Posts tagged Joe Hill

Faun | Netflix adquire direitos de conto inédito de filho de Stephen King

0

Bruno Tomé, no Observatório do Cinema

A Netflix venceu um leilão contra outros três estúdios e adquiriu os direitos de Faun, conto inédito de Joe Hill, escritor que é filho de Stephen King. A plataforma de streaming transformará a história em um filme.

Michael Sugar e Ashley Zalta ficam com a produção, através da Sugar23. Jeremy Slater (The Umbrella Academy) ficará com o roteiro.

A história de Faun será lançada apenas na primavera, em uma coletânea de contos de Joe Hill. O autor já divulgou uma sinopse da trama, que envolve um jogo chamado de O Mais Perigoso Game.

No mundo de Faun, as portas para mundos como Hogwarts, Nárnia e País das Maravilhas se abrem para todos. É assim que os homens enxergam uma possibilidade de fazer fortuna, oferecendo espaços para jogos reservados ou o empréstimo de criaturas mágicas.

A história segue o multi-milionário Tip Fallows, um caçador recreativo que quer desafios mais interessantes. É quando ele encontra Stockton, outro caçador rico e com uma oferta misteriosa para uma jornada. Os dois precisam apenas pagar US$ 250 mil para entrar em uma casa rural no Maine. É assim que começa uma aventura sobrenatural dentro de O Mais Perigoso Game.

Faun ainda não tem previsão de estreia na Netflix.

Uma das histórias mais perturbadoras de Stephen King ganha filme pela Netflix

0

Victor Tadeu, no Desencaixados

Com acordo firmado desde agosto do ano passado, um dos atores mais renomados do mundo em quesito terror e horror estará lançando mais uma adaptação de sua história pela Netflix. In the Tall Grass é o próximo título do escritor junto com Joe Hill, seu filho, a ser lançada pela plataforma de streaming.

Contando com Patrick Wilson (“Conjuring”), Laysla De Oliveira e Harrison Gilbertson no elenco, o filme conta a história de um irmão e uma irmã na fase da adolescência realizando uma viagem de carro. Porém, entram em uma alta mata para ir até um auxílio de meninos coisas estranhas começam a acontecer, o tempo e o espaço misteriosamente tornam-se diferentes por uma força desconhecida.

Esta história de Stephen King conta com a colaboração do seu filho Joe Hill, a data de estreia está agendada para ser este ano.

A produção já afirmou que este pretende ser um dos longas mais perturbadores do escritor, inclusive Vincenzo Natali, o diretor da adaptação, revelou para um site estrangeiro que o filme torna-se aterrorizante pelo fato de a grama ser um labirinto e, ao mesmo tempo, guardar tantos segredos inimagináveis.

Além disso, ele também afirmou que esta é uma das histórias mais agoniante de King, pois nunca imaginou que grama poderia dar tanto medo como sentiu durante a leitura da história, mesmo ele tendo muito conhecimento e experiência na área.

Com um elenco de sucesso e mais uma parceria produtiva com a Netflix, In the Tall Grass pretende ser mais uma adaptação cinematográfica de sucesso do escritor em parceria com a plataforma de streaming.

Stephen King teve outras histórias adaptadas pela empresa, sendo elas Jogo Perigoso e 1922.

Conheça os livros que vão virar filme em 2015

1

Conheça os livros que vão virar filme em 2015

Fábio Mourão, no Dito pelo Maldito

Sempre que é anunciado uma nova adaptação de um livro para o cinema, os adeptos de ambas artes podem se ver diante do seguinte dilema: Correr para ler o livro antes de assisti-lo, ou esperar para assistir o filme de duas horas, pular os dias de leitura e correr o risco de ter que lidar com as discrepâncias que sempre ocorrem entre as duas versões da história. Você escolhe.

Eu já disse por aqui que sou do tipo que adia o filme enquanto puder, na esperança de conseguir tempo livre para ler o livro antes. Porque depois que eu assisto o filme, fico completamente desmotivado em ler o livro e rever a mesma história. Salvo raras exceções.

Mas a verdade é que, mesmo que o fato do ‘Livro ser sempre melhor que o Filme que fizeram dele’ seja uma lei universal, e as diferenças apresentadas nas adaptações, muitas vezes, causarem raiva e arrancar lágrimas dos leitores mais fanáticos, a gente simplesmente não consegue deixar de assistir o filme que estragou o nosso livro favorito,… Mesmo que alguns autores discordem e insistam que certos filmes melhoraram seus livros.

Para compartilhar este sentimento com nossos leitores, separamos aqui alguns filmes que vão virar filmes no próximo ano de 2015. Mas não nos culpe se algum, personagem, cenário ou contexto for alterado quando chegar aos cinemas.

