Posts tagged leituranovagão

Projeto incentiva leitura no VLT

0
Projeto Leitura no vagão chega ao VLT - Divulgação / Centro de Operações Rio (COR)

Projeto Leitura no vagão chega ao VLT – Divulgação / Centro de Operações Rio (COR)

Cerca de 80 livros estarão disponíveis nos assentos de um vagão nesta terça-feira

Publicado em O Globo

RIO – O projeto Leitura no Vagão chega ao Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT). A partir das 11h desta terça-feira, 80 livros estarão disponíveis nos assentos de uma das composições. Se você encontrar um livro com essa identificação, pode pegar, levar para casa e ler à vontade. Mas não esqueça de devolvê-lo em um lugar público após a leitura.

O objetivo do projeto, que surgiu em São Paulo e que já acontece no metrô do Rio, é incentivar as pessoas a deixarem um pouco de lado os smartphones e se dedicarem à leitura no trajeto para o trabalho ou para casa, para que elas possam aproveitar, de forma produtiva, o tempo de locomoção.

Criado pelo desenvolvedor de softwares Luís Fernando Tremonti, o projeto funciona da seguinte maneira: um livro é deixado no banco para que um usuário distraído possa lê-lo durante seu percurso no metrô. A ideia que a pessoa leia, tire uma selfie com o livro e use a hashtag #leituranovagao para relatar curiosidades sobre a obra. Depois disso, o livro deve ser passado para frente para que outros possam ler.

Jovem distribui livros para usuários do metrô de SP

0
Fernando deixa obras em bancos de vagão do metrô

Fernando deixa obras em bancos de vagão do metrô

Publicado no Quem Inova

“Tenho a filosofia de vida de transformar o ambiente que estou em um lugar melhor: em casa, no trabalho, no futebol com os amigos.” Foi assim que o especialista em sistemas de informação Fernando Tremonti, 27 anos, teve a ideia de mudar para melhor o dia a dia de quem usa o metrô em São Paulo.

Em agosto de 2014, o desenvolvedor de softwares reuniu livros e os deixou em um vagão. Se ele, fazendo ida e volta o trajeto Barra Funda – República – Vila Madalena, que soma sete estações, tinha condição de ler dois livros por semana, por que não proporcionar o mesmo benefício aos outros usuários?

Fernando fez um folder, em que explicava a proposta do projeto Leitura no Vagão. Nele, dizia que a pessoa poderia levar o livro e, quando terminasse de ler, o deixasse novamente em um dos bancos, acompanhado do folder.

O que começou com uma obra aqui e outra lá se multiplicou. Nas contas de Fernando, foram cerca de 10 mil livros deixados nos vagões. E inclui agora ações especiais, em que um trem recebe um exemplar por banco.

Boa parte, explica ele, vem de doações. “Há muitas pessoas que gostam de ler e se propõem a ajudar”, diz ele, destacando que todo apoio é bem-vindo.

O jovem acompanha os resultados pelas redes sociais. No panfleto que inclui no livro, ele incentiva os leitores a postarem a experiência com a hashtag #leituranovagão.

“Tento proporcionar a mudança de hábito de leitura e impactar para melhor a vida das pessoas”, resume.

Go to Top