Contando e Cantando (Volume 2)

Posts tagged milhões

Por que o maior sistema educacional do mundo está falhando?

0
Na opinião de alguns indianos, o investimento pequeno destinado à educação é responsável pelo ensino deficitário (Foto: Wikimedia)

Na opinião de alguns indianos, o investimento pequeno destinado à educação é responsável pelo ensino deficitário (Foto: Wikimedia)

Iniciativas como a da organização não governamental Pratham ajudam a melhorar a qualidade do ensino na Índia, mas sem o envolvimento efetivo do governo milhões de crianças e jovens não têm acesso a uma formação educacional sólida

Publicado no Opinião e Notícia

No andar térreo de uma escola primária em Jaipur no estado de Rajasthan, 50 alunos esperam o intervalo do almoço. A escola tem três professores, mas dois deles estão ausentes. Um está “doente” e o outro, a diretora da escola, saiu ao meio-dia, com o pretexto que tinha “trabalho externo para fazer”. O ensino é muito fraco e as crianças esforçam-se para ler frases simples em livros de poesia abertos à sua frente.

Já no segundo andar o ambiente é dinâmico. Rekha Gurjar, uma professora da ONG Pratham pede que as crianças leiam um texto escrito no quadro-negro. Ela faz perguntas e as mãos se levantam para responder. Os centros de ensino da ONG Pratham com currículos adaptados ao nível escolar dos alunos ensinam noções básicas da língua híndi e matemática em 40 dias, com base em métodos novos que aceleram o processo de aprendizado.

Cerca de 260 milhões de crianças frequentam a escola na Índia, mais do que em qualquer outro país. A frequência de alunos tem aumentado ao longo dos últimos 20 anos, devido à lei do Direito à Educação (RTE) aprovada em 2009, que obriga os pais a matricularem os filhos nas escolas até a idade de 14 anos. Mas em geral o ensino é muito fraco.

As consequências do baixo nível de escolaridade são graves. O bom rendimento escolar está associado a salários mais altos e ao crescimento econômico mais rápido. A Índia só participará do Programa Internacional de Avaliação de Alunos (Pisa), um exame para avaliar os sistemas educacionais em diversos países, em 2021. Mas os resultados dos jovens de 15 anos dos estados de Himachal Pradesh e Tamil Nadu, que fizeram o exame em 2009, mostraram que estavam com um atraso de cinco anos em relação a alunos de Xangai e de países mais desenvolvidos do Leste Asiático.

Na opinião de alguns indianos, o investimento pequeno destinado à educação é responsável pelo ensino deficitário. A Índia gasta 2,7% do PIB com o sistema educacional do país, menos do que outros países em desenvolvimento, como o Brasil. Mas, na verdade, a verba é mal administrada. O orçamento destinado à educação aumentou 80% entre 2011 e 2015, segundo a análise dos orçamentos de oito estados realizada por Geeta Kingdon do University College London. No entanto, o rendimento escolar caiu.

A reforma do sistema educacional da Índia precisa do apoio efetivo do governo. O primeiro-ministro Narendra Modi comprometeu-se a melhorar a educação no país. Mas pouco foi feito. Uma nova proposta de reformulação do ensino ainda aguarda os trâmites burocráticos para ser apresentada. É uma situação lamentável em um país onde mais de 20 milhões de indianos atingem a idade escolar todos os anos e não têm acesso a um ensino de qualidade.

Fontes:
The Economist-Why the world’s biggest school system is failing its pupils

Livro reúne os melhores Tweets de Maisa Silva

0

Com mais de 19 mil Tweets, Maisa é hoje uma das maiores influenciadoras da rede social com 47 milhões de impressões por mês (média dos últimos três meses

Publicado em A Crítica

Maisa Silva, considerada a rainha da internet brasileira com mais de 1 milhão e 500 mil seguidores no Twitter, dá o que falar nas redes sociais. A atriz, prestes a completar seus quinze anos, mostra que é uma adolescente consciente e engajada ao levantar assuntos polêmicos e também engraçados em seu perfil pessoal administrado por ela mesma. Foi pensando nas boas tiradas e na reunião de um conteúdo relevante e inusitado que, em parceria inédita com a Agência Mostre-se, a Editora Gutenberg anuncia o projeto do livro de Tweets da Maisa.

Com mais de 19 mil Tweets, Maisa é hoje uma das maiores influenciadoras da rede social com 47 milhões de impressões por mês (média dos últimos três meses). Em sua página, costuma postar sobre seu dia a dia, novidades profissionais e pessoais, vídeos e participação em programas e até mesmo levantar argumentos em relação a diversas questões de cunho social. O sucesso é tanto que a garota possui até um fandom – grupo de fãs de determinada mídia ou personagem – chamado “maisáticos”, que se encantam com a originalidade e autenticidade da garota.

20160811101636-unnamed

O objetivo do livro é trazer ao público uma divertida face da jovem que, em meio a controvérsias e críticas, exibe sempre o bom humor e a versatilidade, que são sua marcas registradas, tratando dos temas leves e até dos mais sérios com a naturalidade que a fez conquistar uma legião de fãs no Brasil.

Assim como seus dois livros já lançados, Sinceramente Maisa – Histórias de uma garota nada convencional e O diário de Maisa, este é mais um projeto inédito que promete trazer aos fãs uma grande oportunidade de carregar os melhores memes da garota para todos os lugares.

