Canal Pavablog no Youtube

Posts tagged Michael Bloomberg

Os livros que inspiraram as pessoas mais influentes no mundo da tecnologia

0

Publicado no Yahoo

Quais são os livros que influenciaram Steve Jobs, Jeff Bezos, Elon Musk, Bill Gates e outros executivos? O site Business Insider listou os títulos favoritos de 10 pessoas importantes para o avanço da tecnologia nos dias de hoje. Confira:

Jeff Bezos O CEO da Amazon gosta bastante de ler e afirma que já compra cerca de dez livros por mês. Porém, entre os seus livros favoritos estão o livro de negócios “Built to Last” (Feitas Para Durar, em português), de Jim Collins e Jerry Porras, e o romance de ficção “The Remains of the Day” (Os Vestígios do Dia), de Kazuo Ishiguro.

Tony Hsieh O CEO da Zappo é fã de “Tribal Leadership: Leveraging Natural Groups to Build a Thriving Organization” (O Executivo e sua Tribo), de Dave Logan, John King e Halee Fischer-Wright; “Peak: How Great Companies Get Their Mojo from Maslow” (Pico: como as grandes empresas obtêm seu Mojo de Maslow), de Chip Conley; e “The Happiness Hypothesis: Finding Modern truth in Ancient Wisdom” (A feliz hipótese: encontrando a verdade moderna na saberiria antiga), de Jonathan Haidt.

Bill Gates O fundador da Microsoft afirma que seu livro favorito é “The Better Angels of Our Nature: Why Violence Has Declined” (Os melhores anjos da nossa natureza: porque a violência diminui), de Steven Pinker. Outro título que ele gosta é “The Catcher in the Rye” (O Apanhador no Campo de Centeio), de J.D. Salinger.

Mark Zuckerberg O fundados do Facebook, lista em seu perfil o “Ender’s games” (O Jogo do Exterminador), de Orson Scott Card, como o seu único livro favorito. Porém, em uma entrevista, Zuckerberg afirmou que o livro que ele gosta é “The Aeneid” (Eneida), de Virgílio.

Michael Bloomberg O prefeito de Nova Yorque e fundador da Bloomberg, lista os romances de espionagem de John Le Carre, como os seus favoritos. Porém, entre todos, “The Honourable Schoolboy” (Quase um Colegial).

(mais…)

Candidata à prefeitura de Nova York quer que escolas aposentem livros

0

TabletSegundo Quinn, que pode se tornar a primeira mulher a comandar a prefeitura de Nova York, o projeto se autofinanciaria

Favorita nas eleições, Christine Quinn disse tecnologia traria “possibilidades ilimitadas”

Publicado no R7

Os estudantes de Nova York devem deixar de lado os livros didáticos e adotar os tablets como ferramenta de aprendizado, segundo a proposta de uma das principais candidatas à prefeitura da cidade.

Christine Quinn, que atualmente integra a Câmara de Vereadores e é uma das favoritas para substituir seu aliado, o prefeito Michael Bloomberg, em novembro, disse que a atualização tecnológica abriria “possibilidades ilimitadas”.

— Graças à internet, os professores podem, em qualquer matéria, compartilhar lições e materiais com colegas ao redor do mundo. Podem organizar estas lições em livros texto online, que seus estudantes poderiam ler nos tablets em aula e em casa. Assim, um professor no Bronx poderia reunir toda a informação relevante de sua aula e atualizá-la durante o ano para mantê-la vigente. Poderia incorporar vídeos e tarefas multimídia para motivar mais as crianças que já vivem em um mundo digital.

Segundo Quinn, que pode se tornar a primeira mulher a comandar a prefeitura de Nova York, o projeto se autofinanciaria.

—Atualmente gastamos mais de 100 milhões de dólares em livros texto. Este dinheiro é suficiente para comprar uma tablet para cada estudante das escolas públicas da cidade de Nova York, além de cobrir os gastos de pessoal.

Go to Top