolkien escreveu vários livros e contos sobre o universo da Terra Média. Com o cineasta Guillermo del Toro, o processo não é diferente. Quando a fábula “O Labirinto do Fauno” chegou aos cinemas, ainda em 2006, o sucesso de crítica e público foi imediato. A mistura entre fantasia, sonho e realidade construído del Toro era tão palpável, incrível e desejável que automaticamente aquele cenário ficou preso na cabeça das milhares de pessoas que acompanharam a história nas telas, mas também na mente do seu criador, que até hoje é referenciado pela mesma. É por isso que o livro homônimo, escrito pelo próprio diretor e por Cornélia Funke (também uma mestre em fantasia, como “Coração de Tinta” no seu portfólio), tem como objetivo adentrar esse universo, misturando contos com a narrativa da protagonista Ofélia, no filme vivida por Ivana Baquero.

“Era uma vez uma floresta no norte da Espanha” dá o pontapé inicial para o livro, assim como o filme. Mas as semelhanças nos meros detalhes não param por aí. Assim como a obra cinematográfica, a literária vem acompanhada de um visual impressionante, do momento que você abre o livro, até a forma como os contos são intercalados. A edição de luxo é feita com um papel especial e uma capa dura convidativa, fator que pode garantir a atenção de uma criança menos interessada por expandir tal universo ou acompanhar um livro mais ou menos extenso. Mas, assim como o longa de 2006, essa parte da história faz isso perfeitamente. Até mesmo os tons azulados tão presentes na imagem de del Toro são fundamentais aqui, sendo que o livro é completo de detalhes azuis e cheio de alusões às criaturas que assolam o Labirinto em si.

Um dos motivos pelo qual “O Labirinto do Fauno” ainda se mostra uma história tão necessária, mesmo após todos esses anos, é a essência de suas personagens femininas, que carregam desejos e sonhos diferentes entre si e, eventualmente, vêm de lugares diferentes. A protagonista Ofélia, por exemplo, tira essa característica das páginas que lê tão avidamente. Esse aspecto ainda é reforçado pelo livro, mas dessa vez são casos de seu passado que estão em pauta, ajudando a entender algumas decisões que tomaram lugar e forma durante o longa.

De contraponto com essas personagens está o capitão Vidal, uma figura que carrega em si uma personalidade simples, quase ignorante e que é repleta de um sentimento frio adquirido após anos vivendo sob um regime totalitário. Sua relação com Ofélia é algo aprofundado mais aqui, bem como seu machismo quase velado, e sua frieza.

No mundo de Guillermo del Toro, o cinismo não existe e o lugar dele agora abre espaço para metáforas, simbologias e uma mitologia muito rica e detalhada, algo que se mistura de forma homogênea com o surrealismo político e atemporal apresentado pelo cineasta mexicano. Algo que não falta no livro também. Dessa forma, del Toro e Funke fazem o que parecia impossível: o processo reverso de transformar um filme em literatura. A missão, no entanto, é bem sucedida. “São poucos e raros aqueles que sabem para onde olhar e o que escutar. Mas, assim como nas melhores histórias, são esses que fazem a diferença”, diz a última frase do livro. Não é à toa que a força-tarefa com dois escritores resgatou exatamente o sentimento exposto na sentença.

Os incríveis desenhos de J.R.R. Tolkien

0

Luciana Galastri, na Galileu

Ao falarmos de Tolkien e desenhos, você provavelmente lembrará dos belos mapas da Terra Média que acompanham as edições de O Hobbit e O Senhor dos Anéis. Mas a habilidade do ‘pai’ de Frodo e Bilbo com as artes visuais não se limita à cartografia. Usando técnicas variadas, o escritor ilustrou vários de seus escritos. Há desenhos da Montanha da Perdição, do Olho de Sauron e até do momento em que Bilbo escapa dos elfos da floresta em barris.

O livro J.R.R. Tolkien: Artist and Illustrator, ainda sem edição no Brasil, traz mais de 200 dessas obras, desde rascunhos até pinturas mais complexas. Confira algumas de nossas preferidas:

 

 

tolkien1

Smaug (Foto: Reprodução)

 

tolkien2

O portão de Mordor (Foto: Reprodução)

 

tolkien3

Bilbo escapa dos elfos (Foto: Reprodução)

 

tolkien4

O banquete dos trolls (Foto: Reprodução)

 

tolkien5

Luar em um bosque (Foto: Reprodução)

O novo livro de arte de League of Legends é incrível

0

promo_01-740x438

Publicado no Critical Hits

A Riot Games fez algo muito legal e bastante raro dentro do mundo dos games: lançou para os fãs um livro de arte de League of Legends de forma totalmente gratuita.

Geralmente, esses livros de arte são pagos e não é incomum eles fazerem parte de itens de pré-venda, mesmo que o jogos sejam distribuídos de forma digital, então essa ação é ainda mais impressionante.

Por falar em impressionante, as ilustrações inclusas nesse livro são sensacionais. Intitulado The Art of League of Legends, o livro pode ser navegado usando as setas do teclado, e cada imagem desse livro de arte pode ser salva, dando assim belos wallpapers para você usar.

Abaixo, eu trago algumas dessas imagens, as outras podem ser conferidas no livro na íntegra.

tenets_01-740x339

gnar_01-740x816 gangplank_01-740x623

 

esports_01-740x438

baron_01

ahri_01-740x642

Veja as ilustrações que J.K. Rowling fez de Harry Potter

0
(Via The Rowling Library)

(Via The Rowling Library)

 

Isabela Moreira, na Galileu

Que J.K. Rowling é uma escritora talentosa e inspiradora todos nós sabemos. Mas uma nova leva de ilustrações divulgados no Pottermore revela que além disso, ela leva jeito para desenhar.

Os desenhos mostram os bastidores do dia a dia de Hogwarts, bem como a forma que a autora imaginou seus próprios personagens. Confira:

Partida de quadribol

Partida de quadribol

 

ilustracao-jk1

O Pirraça atrapalhando os alunos

ilustracao-jk2

Aula de poções com Snape

 

ilustracao-jk3

Na Privet Drive

 

ilustracao-jk4

Harry com os Weasleys

 

ilustracao-jk5

Harry e os Dursleys

ilustracao-jk6

Espelho de Ojesed

 

(Foto: J.K. Rowling)

Go to Top