Contando e Cantando (Volume 2)

Posts tagged Moedas

Quanto vale o dinheiro de Harry Potter em moedas reais?

0

396706

Alguém fez esta conta.

Laysa Zanetti, no Adoro Cinema

Quanto vale o dinheiro de Harry Potter? Os fãs do extenso universo criado por JK Rowling sabem que os bruxos da Grã-Bretanha utilizam uma moeda própria, cujos valores são divididos entre galeões, sicles e nuques. Sabemos que os pais de Harry deixaram uma bela quantidade de dinheiro para ele, e que os Weasley costumam passar por dificuldades para sustentar os filhos e mantê-los na escola. Mas qual é a correspondência do dinheiro bruxo para a nossa realidade? Acredite, alguém fez esta conversão!

Um usuário do Reddit, aubieismyhomie, fez um comparativo usando os valores reais de alguns produtos que existem nos livros — como livros didáticos, doces, bebidas etc, e comparou a equivalência. Entenda:

493 nuques = 1 galeão.

29 nuques = 1 sicle.

17 sicles = 1 galeão.

Fazendo a conversão para os valores em dólares, a aproximação é a seguinte:

1 galeão = US$ 25,00.

1 sicle = US$ 1,50.

1 nuque = US$ 0,05.

381568

Com estes valores, é possível entender melhor de quanto se trata a fortuna de Harry e a dificuldade financeira dos Weasley. Uma cerveja amanteigada no Cabeça de Javali, por exemplo, custaria aproximadamente US$ 3,00 (algo em torno de R$ 11,00 de acordo com a cotação atual). No primeiro livro, Harry compra o equivalente a US$ 18,00 em doces no Expresso de Hogwarts — ou seja, R$ 70! Um livro didático dos níveis mais altos custa cerca de US$ 175 (aproximadamente R$ 665,00), o que explica a reclamação de Harry quanto ao preço.

É importante lembrar que a própria J.K. Rowling já revelou em uma entrevista, em 2001, que um galeão equivalia a aproximadamente 7 libras esterlinas na época.

Cédulas de dinheiro com retratos de grandes escritores

0

Fabio Mourão, no Dito pelo Maldito

Pode não parecer, mas os escritores são pessoas importantes. E uma grande prova disso é a quantidade de selos que homenageiam autores, assim como suas obras e personagens. E se hoje em dia a literatura não rende mais o valor que ela merece dentro da sociedade, gostaríamos de lembrar que um dia ela já foi representada na coisa mais valiosa já produzida pelo mercado,… O dinheiro. Não há muitas moedas dedicadas a escritores, no entanto, cédulas em papel já foram usadas para homenagear alguns escritores clássicos de todo o mundo.

Abaixo separamos algumas amostras de notas que retratam grandes autores, e que formam uma coleção bem peculiar e específica de dinheiro.

Miguel de Cervantes

462_001

César Vallejo

cesarvakllejo
Leopoldo Alas ‘Clarín’

clarin
Carlos Drummond de Andrade

cruzado-novo-ncz-5000-carlos-drummond-de-andrade_iz41xvzxxpz2xfz27742356-242098411-2xsz27742356xim
Charles Dickens

dickens (mais…)

Escritora Jane Austen estará nas próximas notas de 10 libras britânicas

0

Publicado por AFP [via Folha de S.Paulo]

A nova nota de 10 libras, com o rosto da escritora Jane Austen (1775-1817)

A nova nota de 10 libras, com o rosto da escritora Jane Austen (1775-1817)

A escritora britânica Jane Austen (1775-1817) terá seu retrato estampado nas futuras notas de 10 libras, uma vitória para centenas de feministas britânicas.

A autora de “Orgulho e Preconceito” substituirá Charles Darwin nas notas a partir de 2017, anunciou nesta quarta-feira (24) o Banco da Inglaterra.

Desde 1970, personalidades podem estar nas notas britânicas, além da rainha Elizabeth 2ª, cujo rosto está representado em todos as notas e moedas em circulação.

Jane Austen é a terceira mulher a ser escolhida para receber esta homenagem.

O anúncio em abril da substituição em 2016 nas notas de 5 libras da reformista do século 19, Elizabeth Fry (1780-1845) por Winston Churchill (1874-1965) irritou muitas feministas, que passaram a temer que a rainha fosse a única mulher presente nas notas.

Uma petição, que recolheu 35 mil assinaturas, foi lançada para que uma mulher fosse escolhida para a nova nota de 10 libras. Suas iniciadoras comemoraram a escolha de Austen como um “dia excepcional para as mulheres e fantástica para o poder do povo”.

“Sem esta campanha, sem as 35 mil pessoas que assinaram nossa petição, o Banco da Inglaterra teria varrido as mulheres da história”, declarou a jornalista Caroline Criado-Perez, que lançou a petição.

Jane Austen, que publicou seis grandes romances de sucesso, incluindo “Orgulho e Preconceito”, morreu em 1817 aos 41 anos.

EXPLICAÇÕES

O Banco da Inglaterra assegurou nesta quarta-feira que nunca teve a intenção de banir de suas notas figuras femininas.

A instituição convidou a população a propor ideias para melhorar o processo de seleção das figuras históricas.

“Queremos que a população confie em nosso compromisso com a diversidade”, declarou o novo diretor do Banco, Mark Carney.

“Jane Austen merece seu lugar no círculo de figuras históricas representadas em nosso dinheiro”, acrescentou, ressaltando que a escritora é “reconhecida como uma das maiores da literatura inglesa”.

Go to Top