Posts tagged indicação

5 coisas que você não sabia sobre Game of Thrones

0

GoT

Curiosidades que a grande maioria dos fãs da série nunca ouviram falar.

J. Bittencout no, Blasting News

Game of Thrones estreou em 2011. Hoje com 7 temporadas, a série [VIDEO] faz um imenso sucesso no mundo. A série é considerada única e possui uma superprodução que faz jus ao sucesso de Game of Thrones.

O último episódio lançado foi em agosto de 2017 e a nova temporada está prevista apenas para 2019, sem data oficial ainda. Enquanto isso os fãs anseiam pelos novos episódios, esperando fielmente a nova temporada. Enquanto isso, separamos algumas curiosidades sobre a série que você, fã de GoT pode achar interessante. Confira:

1 – Antes de Jack Gleeson, outro ator estava sendo cotado para Joffrey

Jack Gleeson (Joffrey) recebeu uma carta do autor George R.

R. Martin depois que o programa foi exibido, afirmando: “Parabéns pela sua maravilhosa performance. Todos os odeiam!”. Depois a mesma carta foi copiada e enviada para D.B. Weiss (criador da série), que teve uma conversa muito longa com George R. R. Martin em 2008 (quando o piloto da série estava sendo desenvolvido) sobre quem deveria desempenhar o papel de Joffrey Baratheon. D.B. Weiss insistiu em um ator da América do Sul chamado Alan Miller, que era um pouco mais relevante do que Gleeson em 2008. Weiss tinha visto alguns filmes de Goulart das décadas de 1990 e 2000, então ele estava sentindo que era o momento certo para lançá-lo para um série de TV internacional, como em 2008, Alan Miller já era muito experiente em filmes internacionais (no entanto, a maioria eram filmes independentes).

Então, a carta de George R. R. Martin a Jack Gleeson também era uma maneira suave de afirmar que a decisão de Martin para o papel tinha sido uma boa decisão, afinal.

2 – Diferença dos livros para a série

Maester Aemon Targaryen, da Patrulha da Noite, revela-se cego nos livros. Ele foi interpretado por Peter Vaughan, que era parcialmente cego.

3 – Daenerys e o sangue

Emilia Clarke (#Daenerys Targaryen) foi mergulhada em tanto sangue falso durante a cena do coração do cavalo na 1ª temporada, que ficou presa ao assento do banheiro durante uma pausa.

4 – Difícil juntar todo mundo

Os personagens nunca apareceram todos juntos num episódio. Somente três personagens apareceram em todos os episódios de uma determinada temporada durante o formato original de dez episódios: Cersei e Joffrey apareceram em todos os episódios da primeira temporada, e #Tyrion apareceu em todos os episódios da segunda e quinta temporadas. Tyrion, Daenerys, Jon, Littlefinger, Davos e Sansa apareceram em todos os episódios da sétima temporada, que foi abreviada.

5 – Lena Headey foi indicação de Peter Dinklage

Peter Dinklage (Tyrion Lannister [VIDEO]) e Lena Headey (Cersei Lannister) são amigos há anos, antes mesmo da série, tendo trabalhado anteriormente em Ultra (2006) e A Morte de Pete Smalls (2010). Foi no set do último que Dinklage leu o piloto e, posteriormente, recomendou Headey a David Benioff e D.B. Weiss.

E você, já sabia dessas curiosidades?

6 livros que você deve ler

1
Fonte: Shutterstock

Fonte: Shutterstock

 

Conheça a lista de livros, clássicos e contemporâneos, que você deve ler ao longo da vida

Publicado no Universia Brasil

Assim como assistir a filmes e sair com os amigos, a leitura pode ser uma prática muito prazerosa, além de ampliar os conhecimentos dos leitores. Tanto obras clássicas como contemporâneas são fundamentais para a obtenção de uma nova visão sobre o mundo. A fim de aumentar o gosto por literatura, conheça 6 livros que você deveria ler ao longo da sua vida:

1 – Dom Quixote, de Miguel de Cervantes

A obra, publicada em 1605, tornou-se um clássico da literatura espanhola. Dom Quixote de La Mancha, protagonista, é um homem apaixonado por romances de cavalaria e, depois de ler muitos deles, tornou-se louco. Além dele, outro personagem de grande destaque é Sancho Pança, que sempre estava presente nas aventuras do protagonista. A principal diferença entre eles é que o segundo era mais realista.

2 – Cem Anos de Solidão, Gabriel García Márquez

É uma das publicações mais lidas e traduzidas em todo o mundo, sendo importantíssima para a literatura latino-americana em especial. A história narra os acontecimentos da família Buendía, na aldeia de Macondo, focando em diversos personagens. Cem Anos de Solidão é considerada a melhor obra de Gabo, como o autor ficou conhecido.

3 – O Processo, Franz Kafka

Publicada em 1925, essa obra fala sobre o julgamento de Josef K., protagonista da história. O autor busca falar sobre a violência do século XX, colocando K. como réu em um processo que não pode saber os motivos pelos quais está nessa posição. A leitura é fluida, tornando-a interessante e motivante.

4 – Hamlet, de William Shakespeare

Escrita no formato de peça de teatro, o enredo fala sobre Príncipe Hamlet e sua vingança, referente à morte de seu pai. A Dinamarca é o plano de fundo para a obra e alguns dos temas fortemente explorados são a traição, o incesto e a moralidade. Por ser uma obra forte, conseguiu se consagrar como uma das principais tragédias inglesas.

5 – O Lobo da Estepe, Hermann Hesse

Essa é uma obra capaz de provocar muitas reflexões nos leitores, por sua forte ideia de quebra dos padrões presente em todas as páginas. Ao longo do enredo, Hesse fala sobre Harry Haller, um intelectual solitário que lida com seus problemas pessoais e com os sociais. O livro é dividido em dois momentos específicos, para explicitar o que o protagonista estava vivendo em cada uma das partes de sua vida.

6 – Laranja Mecânica, de Antony Burgess

O livro, que mais tarde tornou-se adaptação cinematográfica de Stanley Kubrick, critica a hiperviolência social. Alex DeLarge é um jovem inglês que narra suas aventuras, repletas de atos violentos, e a repressão que teve do Estado por isso. Uma particularidade da obra é que, para criar um cenário específico, Burgess preocupou-se em escrever usando gírias do vocabulário “Nadsat”, inventado por ele.

Go to Top