Contando e Cantando (Volume 2)

Posts tagged Microsoft

Seleção Draft – Professores

0

Kaluan Bernardo, no Projeto Draft

professores

Microsoft quer saber quem são os professores inovadores (foto: portugalnews)

Prêmio reconhece práticas inovadoras de professores.
Três projetos de professores brasileiros foram indicados no Fórum Global de Educadores, promovido pela Microsoft, em Redmond, nos EUA. Dois deles são de um colégio particular em São Paulo, enquanto o terceiro é da rede municipal de Campo Bom (RS).

O primeiro deles, criado pelas professoras Mariana Pedro, Claudia Madalozzo e Maria Fernanda Canovas, consistiu em criar, junto com os alunos, um game com perguntas e respostas sobre o corpo humano; outro, do professor Francisco Tupy, também incentivou os alunos a criarem jogos digitais e analógicos utilizando plataformas virtuais e impressoras 3D; enquanto o último, da professora Marilene Bauer, criou junto com os alunos um jornal que virou site, quadrinhos e jogos em inglês. Conheça melhor as histórias aqui.

Um curso “imersivo” sobre indústria da música.
Mais do que um curso, O Panda Criativo e a Musicness querem oferecer uma “experiência imersiva e interativa”. O encontro, que acontece amanhã, é ministrado por Afonso Marcondes e terá dinâmicas de networking, conteúdos expositivos, debates com profissionais da área e um pocket show com a cantora Lia Paris. Custa 490 reais. Mais informações aqui e no vídeo abaixo:

Change.org recebe aporte milionário.
A gente já contou a história da Change.Org, aqui. E por isso, a notícia de que a empresa acaba de receber investimentos na casa dos 25 milhões de dólares nos deixa duplamente felizes: pela causa em si, e por sinalizar de que há gente graúda de alguma forma acreditando em iniciativas que podem deixar o mundo mais bacana. O investimento veio de nomes como Bill Gates, Richard Branson (fundador do Virgin Group), Arianna Huffington (fundadora do Huffington Post), Evan Williams (co-fundador do Twitter), Jerry Yang (co-fundador do Yahoo! e AME Cloud Ventures), Reid Hoffman (co-fundador do Linkedin), Jeff Weiner (CEO do Linkedin), Gideon Yu (ex-CFO, Facebook e YouTube) e Ashton Kutcher & Guy Oseary (A-GRade Investments).

Investimentos em startups poderão ser deduzidos do IR.
A Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT) do Senado aprovou esta semana um projeto que permite a dedução de impostos de pessoas físicas que invistam em startups. Ou seja: estamos falando de investimentos-anjo. A dedução seria de 20% do valor investido, com um teto de 80 mil reais anuais. O projeto ainda precisa passar pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE). Se aprovado, o poderá ser uma maneira eficiente de alavancar a economia no país. Vamos acompanhar.

Aos cinco anos, menino se torna especialista em computação

0

Um menino inglês se tornou o mais jovem especialista em computação de que se tem notícia.

Ayan passou em exame de certificação da Microsoft; ele começou a aprender a operar computadores aos 3 anos.

Ayan passou em exame de certificação da Microsoft; ele começou a aprender a operar computadores aos 3 anos.

Gurvinder Gill, na BBC

Ayan Qureshi foi certificado como profissional pela empresa Microsoft, após passar em um teste de habilidades a que se submeteu aos cinco anos de idade.

O menino, que agora tem seis anos, criou sua própria rede de computadores em casa. Ele disse à BBC que achou o exame difícil, porém divertido, e espera se tornar um empreendedor na área.

Seu pai, Asim, que é consultor na área de TI (Tecnologia da Informação), disse que “o mais desafiador (ao prestar o exame) foi explicar a linguagem do teste a um menino de cinco anos”.

“Mas ele pareceu entender e tem uma memória muito boa”, afirmou.

Asim começou a ensinar computação ao filho quando este tinha três anos. Ele brincava com computadores antigos para entender conceitos como hard drive e placa-mãe.

“Qualquer coisa que eu falasse ele lembrava no dia seguinte. Então comecei a alimentá-lo com mais informação”, explicou. “O uso excessivo de computadores nessa idade pode ter um efeito negativo, mas, no caso de Ayan, ele aproveitou uma oportunidade.”

Laboratório

Ayan criou sua própria rede de computação

Ayan criou sua própria rede de computação

Ayan tem seu próprio laboratório de computação em sua casa, em Coventry (centro da Inglaterra), com uma rede de informática que ele mesmo construiu.

O menino passa cerca de duas horas por dia aprendendo sobre sistemas operacionais e como instalar programas.

Quando Ayan foi prestar o exame da Microsoft – geralmente prestado por quem quer se tornar técnico em TI -, os monitores da empresa acharam que ele era muito novo para ser um candidato. O pai assegurou-lhes que o menino ficaria bem.

A família Qureshi se mudou do Paquistão para a Inglaterra em 2009.

“Estou muito, muito orgulhosa”, disse a mãe do menino, Mamoona. “Não quero que ele bata um recorde mundial a cada dia. Mas quero que ele dê o seu melhor no que quer que faça na vida.”

Ayan contou que sonha em criar no Reino Unido uma região semelhante ao Vale do Silício americano, concentrando empresas de tecnologia, e em abrir uma empresa própria.

Os 10 livros recomendados por Bill Gates

0
CONHEÇA AS DICAS DE LITERATURA DE BILL GATES (FOTO: GETTY IMAGES)

CONHEÇA AS DICAS DE LITERATURA DE BILL GATES (FOTO: GETTY IMAGES)

Rennan A. Julio, na Revista Galileu

Conhecido pela sua carreira na Microsoft, Bill Gates é um fã de literatura. Mesclando o mundo dos negócios com grandes clássicos, ele acredita que todos deveriam ler estes dez livros:

Confira abaixo!