Sniper Americano, de Chris Kyle

✔ Sniper Americano, de Chris Kyle
O perturbador relato autobiográfico do atirador mais letal da história das forças armadas norte-americanas!

Ao longo de uma década de serviço, incluindo diversas incursões ao Iraque e a outras zonas de combate durante o auge da chamada Guerra ao Terror, Chris Kyle, atirador de elite dos Seals, alcançou o recorde de mais de 150 mortes confirmadas pelo Pentágono.
No livro, ele fala abertamente dos sofrimentos da guerra, da morte brutal de alguns companheiros, da ação como atirador e da frieza e precisão que desenvolveu ao longo do serviço, lançando luz não só sobre a perturbadora realidade dos combatentes como também sobre a extrema dificuldade da readaptação dos que retornam ao lar.

Em 2013, Chris Kyle foi assassinado a tiros por um veterano da guerra do Iraque que sofria de estresse pós-traumático, e sua história chega as telas dos cinemas em 2015 em filme homônimo ao livro, dirigido por Clint Eastwood e estrelado por Bradley Cooper.

A Vingança Da Baleia, de Nathaniel Philbrick

✔ A Vingança Da Baleia, de Nathaniel Philbrick
Ninguém imaginava que uma baleia pudesse se vingar de uma perseguição. Mas foi o que aconteceu, em 1820, quando um cachalote atacou, a golpes de cabeça, o navio baleeiro Essex até afundá-lo. Os caçadores, muitos deles adolescentes, viram-se abandonados em três frágeis botes na imensidão do oceano Pacífico. O famoso naufrágio inspirou o clássico de aventura Moby Dick, de Herman Melville, e A vingança da baleia reconstitui a história real desses jovens que, durante três meses, navegaram milhares de milhas em busca de salvação.

Os rigores da natureza, da fome e da sede submeteram os náufragos a sofrimentos terríveis, levando-os aos limites da loucura. O desespero chegou ao extremo: famintos, foram obrigados a se alimentar dos corpos de seus próprios companheiros. Sua luta heróica, recontada quase dia-a-dia, levanta questões sobre o valor da solidariedade e os limites da resistência humana.

A história está sendo trazida para a tela por Ron Howard e possui um elenco impressionante, com Chris Hemsworth, Cillian Murphy, Ben Whishaw e Brendan Gleeson. O primeiro trailer saiu recentemente e deu a entender que será uma aventura épica.

Perdido em Marte, de Andy Weir

✔ Perdido em Marte, de Andy Weir
Há seis dias, o astronauta Mark Watney se tornou a décima sétima pessoa a pisar em Marte. E, provavelmente, será a primeira a morrer no planeta vermelho. Depois de uma forte tempestade de areia, a missão Ares 3 é abortada e a tripulação vai embora, certa de que Mark morreu em um terrível acidente.

Ao despertar, ele se vê completamente sozinho, ferido e sem ter como avisar às pessoas na Terra que está vivo. E, mesmo que conseguisse se comunicar, seus mantimentos terminariam anos antes da chegada de um possível resgate. Ainda assim, Mark não está disposto a desistir. Munido de nada além de curiosidade e de suas habilidades de engenheiro e botânico – e um senso de humor inabalável -, ele embarca numa luta obstinada pela sobrevivência.

Para isso, será o primeiro homem a plantar batatas em Marte e, usando uma genial mistura de cálculos e fita adesiva, vai elaborar um plano para entrar em contato com a Nasa e, quem sabe, sair vivo de lá. Com um forte embasamento científico real e moderno, Perdido em Marte é um suspense memorável e divertido, impulsionado por uma trama que não para de surpreender o leitor.

O Silêncio, de Shusaku Endo

✔ O Silêncio, de Shusaku Endo
O Silêncio é o mais aclamado dos romances escritos por Shusaku Endo. É uma história ficcional, mas baseada em fatos de um missionário idealista, o jesuíta português Sebastião Rodrigues.

No fim da década de 1630, ele embarca para o Japão para ajudar os cristãos locais brutalmente oprimidos, e descobrir a verdade sobre seu antigo mentor, um teólogo que segundo os rumores, teria recusado o martírio glorioso e escolhido a apostasia. Rodrigues, depois de confrontado com a realidade da perseguição religiosa, tem ele mesmo de fazer uma escolha terrível: abandonar seu rebanho ou seu Deus.

Publicado pela primeira vez em 1966 no Japão, O Silêncio fez enorme sucesso, colocando o cristianismo em discussão, não só entre os japoneses como entre os próprios cristãos. O êxito mundial de O Silêncio, assim como a força do seu enredo, motivou o renomado cineasta Martin Scorsese, que escreveu um prefácio para a obra, a assumir a direção da adaptação para o cinema.

