Posts tagged Marca

O brasileiro que escreveu mais de mil livros e foi parar no Guiness Book

1

Paulo Moura, no Hypeness

A maior linha de produção literária do mundo, segundo o próprio Guiness Book, pertence a um médico paulista de 66 anos chamado Ryoki Inoue. São 1100 obras publicadas com mais de 39 pseudônimos, por exigência dos editores, desde 1986, quando escreveu seu primeiro livro – um western com o título Colts de McLee.

1

“Ele produz capítulos inteiros durante suas idas ao banheiro”, afirma o jornalista Matt Moffet, do Wall Street Journal, que passou um dia inteiro ao seu lado nos anos 90 para vê-lo escrever de cabo a rabo um romance de 210 páginas chamado Sequestro Fast-Food.

1

1

Ryoki já passou por quase todos os gêneros literários – romances, crônicas, contos e textos jornalísticos. A maioria das edições ultrapassou com facilidade a marca de 10 mil exemplares vendidos. Só existe um tipo de obra que ele diz que não fará por dinheiro nenhum no mundo: biografias de políticos.

1

dica do Felipe Nogueira

Johnnie Walker cria embalagem com participação dos fãs

0

Bruno Garcia, no Exame

Nomes de escritores como Clarice Lispector, Ferreira Gullar, Monteiro Lobato, e de brasileiros comuns estarão juntos na edição limitada que chega às lojas em abril

Johnnie Walker:  internautas podem acessar a fanpage da empresa e votar em frases e imagens de autores e artistas consagrados, como Clarice Lispector e Ferreira Gullar (Divulgação)

Johnnie Walker: internautas podem acessar a fanpage da empresa e votar em frases e imagens de autores e artistas consagrados, como Clarice Lispector e Ferreira Gullar (Divulgação)

Johnnie Walker cria uma edição especial em homenagem ao Brasil e convida os fãs da marca a co-criarem a nova embalagem. Os internautas podem acessar a fanpage da empresa e votar em frases e imagens de autores e artistas consagrados, como Clarice Lispector, Ferreira Gullar, Monteiro Lobato, entre outros.

As mensagens estão divididas em três temas, escolhidos para representar a alma do brasileiro: paixão, criatividade e beleza. Os participantes também serão convidados a votar em autores contemporâneos, que vão criar frases que dialoguem com os temas propostos.

A votação prossegue até o dia 14 de fevereiro e os primeiros 10 mil consumidores que participarem terão os nomes impressos na embalagem, juntamente com os artistas homenageados pela empresa. A edição especial chegará aos supermercados em abril.

dica da Luciana Leitão

‘Inferno’, de Dan Brown, marca volta de personagem de ‘Código da Vinci’

1

Publicado por Pop & Arte

Livro foi anunciado para 14 de maio nos EUA com tiragem de 4 milhões.
Autor diz que história com Robert Langdon é ‘paisagem de códigos’.

O escritor Dan Brown (Foto: Divulgação)

O escritor Dan Brown (Foto: Divulgação)

O novo romance do autor de “Código Da Vinci” Dan Brown será publicado em 14 de maio nos EUA, informou sua editora Doubleday nesta terça-feira (15), depois que um quebra-cabeça nas mídias sociais digno do escritor ajudou a revelar o título. A data de lançamento no Brasil não foi anunciada.

“Inferno” apresenta o retorno do famoso simbologista de Harvard e protagonista de “Código Da Vinci” Robert Langdon, e se passa na Itália, centrando-se na obra literária “Inferno de Dante”, informou a Doubleday. A tiragem inicial é de 4 milhões de cópias.

“Embora eu tenha estudado Inferno de Dante quando era estudante, foi só recentemente, enquanto pesquisava em Florença, que eu passei a apreciar a influência duradoura da obra de Dante sobre o mundo moderno”, disse Brown em seu website.

“Com este novo romance, estou animado em levar os leitores a uma viagem profunda a este reino misterioso… Uma paisagem de códigos, símbolos, e mais do que algumas passagens secretas”, acrescentou.
“O Código Da Vinci”, misterioso romance com temática religiosa e repleto de códigos, chaves, conspirações e outros símbolos enigmáticos, foi publicado em 2003 e foi transformado em um filme de sucesso estrelado por Tom Hanks. O livro ficou mais de um ano no topo da lista dos mais vendidos do New York Times. “O símbolo perdido”, o livro seguinte, foi lançado em 2009.

Em sintonia com o amor de Brown por quebra-cabeças, o título do livro foi revelado em seu site enquanto fãs e outras pessoas publicavam itens nas mídias sociais que faziam link para um mosaico no site. Conforme as mensagens eram colocadas, peças do mosaico eram reveladas, acabando por desvendar o título.

Proprietários do ‘Keep Calm’ brigam na justiça por registro da marca

0

1
A frase foi feita pelo governo inglês durante a Segundo Guerra Mundial
Foto: Reprodução

Publicado por Terra

Os proprietários de uma livraria ao norte da Inglaterra, que criaram variações do slogan “Keep Calm” (Mantenha a Calma) inventado pelo governo durante a Segunda Guerra Mundial e comercializaram cerca de 100 mil cartazes, cartões postais, camisetas, entre outros produtos enfrentam problemas com um concorrente, pois não registraram a marca, informou o The Guardian. A livraria, que começou a investir no negócio após descobrir alguns produtos perdidos na loja em 2001 com referência ao login do governo, não registrou o negócio, ao contrário de um empresário rival, que reinvidicou a marca em abril na União Europeia (UE).

Por isso, os advogados da livraria estão envolvidos em uma tentativa de anular o registro e tornar a frase de domínio público. De acordo com o jornal, o problema poderá ser resolvido simplesmente com provas de que o empresário não foi o primeiro a conseguir uma cópia do material da livraria, mesmo sendo o primeiro a registrar a marca.

“Cinquenta tons de cinza” vende 13 livros por minuto no Brasil

0

Publicada por Intrínseca

O furacão Cinquenta tons de cinza, fenômeno editorial global com a vendagem mais rápida da história, repete seu desempenho inédito no mercado brasileiro. Em menos de quatro meses, os livros que compõem a trilogia adulta escrita pela britânica E L James ocupam as três primeiras posições em todas as listas de mais vendidos e somam 2.370.000 exemplares comercializados, ou seja, a cada minuto 13 livros são vendidos no Brasil.

Cinquenta tons de cinza, primeiro volume que dá nome à série, foi lançado em 24 de julho e registra 1.130.000 exemplares vendidos; publicada em 12 de setembro, a sequência Cinquenta tons mais escuros já alcançou a marca de 700.000 cópias comercializadas; e o desfecho Cinquenta tons de liberdade totaliza 540.000 unidades vendidas desde 8 de novembro.

Responsável por sucessivos recordes, a série, que já tem mais de 67 milhões de livros comercializados em 47 países, também acumula a marca de maior número de vendas de e-books no Brasil: desde seu lançamento, que foi simultâneo à versão impressa, a trilogia já contabiliza 53 mil livros digitais vendidos.

Eleita uma das 100 pessoas mais influentes do mundo pela revista Time, E L James recebeu o honroso título de personalidade editorial do ano pela Publishers Weekly — é a primeira vez que um autor é escolhido. Sua estreia na literatura acaba de vencer o The National Book Awards na categoria melhor ficção popular e o Goodreads Choice Awards 2012.

Go to Top