Canal Pavablog no Youtube

Posts tagged James Bond

Autor dos livros de 007 quer um negro no papel de Bond, mas recusa Idris Elba

0
Idris Elba

Idris Elba

Publicado no GCN

Após Daniel Craig revelar em entrevista à revista Esquire que o filme 007 Contra Spectre pode ser o último em que ele atuaria no papel do agente secreto, especulações começaram a respeito de quem poderia interpretar James Bond.

O escritor britânico Anthony Horowitz, que está trabalhando no próximo romance de 007, intitulado Trigger Mortis, afirmou que gostaria de ver um negro no papel do agente. A sugestão de Idris Elba (que protagonizou Mandela: Long Walk to Fredom e atualmente está na série Luther), entretanto, não seria a mais adequada na opinião de Horowitz. “Idris Elba é fantástico, mas eu posso pensar em outros atores negros que fariam melhor”, contou o escritor ao site Daily Mail. “Para mim, ele é muito bruto para o papel. Não é uma questão de cor. Eu acho que ele é provavelmente muito ‘da rua’ para ser Bond. É uma questão de ser suave? Sim.”, justificou Horowitz.

Ainda que nada esteja decidido a respeito de quem interpretará James Bond nos próximos filmes da franquia, pelo menos nos audiolivros o agente já é interpretado por um negro. David Oyelowo, que fez o papel de Martin Luther King Jr. em Selma, dará voz a 007 no livro que Horowitz está escrevendo.

007 vai ganhar série regular nos quadrinhos depois de 20 anos

0

Lançamento aproveita a estreia de 007 Contra Spectre nos cinemas.

Eder Augusto de Barros, no SuperNovo

Segundo o CBR, a Dynamite Entertainment vai lançar no dia 4 de novembro nos EUA uma nova série regular do agente secreto britânico 007 depois de 20 anos longe dos quadrinhos. A revista que levará o nome de James Bond – 007 terá roteiros de Warren Ellis e Jason Masters. A primeira edição terá uma leva de capas alternativas desenhadas por Dom Reardon, Jock, Gabriel Hardman, Stephen Mooney, Dan Panosian, Francesco Francavilla e Glenn Fabry.

 

O primeiro arco, chamado de VARGR, vai mostrar James Bond voltando a Londres para assumir tarefas de outro agente double zero morte em serviço. O roteirista Warren Ellis comentou oficialmente a nova aposta da Dynamite e disse que vai se inspirar no James Bond de raíz, James Bond moleque, aquele dos livros de Ian Fleming:

O James Bond de Ian Fleming é um ícone, e é um prazer contar narrativas visuais com o Bond original dos livros, brutal e cheio de cicatrizes.

A primeira capa, e as versões alternativas, já foram divulgadas, e você vê abaixo. O movimento da Dynamite é uma clara oportunidade de impulsionar o lançamento com o filme 007 Contra Spectre que chega aos cinemas exatamente no dia 5 de novembro.

james-bond-1-capa6-444x682

Nova aventura literária de James Bond será publicada em 26 de setembro

0

Daniel Craig em cena do filme “007 Operação Skyfall”
Imagem : www.hollywoodreporter.com

Publicado no Swissinfo.ch

A nova aventura literária de James Bond, escrita por William Boyd, chegará às livrarias no dia 26 de setembro, como parte das comemorações de 60 anos da publicação do primeiro livro de Ian Fleming com o agente 007.

O livro, do qual não foram revelados muitos detalhes, chegará simultaneamente às livrarias de vários países do mundo, incluindo Reino Unido e Estados Unidos, informou Jonathan Cape em um comunicado conjunto com a Ian Fleming Publications, proprietária dos direitos autorais.

“O título e o argumento do livro continuam sendo um segredo guardado com zelo, mas está confirmado que a história se passa em 1969 e apresenta um 007 levemente mais velho, aos 45 anos”, afirma o texto.

Boyd, autor de livros como “A Good Man in Africa”, “Armadilho”, “Tempestades Comuns” e, mais recentemente, “À Espera do Amanhecer”, optou por voltar a um Bond “mais clássico” nesta história do que quando anunciou sua colaboração, que chamou de “desafio único”.

O autor britânico nascido em Gana é o terceiro escritor convidado nos últimos cinco anos pela fundação Ian Fleming para escrever um lvbro sobre o famoso espião britânico, depois do americano Jeffery Deaver (“Carta Blanca”, 2011) e do britânico Sebastian Faulks (“Devil May Care”, 2008).

Fleming, morto em 1964, apresentou em 1953 ao mundo o agente secreto em “Casino Royale”, o primeiro de seus 14 livros, que iniciou uma saga lucrativa que vendeu mais de 100 milhões de livros em todo o mundo.

A série também foi adaptada com grande sucesso para o cinema, arte na qual celebrou 50 anos em 2012 com a estreia do 23º longa-metragem, “Skyfall”, a maior bilheteria da história no Reino Unido.

Livro revela segredos do guarda-roupa da rainha Elizabeth II da Inglaterra

0

Imagem Google


France Presse, no G1

Da confecção ultrasecreta do modelo que utilizou no encontro com James Bond na abertura das Olimpíadas de Londres 2012 até os pesos colocados nas bainhas de suas saias para evitar voos inconvenientes, um livro revela alguns segredos do vestuário da rainha Elizabeth II.

Em ‘Dressing the Queen’ (‘Vestindo a rainha’, em tradução livre), lançado nesta segunda-feira, a personal stylist da soberana desde 2002, Angela Kelly, conta em primeira pessoa alguns dos detalhes do estilo meticulosamente cuidado da que continua sendo, com 86 anos, uma das mulheres mais fotografadas do mundo.

Kelly explica que trabalhou durante vários meses, em estreita colaboração com o diretor Danny Boyle, para criar o famoso vestido de renda e contas de cristal de cor pêssego que a rainha utilizou em agosto na cerimônia inaugural dos Jogos Olímpicos.

A personal stylist confessa que nem mesmo os outros estilistas do palácio sabiam por que estavam fazendo duas versões do mesmo vestido, um para a verdadeira monarca e o outro para o dublê que rodou a cena na qual Elizabeth II saltava de paraquedas sobre o estádio a partir de um helicóptero.

Kelly revelou que outra escolha fundamental foi a cor do traje, que tinha que se destacar durante a queda noturna da rainha de paraquedas e não podia se associar com nenhum país participante em particular.

Mas a equipe de estilistas da rainha está acostumada a pensar em todo tipo de detalhes em função de seus compromissos, como demonstram os dois anos de trabalho gastos para criar seu vestuário para o 60º aniversário de sua ascensão ao trono, marcado neste ano por diversas cerimônias.

Para o clímax das celebrações, a majestosa procissão fluvial liderada pela rainha no início de junho – realizada em meio ao frio e a uma intensa chuva -, Kelly criou um vestido com casaco combinando inspirado em sua antepassada Elizabeth I, e teve a feliz ideia de incluir uma pashmina.

‘Nunca pensamos que o tempo estaria tão ruim, mas estou feliz por termos dado a ela um pouco de proteção da chuva e do vento’, escreveu em seu livro.

Entre outros detalhes, Angela Kelly tambem descreve que a soberana não utiliza chapéu a partir das seis da tarde e que às vezes pede para que sejam colocados pesos nas bainhas de suas saias.

‘A rainha realiza uma ampla gama de compromissos, muitos dos quais ao ar livre, onde um vento inesperado pode provocar constrangimentos’, afirma neste livro com fotografias e esboços que está disponível por 24,95 libras (40 dólares, 31 euros).

Go to Top