Sobre a autora: Maisa Silva é atriz, apresentadora e cantora. Apareceu pela primeira vez na TV, no programa Raul Gil e logo depois foi contratada pelo SBT para apresentar o programa Sábado Animado. Com todo o seu carisma, foi conquistando a família brasileira e ganhou mais espaço na televisão, no Programa Silvio Santos e no Bom Dia & Cia. Pelo grande sucesso de seu trabalho, Maisa conquistou reconhecimento de toda a mídia e já foi premiada com o Troféu Imprensa e Troféu Internet. Como atriz, fez sucesso interpretando a personagem Valéria na novela Carrossel, remake adaptado por Iris Abravanel e exibido no SBT. Atualmente, está no ar no SBT no papel de Juju da novela Carinha de Anjo, e participando dos programas da casa. Já possui lançados pela Editora Gutenberg os livros Sinceramente Maisa e O diário de Maisa. Para o apresentador Silvio Santos, Maisa Silva será a nova rainha da televisão brasileira.

30 dias para o Enem: candidatos fazem piadas e lamentam no Twitter

0

Provas serão aplicadas daqui 30 dias em todo o Brasil.
Neste ano são mais de 7 milhões de inscritos.

alta_twitter

Publicado no G1

Faltam 30 dias para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e os candidatos aproveitaram a data nesta quinta-feira (24) para lamentar nas redes sociais. Alguns internautas fizeram piada com a proximidade do exame, que neste ano tem 7.746.057 inscritos.

Nesta quinta, o G1 também publica uma lista com sete itens essencias na lista dos candidatos e o primeiro vídeo da série de dicas rápidas para a prova. Desta vez, os professores respondem: Por que cai tanta regra de três no Enem?

Data da prova

O Enem será realizado em 24 e 25 de outubro. No primeiro dia de prova, um sábado, serão realizados os testes de ciências humanas e de ciências da natureza, com duração de 4 horas e 30 minutos.

No domingo, 25, os estudantes terão 5 horas e 30 minutos para resolver questões de linguagens, códigos, matemática e fazer a redação.

 

enem_twitter7

enem_twitter8

enem_twitter9

enem_twitter9_1

Educação mundial para meninas será avaliada por novo índice anual

0

Cerca de 62 milhões de meninas estão fora da escola no mundo inteiro

download

Publicado em O Globo

Um grupo criado pela ganhadora do Prêmio Nobel da Paz Malala Yousafzai e pela revista “Foreign Policy” está lançando um índice anual para avaliar a disponibilidade e a qualidade da educação para meninas ao redor do mundo, anunciaram os organizadores nesta segunda-feira.

O índice vai compilar dados para destacar as lacunas na educação secundária, assim como nos recursos doados por financiadores, afirmou a revista em comunicado.

“Este novo índice é um ‘cartão de dados’ para os nossos líderes, um passo importante em direção a ajudar a garantir que as minhas irmãs em todos os lugares possam ter uma educação secundária de qualidade, segura e livre”, disse Malala, de 18 anos, em comunicado.

Malala foi baleado na cabeça no Paquistão em 2012 pelo Taliban por defender os direitos das meninas à educação.

Cerca de 62 milhões de meninas estão fora da escola no mundo inteiro e têm enfrentado violência para tentar ir à escola em 70 países, de acordo com o Fundo Malala, que ela criou com o pai para incentivar a educação para garotas.

O índice anual usará dados de organizações não governamentais, instituições educacionais, governos nacionais e outros grupos, afirmou a revista com sede em Washington, sem dizer quando o primeiro índice será publicado.

Veja fotos de ‘Cidades de papel’, filme baseado no best-seller de John Green

0

Autor é o mesmo de ‘A culpa é das estrelas’; longa faturou US$ 300 milhões.
Com Natt Wolff e Cara Delevingne, nova adaptação estreia em julho.

cidades-1

Publicado no G1

O jornal “USA Today” divulgou, nesta quarta-feira (18), fotos do filme “Cidade de papel”, baseado no best-seller homônimo escrito por John Green. Ele também é autor de “A culpa é das estrelas”, filme lançado em junho do ano passado que faturou mais de US$ 300 milhões no mundo todo.

Em entrevista ao “USA Today”, Green destacou as diferenças entre as duas obras. Enquanto “A culpa é das estrelas” era um drama romântico sobre dois jovens com câncer, “Cidades de papel”, que estreia em julho de 2015, pode ser descrito como uma “dramédia romântica”.

“‘Cidades de papel’ é muito diferente de ‘A culpa é das estrelas’, de todas as formas possíveis”, afirmou Green. “Hollywood está tão acostumada a franquias. Mas, aqui, não se trata de uma série de filmes. [‘Cidades de papel’] É uma história que não tem relação [com ‘A culpa…’] e é bonita e engraçada.”

A trama que chega aos cinemas neste ano retrata, essencialmente, o amadurecimento de um adolescente. De acordo com a sinopse oficial, a história é centrada em Quentin (papel de Nat Wolff) e em sua enigmática vizinha Margo (papel da modelo britânica Cara Delevingne). A jovem gosta tanto de mistérios, que acaba se tornando um.

Depois de levar Quentin para uma noite de aventuras pela cidade, Margo desaparece, deixando para trás pistas para o amigo decifrar. A busca coloca Quentin e seus amigos em uma jornada eletrizante. Para encontrá-la, ele deve entender o verdadeiro significado de amizade e de amor.

Ao “USA Today”, John Green comentou que, em princípio, não aprovou a ideia da supermodelo britânica Cara Delevingne se encarregar de Margo. “Quando ouvi que [cara] estava fazendo testes, meio que pensei: ‘Não’. É claro que achei que fosse loucura. Mas depois vi a audição. Ela entendeu Margo de maneiras que ninguém que eu já conheci entende.”

cidades-2

cidades-3

cidades-4

Go to Top