Invencível: Uma História Real de Coragem..., de Laura Hillenbrand

✔ Invencível: Uma História Real de Coragem…, de Laura Hillenbrand
Nesta curiosa história de “Louie” Zamperini, hoje palestrante motivacional, um homem que superou obstáculos com esperança, determinação e bom humor. Quando criança, foi um rebelde incorrigível. Adolescente, canalizou a rebeldia no atletismo e descobriu um talento que o levou às Olimpíadas de Berlim, em 1936, e à perspectiva de ganhar uma medalha de ouro nos Jogos seguintes. Mas com o início da guerra, Zamperini foi obrigado a desistir de seu sonho.

Em maio de 1943, Louis partiu em uma missão de resgate. Em algum ponto do Pacífico, os motores de seu avião pararam de funcionar. A aeronave caiu no oceano, deixando Louis e dois outros homens confinados a um pequeno bote. Vagando por semanas e milhares de quilômetros, enfrentaram fome e sede desesperadores, tubarões pulando no bote, um ataque de um bombardeiro japonês e um tufão com ondas gigantes. Finalmente avistaram uma ilha, e, conforme remavam até ela, sem perceberem, um navio militar japonês se aproximava. A jornada de Louis tinha apenas começado.

Invencível é o relato da ousadia, persistência e ingenuidade de um homem que se recusou a ser vencido, em uma biografia premiada e assinada por uma autora reconhecida por seu material de não-ficção. Seu outro livro, muito elogiado, é “Seabiscuit”, sobre um cavalo de corridas, e cuja adaptação para o cinema concorreu a vários Oscar.

As Aventuras do Caça-Feitiço – O Aprendiz, de Joseph Delaney

✔ As Aventuras do Caça-Feitiço – O Aprendiz, de Joseph Delaney
Thomas Ward é o sétimo filho de um sétimo filho e se tornou aprendiz do Caça-Feitiço. A missão é árdua, o Caça-Feitiço é um homem frio e distante, e muitos aprendizes já fracassaram. De alguma forma, Thomas terá de aprender a exorcizar fantasmas, deter feiticeiras e amansar ogros. Quando, porém, é enganado e cai na armadilha de libertar Mãe Malkin, a feiticeira mais malévola do Condado, tem início o horror… e uma grande aventura.

O Aprendiz, primeiro livro da série de fantasia As aventuras do Caça-Feitiço, escrito por Jospeh Delaney (e traduzido pela prestigiada Lia Wyler, responsável pelo texto em português da saga de Harry Potter), que já vendeu centenas de milhares de exemplares em todo o mundo, é uma história repleta de emoção e muitos, muitos sustos. Vai virar filme com o nome de “O Sétimo Filho” e um elenco que inclui Jeff Bridges, Julianne Moore, Kit Harington e Ben Barnes.

O Pacto, de Joe Hill

✔ O Pacto, de Joe Hill
Ignatius Perrish e Merrin Williams se conheceram muito jovens e o amor que nasceu entre eles era tudo o que duas pessoas podiam desejar na vida. O que não imaginavam era que, depois de quase uma década, sua história estaria fadada a terminar numa terrível tragédia.

Merrin foi estuprada e morta em condições inexplicáveis e todas as suspeitas recaíram sobre Ig. Após um ano vivendo num purgatório de sofrimento e solidão, ele acorda certa manhã com uma enxaqueca terrível e descobre algo aterrador: havia criado chifres durante a noite.

A primeira coisa que pensa é que se trata de uma alucinação, fruto de sua mente perturbada e deprimida. Mas logo percebe que os chifres são reais e têm o poder de impelir as pessoas a confessar seus pecados. O filme chega ao Brasil no início do ano que vem com o nome de “Amaldiçoado”.

Resenha : Nosferatu

0

Mariana Dal Chico, no Psychobooks

Hoje vou comentar sobre o livro Nosferatu do autor Joe Hill, lançado no Brasil pela Editora Arqueiro.

nosferatu

Nosferatu

skoobJoe Hill

 
Tradutor: Fernanda Abreu
arqueiroEditora: Arqueiro
Páginas: 624
ISBN: 8580412978
Publicação: 2014

 
Compre:
americanassubmarinobutton_saraiva[1]culturafnacamazon

Sinopse:

