Canal Pavablog no Youtube

Posts tagged Markus Zusak

“Crime e Castigo” é título mais lido em prisões de segurança máxima

0

crime-e-castigo-1024x525

Ranking do Ministério da Justiça revela que 6.004 livros foram lidos pelos detentos desde 2010

Publicado no Notícias ao Minuto

A memória de um crime e as possibilidades de redenção costuram a trama de “Crime e Castigo”. O clássico da literatura mundial, escrito pelo russo Fiódor Dostoiévski em 1866, é o título de mais lido por presos das penitenciárias de segurança máxima do Brasil. O ranking do Ministério da Justiça tem base no projeto Remição pela Leitura, que concede redução de quatro dias de pena a cada livro lido e resenhado.

Cada detento pode ler (e escrever sobre) até 12 livros ao ano, o que representa 48 dias a menos na sentença. Segundo dados do ministério, divulgados colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo, desde 2010, 6.004 resenhas foram escritas nas penitenciárias de Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio Grande do Norte e Rondônia.

A lista mais procurados nas bibliotecas, na categoria filosofia, é vice-liderada por “Ensaio sobre a Cegueira”, de José Saramago, vencedor do Nobel de Literatura em 1998. Na obra, o escritor português traça “imagem aterradora e comovente de tempos sombrios”. Terceira colocada entre as obras filosóficas é “Através do Espelho”, de Jostein Gaarder. Do mesmo autor de “O mundo de Sofia”, o livro conta a história de “Cecília Skotbu, uma menina que vive intensamente, mesmo com o diagnóstico de câncer”.

“A Menina Que Roubava Livros” também integra a lista de preferidas. A obra de Markus Zusak apresenta a menina Liesel Meminger, em plena Segunda Guerra. Ladra de livros, ela encanta a Morte, que “rastreia as pegadas dela de 1939 a 1943”.

Veja a lista dos 10 livros mais lidos pelos brasileiros

2

Publicado no Blue Bus

Cena do filme “Harry Potter e a câmara secreta”

Título original: Top 10 – Livros + lidos pelos brasileiros – veja a lista do “Orelha de Livro”

Você sabe quais foram os livros mais lidos pelos brasileiros no 1o semestre de 2013? A rede social Orelha de Livro disponibilizou o ranking dos + lidos nestes primeiros 6 meses do ano a partir da informaçao sobre os livros mais adicionados às bibliotecas pelos seus usuários.

Além dos mais lidos, o ranking prova ainda a diversidade dos gêneros ocupando posiçoes próximas, deixando entrever que há público para todos os gostos.  Inclui ainda livros do ano ou os top de vendas – livros antigos como O Pequeno Príncipe, publicado no ano de 1943, permanecem nas estantes dos jovens. Confira a lista completa abaixo

1o – A Menina que Roubava Livros (Markus Zusak): lançado em 2006
2o – A Cabana (William P. Young): lançado em 2007
3o – A culpa é das estrelas (John Green): lançado em 2012
4o – O Pequeno Príncipe (Antoine de Saint-Exupéry) de 1943
5o – Querido John (Nicholas Sparks): lançado em 2007
6o – Harry Potter e a Pedra Filosofal (J. K. Rowling): lançado em 1997
7o – Amanhecer (Stephenie Meyer): lançado em 2006
8o – A Última Música (Nicholas Sparks): lançado em 2009
9o – O Caçador de Pipas (Khaled Hossini): lançado em 2003
10o – Harry Potter e a Câmara Secreta (J. K. Rowling): lançado em 1998

 

Sobre o Orelha de Livro

Criado em junho de 2012, pelo shopping virtual MuccaShop, o Orelha de Livro é uma rede social que reúne pessoas apaixonadas por literatura. Lá, é possível montar uma biblioteca virtual, fazer resenhas de livros e conectar-se a outros leitores.

Divulgado trailer de “A menina que roubava livros”

0

Guilherme Cepeda, no Burn Book

Oito anos após a publicação de “A menina que roubava livros”, o autor Markus Zusak anuncia o primeiro trailer oficial da adaptação cinematográfica do clássico. Dê o play e emocione-se com Liesel, Hans, Rosa, Max e Rudy.

A estreia do filme no Brasil está prevista para janeiro de 2014.

Cabine Literária: Resenha de “A Menina Que Roubava Livros”, de Markus Zusak

0

Atendendo a pedidos de muitos internautas, Gabriel Utiyama comenta o best-seller  “A menina que roubava livros”.

Assista ao vídeo:

‘A menina que roubava livros’ é obra mais lida nas penitenciárias do Brasil

0

1

Mônica Bergamo, na Folha de S.Paulo

O livro “A Menina que Roubava Livros”, de Markus Zusak, é o mais lido nas penitenciárias federais do Brasil. Segundo levantamento do Ministério da Justiça, “O Menino do Pijama Listrado”, de John Boyne, e “O Caçador de Pipas”, de Khaled Hosseini, ficaram em segundo e terceiro lugares, respectivamente, na preferência dos presos. A cada resenha de uma obra lida que entrega, o detento tem a pena diminuída em quatro dias.

LEITURA QUE LIBERTA

O primeiro título brasileiro a figurar na lista é “Nunca Desista dos Seus Sonhos”, de Augusto Cury. O livro de autoajuda está em quarto lugar entre os presidiários. No catálogo do projeto Remição pela Leitura estão 124 obras.

Fonte: Imagem

Go to Top