Canal Pavablog no Youtube

Posts tagged Leitura de Bolso

Projeto envia literatura a custo zero para aplicativo Whatsapp

0
Uma vez cadastrado, o usuário recebe textos diários, que chegam cedo pela manhã para atender quem desejar ter acesso à literatura no caminho para o trabalho. (Divulgação)

Uma vez cadastrado, o usuário recebe textos diários, que chegam cedo pela manhã para atender quem desejar ter acesso à literatura no caminho para o trabalho. (Divulgação)

 

Para estimular a leitura rápida, o “Leitura” investe em textos curtos que são mandados para o telefone através do serviço de mensagens instantâneas Whatsapp a custo zero

Lucas Jardim, no A Critica

Quando foi a última vez que você leu um livro? Caso você não se lembre, é provável que faça muito tempo e você não está sozinho nessa.

Uma pesquisa feita pela Federação do Comércio do Rio de Janeiro (Fecomércio-RJ) este ano deu conta de que sete entre dez brasileiros não leram um livro sequer em 2014 e os que leram, o fizeram menos do que em anos anteriores.

Um dos vários fatores apontados pela pesquisa que pode ter levado a esse resultado é a crescente facilidade no uso da internet, popularizada como nunca antes através dos smartphones.

INTEGRAÇÃO

Em vez de vê-los como inimigos, funcionários de uma agência de publicidade decidiram integrar o smartphone no padrão de leitura das pessoas.

Essa é a ideia por trás do “Leitura de Bolso”, projeto idealizado e apoiado pela agência Isobar. Criado em novembro, ele já possui mais de 10.500 inscritos.

“Nós ficamos impressionados com o número de brasileiros que não leu nenhum livro em 2014 e 2015. Tentamos entender porque isso acontece e como poderíamos mudar essa situação. Para estimular a leitura, mesmo que ela comece apenas com 5 minutos diários, resolvemos unir a tecnologia com a cultura. Nosso sonho é que esses novos leitores aumentem para 10, 20, 30 minutos de leitura por dia”, disse Mateus Braga, diretor executivo de criação da agência em Brasília, que enfatizou que a resposta dos inscritos tem sido muito positiva.

LEITURA RÁPIDA

Para estimular essa leitura rápida, o “Leitura” investe em textos curtos que são mandados para o telefone da pessoa através do serviço de mensagens instantâneas Whatsapp a custo zero.

Uma vez cadastrado, o usuário recebe textos diários, que chegam cedo pela manhã para atender quem desejar ter acesso à literatura no caminho para o trabalho.

Mateus explica o mote é que a iniciativa promova a leitura ao mesmo tempo em que permite a exposição de novos talentos, uma vez que o projeto não envolve custo para os escritores, nem para os usuários e nem para os desenvolvedores.

“Queremos mostrar para os leitores que todo mundo pode ter um livro no bolso. E que ninguém precisa de muito tempo para conseguir ler um livro completo. Basta a leitura fazer parte da rotina e ser algo prazeroso. Para o escritor, são mais de 10.000 novos leitores conhecendo o trabalho dele. Tanto no site quanto no próprio WhatsApp há maneiras dos leitores conhecerem mais sobre o trabalho desse autor e comprar seus livros”, explicou o diretor de criação.

APOSTANDO

Um dos atraídos pela proposta do “Leitura” foi o autor brasiliense Roberto Klotz, que fez do seu terceiro livro, “Quase Pisei!”, o primeiro lançamento da plataforma digital.

“É senso comum que a publicação do livro é a realização para o escritor. Entretanto, mesmo os escritores novatos logo percebem que o trabalho não terminou com a edição. São precisos distribuição, marketing e vendas ou um enorme espaço sob a cama para estocar as caixas de livros. Então a possibilidade de conseguir divulgação levou a apostar no projeto”, contou.

Segundo o autor, o livro já existia antes do projeto, mas a recepção no “Leitura” deixou boas impressões. “As vendas na noite de lançamento superaram as expectativas graças à grande divulgação – e, apesar de não ter bancado a edição, vendi o suficiente que a bancaria. O lançamento no Whatsapp me surpreende pelo retorno na quantidade de elogios e mensagens”, relembrou Roberto.

FUTURO

Com as expectativas de todos os envolvidos no projeto superadas, Mateus contempla a integração de conteúdo audiovisual no “Leitura” no futuro, no entanto, diz que sua agência está focando no principal diferencial do projeto, o texto.

“Estamos convidando novos escritores para (mais…)

Este projeto quer que você leia todo dia o melhor da literatura pelo WhatsApp

1

Smartphone chat notifications concept

Caio Delcolli, no Brasil Post

O projeto Leitura de Bolso quer incentivar os brasileiros a lerem mais. Como? Simples: enviando diariamente pelo WhatsApp trechos de textos de escritores convidados que você pode ler em até cinco minutos.

Segundo pesquisa da Federação do Comércio do Rio de Janeiro (Fecomércio-RJ), sete em cada dez brasileiros não leram pelo menos um livro em 2014.

O Leitura de Bolso sugere uma solução para isso no site oficial: “As pessoas não leem por medo da quantidade das páginas dos livros. E é por isso que vamos aos poucos”.

Para receber sua pequena dose diária de literatura, basta se cadastrar no site. Músicas, vídeos e imagens farão parte do conteúdo.

Não precisa baixar nenhum aplicativo ou ir a uma biblioteca ou livraria. Além disso, seu número de telefone será mantido sobre sigilo e você não receberá propagandas.

Os autores convidados escreverão em um formato exclusivo para o projeto, com trabalhos inéditos ou não.

A ideia é do escritor Roberto Klotz, de Brasília (DF), que será o primeiro a contribuir enviando um texto.

Mais um motivo para não largar do celular?

honeybo_o_celular

Go to Top