Victoria McQueen tem um misterioso dom – por meio de uma ponte no bosque perto de sua casa, ela consegue chegar de bicicleta a qualquer lugar no mundo e encontrar coisas perdidas. Vic mantém segredo sobre essa sua estranha capacidade, pois sabe que ninguém acreditaria. Ela própria não entende muito bem.
Charles Talent Manx também tem um dom especial. Seu Rolls-Royce lhe permite levar crianças para passear por vias ocultas que conduzem a um tenebroso parque de diversões – a Terra do Natal. A viagem pela autoestrada da perversa imaginação de Charlie transforma seus preciosos passageiros, deixando-os tão aterrorizantes quanto seu aparente benfeitor.
E chega então o dia em que Vic sai atrás de encrenca… e acaba encontrando Charlie.
Mas isso faz muito tempo e Vic, a única criança que já conseguiu escapar, agora é uma adulta que tenta desesperadamente esquecer o que passou. Porém, Charlie Manx só vai descansar quando tiver conseguido se vingar. E ele está atrás de algo muito especial para Vic.

Comentários

Esse é o terceiro livro que leio do autor e a primeira coisa que me impressionou foi o tamanho dele! Os dois anteriores tinham 240 páginas (A Estrada da Noite) e 320 páginas (O Pacto).

nosferatu-1

Enredo

Vic é uma garotinha especial que depois de ter ganhado uma bicicleta no aniversário, descobriu que com ela poderia entrar em uma ponte perto de um bosque em sua casa e sair em qualquer lugar que desejasse para encontrar coisas perdidas. Vic não entende muito bem esse dom e o mantém em segredo por vários anos. Conforme vai crescendo, ela tende a acreditar que suas aventuras não passavam de fantasias infantis.
Charles Manx também tem um dom especial, seu carro permite que ele leve crianças por estradas ocultas e perversas da sua imaginação transformando seus passageiros em criaturas tão aterrorizantes quando o motorista, antes de chegarem à Terra do Natal.
Quando adolescente, Vic briga com a mãe e sai atrás de encrenca, ela acaba encontrando Charles e ela é a única criança que conseguiu escapar com vida. Agora adulta, ela quer desesperadamente esquecer o que aconteceu, mas Charlie só vai descasar depois de conseguir se vingar.

nosferatu-2

Narrativa e Desenvolvimento do Enredo

Narrado em terceira pessoa sob o ponto de vista de diversos personagens, percebi um amadurecimento considerável na escrita do autor se comparado com os livros anteriores.
O livro é repleto de ação e reviravoltas, mas não se engane, o ritmo de leitura é lento com evolução gradual e vários ápices. A linha do tempo descontinuada se encaixa perfeitamente na narrativa e não confunde o leitor.
Uma característica que é muito forte do Stephen King e que percebi no texto do Joe Hill é o ‘mini spoiler’, que é mais ou menos assim: ‘fulaninha comeu um pedaço de maçã sem saber que seria sua última refeição’, o autor já está nos contando que a personagem vai morrer antes mesmo de acontecer. Esse artifício acaba funcionando para aumentar a curiosidade do leitor, sem estragar as surpresas do enredo geral.
Mais uma característica do King que está presente nesse livro do Hill é o excesso de descrição e o detalhamento de cada personagem que aparece. O ritmo de leitura fica mais lento pela quantidade de informações, que nem sempre são relevantes para o enredo principal.

nosferatu-3

Personagens

O desenvolvimento dos personagens é incrível, todos estão ali por um motivo e o autor não usa coadjuvantes como meros acessórios.
O livro acompanha vários anos da vida de Vic, a conhecemos ainda crianças, acompanhamos sua adolescência, suas dificuldades no começo da vida adulta e seu amadurecimento. Sua vida foi uma montanha russa com altos e baixos, o que passa credibilidade, pois na vida não temos apenas sofrimento ou alegrias, temos momentos de um e outro.

nosferatu-4

Concluindo

A história é boa e bem contada, mas em alguns momentos fiquei com a sensação de estar lendo uma tentativa de cópia do estilo King e ainda não sei se gosto disso. Nos livros anteriores todos esses elementos não existiam. Acho que na tentativa de melhorar o texto, Hill acabou perdendo seu estilo próprio e se confundiu com o do pai.
Leitura recomendada para quem gosta de uma boa história de suspense/terror, com personagens bem desenvolvidos, muitas referências na narrativa e um ritmo de leitura mais tranquilo.

nosferatu-5

(…) Era como se a chuva gelada da noite anterior tivesse sido absorvida por sua pele, entrado em seu sangue e a tornado de algum modo mais fria. Ela ansiava por isso, por uma frieza interior, uma imobilidade gélida e perfeita – um frio que anestesiasse todas as suas sensações ruins, que congelasse em um instante todos os pensamentos maus.
(Página 129)

estrelas

Playlist

  • Pearl Jam – Alive
  • Arctic Monkeys – Fake Tales Of San Franci
  • Kaiser Chiefs – Coming Home
Go to Top