Laiza Kertscher, no CifraClubNews

Paul ficou surpreso ao ver Beatles em livros de História

Paul ficou surpreso ao ver Beatles em livros de História

Mesmo ciente da influência dos Beatles na história da música, Paul McCartney ainda se surpreende ao saber que a carreira do grupo integra livros de História usados em escolas.

“Saber – como eu soube há alguns anos – que os Beatles estavam nos livros de História dos meus filhos? Eu fiquei tipo ‘O quê? Inacreditável, cara”, respondeu em um programa de perguntas e respostas em seu site oficial, quando questionado se, durante sua juventude, já imaginou que estaria algum dia em um livro de escola.

Macca acrescentou e disse que acha que alguém estudar Beatles na escola é “ridículo”, já que os próprios “nunca estudaram nada” de música. “Nós apenas amávamos nossa música popular. Elvis, Chuck Berry, Little Richard, Fats Domino, etc.”, explicou. “Não era caso de estudar, acho que teríamos estragado tudo se fôssemos estudar alguma coisa. Nós queríamos ter nossas ideias apenas ouvindo. Então nosso estudo era ouvir”.

O músico acredita que o estudo de música popular para ensinar outras pessoas sobre a história é valioso, mas que não tem relação com talento musical. “Não pense que você pode entrar numa escola e sair de lá um Bob Dylan, alguém como ele ninguém pode fazer”, garantiu. “Ninguém pode dizer como ser um Bob Dylan ou um John Lennon, isso ninguém sabe como acontece”.