Meus Anos com a General Motors – Alfred Sloan

“Se você quer ler apenas um livro sobre negócios, esse é o livro a ser lido”.

O Apanhador no Campo de Centeio – J.D. Salinger

“Eu só fui ler aos 13 anos e desde então eu digo que é o meu livro favorito. É muito inteligente, pois mostra como jovens podem enxergar coisas que os adultos não entendem. E eu sempre amei isso”.

Uma Ilha de Paz – John Knowles

“Meu segundo livro favorito é esse. É fenomenal, estive lendo para o meu filho recentemente e é incrivelmente bom.”

O Grande Gatsby – F. Scott Fitzgerald

Bill Gates já se fantasiou como Gatsby e possui uma citação do livro na porta de sua biblioteca pessoal.

Leia aqui (em português)

A Vida é o que Você Faz Dela – Peter Buffet

“Melinda [sua esposa] e eu lemos e gostamos muito. É um livro tocante que planejamos passar para nossas crianças”.

SuperFreakonomics: O Lado Oculto do Dia a Dia – Steven D. Levitt e Stephen J. Dubner

“Eu recomendo esse livro a todos que gostam de não-ficção. Foi muito bem escrito e está cheio de grandes ideias”.

That Used to be Us [sem tradução] – Thomas Friedman

“Esse é um livro fantástico e eu realmente encorajo as pessoas a lerem. Ele fala sobre como o mundo está mudando, focando principalmente nos desafios dos Estados Unidos”.

For the Love of Physics [sem tradução] – Walter Lewin

“Esse livro mostra o intelecto extraordinário, a paixão pela física e como Lewin é um professor brilhante. Espero que traga ainda mais pessoas para a ciência”.

O Instinto da Linguagem – Steven Pinker

10 Mandamentos para Fracassar nos Negócios – Donald R. Keough

“Don possui uma combinação especial de experiência, sabedoria, confiança e consciência. Seus mandamentos poderão ajudá-lo nos negócios muito mais do que uma estante cheia de livros”.

Microsoft oferece US$ 1 bilhão por e-books da Barnes & Noble

0

Publicado por Folha de S.Paulo

A Microsoft está interessada em comprar o Nook – braço de livros digitais da Barnes & Noble e estaria disposta a pagar US$ 1 bilhão (cerca de R$ 2 bi) pela aquisição. As informações são do site de notícias “TechCrunch”.

Segundo o site, a Microsoft também estaria interessada em comprar a biblioteca de e-books da Barnes –que inclui centenas de livrarias universitárias.

Um documento conseguido pelo site de notícias afirma também que a livraria americana tinha a intenção de descontinuar seu negócio de e-books até 2015 por conta da forte concorrência nesse mercado.

Recentemente, a Barnes & Noble anunciou que vai fechar 30% de suas lojas. A rede de livrarias americana tem cerca de 700 unidades em operação.

Livraria da rede Barnes & Noble em Washington / Karen Bleier/France Presse

Livraria da rede Barnes & Noble em Washington / Karen Bleier/France Presse

Aplicativo traduz textos e áudios em português para Libras

0

Luiz Alexandre Souza Ventura, no Estadão

Quase 10 milhões de brasileiros são deficientes auditivos, segundo números do Censo 2010 do IBGE. Desse total, aproximadamente 5 milhões utilizam a Língua Brasileira de Sinais (Libras) para se comunicar e, desse grupo, 2 milhões não têm fluência na língua portuguesa.

Por isso, a partir desta terça-feira, 2, um aplicativo promete facilitar o diálogo desses cidadãos com outros que vivem a mesma situação ou até mesmo com quem não tem qualquer problema de audição.

O ProDeaf, lançado hoje pela empresa pernambucana de mesmo nome, faz a tradução para Libras de textos e áudios em português, em tempo real. O app já está liberado para download no Google Play e também poderá ser instalado a partir do endereço http://prodeaf.net/.

“O aplicativo é gratuito e tem 1.200 sinais em Libras, mas pode receber novas informações do próprio usuário. O aplicativo tem um editor que cadastra novos sinais. Diariamente, uma equipe faz avaliação do conteúdo incluído e libera a atualização para todos”, explica João Paulo Oliveira, CEO da ProDeaf.

Hoje, ele chega à rede na versão para Android, mas o executivo já adianta que as versões para iPhone e Windows Phone estão em fase de conclusão e devem ser liberadas nas próximas semanas.

1

A ideia do aplicativo nasceu em 2010, nas salas de aula do curso de mestrado em Computação da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), a partir da história do estudante Marcelo Amorim, que é deficiente auditivo.

“Nós acompanhamos as dificuldades que ele enfrentava até mesmo na cantina, para pedir um sanduíche”, diz João Paulo Oliveira. Colega de faculdade de Amorim, o executivo e mais três estudantes – Flávio Almeida, Amirton Chagas e Lucas Mello – conseguiram dar forma ao projeto/conceito, que foi vencedor da Imagine Cup 2011, evento realizado anualmente pela Microsoft para incentivar a inovação tecnológica.

A partir disso, eles decidiram apresentar a ideia para a Bradesco Seguros, que investiu no projeto. A verba foi utilizada na contratação de mestres em linguística e design, e a empresa montou um comitê com 40 deficientes auditivos, que analisaram detalhadamente o ProDeaf, sugerindo mudanças, até que o aplicativo chegasse ao formato ideal.

Em dezembro de 2012, o ProDeaf foi selecionado para a Wayra, aceleradora global do Grupo Telefonica que trabalha para identificar e reter talentos no País nas áreas de inovação e tecnologia.

Go to Top