Canal Pavablog no Youtube

Posts tagged National Geographic

Capes libera conteúdos da National Geographic na internet

0
Capes libera conteúdos da National Geographic na internet

Reprodução

Além das revistas, podem ser acessados outros materiais históricos e relevantes da Cengage Learning

Publicado no Administradores

Todas as edições da revista National Geographic — de 1988 até hoje — a partir de agora podem ser acessadas pelo Portal de Periódicos da Capes. Além dessa biblioteca digital é possível buscar conteúdos em outras publicações como The Economist, The Financial Times, Sabin Americana, Gale World Scholar e Ninetheenth Century.

A Chantam House Collection Online, uma das mais recentes bibliotecas digitais abertas ao público, traz documentos sobre a política internacional fundada após a conferência da Paz de Paris. São quase cem anos de documentos entre 1920 e 2010 dedicados aos estudos sobre desenvolvimento de situações que envolvem paz e guerra.

Além dessas publicações estão acessíveis ao público outros conteúdos como o Slavery and Anti-Slavery Collection, que registram temas sobre a escravidão e abolição incluindo fatos sobre o tráfico de escravos no Atlântico, e movimentos de acordos transatlânticos entre os séculos XVI ao XIX. O The Sunday Times Digital Archives oferece artigos com análises e comentários sobre acontecimentos e sociedade em geral no ano de 1822.

O objetivo dessas plataformas virtuais é tornar essas informações acessíveis para que sejam fontes de conhecimento, e também utilizadas como ferramentas para estudos e pesquisas tanto para estudantes, desde o grau primário a universidade, como professores, pesquisadores e curiosos em geral.

Em todos os casos os arquivos estão disponíveis digitalmente desde a primeira edição, e oferecem ao leitor informações raras de fontes confiáveis que o ajudarão a compreender o contexto atual sobre diversos temas, já que os conteúdos são profundos e permitem reflexões.

Conheça um pouco mais sobre as coleções que estão nas bibliotecas virtuais da Capes:

National Geographic – Ciências, História, Tecnologia, Meio Ambiente, Cultura, são apenas alguns dos conteúdos da National Geographic Virtual Library. O leitor pode viajar por diversos períodos da revista que estão disponíveis integralmente desde a primeira edição, de 1888, até os dias atuais.

The Economist – Leitura essencial para quem quer saber sobre política, atualidades e negócios, desde 1843. Com imagens e suplementos de pesquisa, The Economist Historical Archive é uma fonte primária essencial para pesquisar e retransmitir conhecimentos sobre os séculos passados.

The Financial Times – Possibilita pesquisar a história econômica e financeira dos últimos 120 anos. The Financial Times Historical Archive contém artigos e propagandas impressas no papel desde 1888 acessíveis para pesquisas e visualizações.

Sabin Americana – A coleção apresenta trabalhos sobre as Américas, entre outros, publicados em todo o mundo e é baseada na bibliografia de José Sabin. São 29 mil obras entre documentos e livros que falam que abordam exploração, comércio, colonialismo, escravidão, abolição, movimento ocidental, nativos americanos, ações militares desde 1500 até o início dos anos 1900.

Gale Word Scholar – Essa coleção proporciona uma volta ao passado na história da América Latina e Caribe desde o período de 1800 aos dias atuais. O portal Word Scholar: Latin America and the Caribbean oferece acesso a referências, periódicos, multimídias, relatórios, revistas, jornais, entre outros.

Nineteenth Century – Recurso inovador, essa coleção é focada em disponibilizar materiais confiáveis para estudos do século XIX, a partir de documentos digitalizados diversos e parcerias com as principais bibliotecas do mundo.

Rovio vai lançar plataforma educativa baseada em “Angry Birds” na China

0

Publicado por Folha de S.Paulo

A Rovio, desenvolvedora da franquia “Angry Birds”, está levando o universo de sua popular série de games para as salas de aulas da China.

Em parceria com a Universidade de Helsinque, na Finlândia, o estúdio criou o “Angry Birds Playground”, um conjunto de materiais educacionais baseado no currículo escolar finlandês e estrelado por personagens dos jogos.

Voltado para alunos do jardim de infância, o projeto foi revelado na semana passada, na China, e será lançado numa escola em Xangai. O material –formado por livros, pôsteres, um instrumento de cinco cordas, jogos físicos e conteúdo digital– cobre temas como linguagem, matemática, artes, música e educação física.

Desenvolvedora finlandesa Rovio vai levar sua série de games "Angry Birds" para as salas de aula / Divulgação

Desenvolvedora finlandesa Rovio vai levar sua série de games “Angry Birds” para as salas de aula / Divulgação

“Não estamos falando de games apenas: é uma abordagem de aprendizado completa, da qual os jogos fazem parte”, disse ao jornal britânico “The Guardian” Sanna Lukander, vice-presidente do setor de ensino e publicação de livros da Rovio.

“Não é aprender sentado e brincando com um aparelho eletrônico. Há um fundamento real nisso, e um equilíbrio saudável entre descanso, brincadeira e trabalho”, complementou.

Como aponta o veículo, o “Angry Birds Playground” é muito mais do que dar um viés educativo para a série: o projeto é sobre exportar “a filosofia e o expertise educacional” da Finlândia para o resto de mundo através de uma marca popular.

A Rovio já trabalhou com organizações como NASA, National Geographic e CERN (Centro Europeu de Pesquisa Nuclear, na sigla em francês), a fim de produzir material educativo. Mas “Angry Birds Playground” seria algo muito mais “ambicioso”.

Go to Top