Canal Pavablog no Youtube

Posts tagged Nova Iorque

Conheça o menino de oito anos que é escritor premiado pela NASA

0

João Paulo com Jayathma Wickramanayake ONU (Créditos: Fernanda Calfat)

Samuel Strazzer, no Meom

Bilíngue, palestrante internacional e escritor premiado pela NASA. Esse é o caso de sucesso de João Paulo Guerra Barrera de oito anos de idade… isso mesmo, apenas oito anos. Com esta idade ele é o escritor bilíngue mais novo do mundo.

O menino prodígio mora na cidade de São Paulo e já tem dois livros publicados. Quando tinha seis anos de idade ele disse aos pais que queria gravar um filme. Eles responderam que antes de fazer um filme deveria escrever uma história. Foi aí que o garoto começou a escrever. Seu primeiro livro levou o menino a vencer o concurso NASA AMES Space Settllement Contest, na categoria mérito literário. O garoto é o mais jovem vencedor da história do concurso.

João Paulo terá um estande na 25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo, que acontece de 03 a 12 de agosto, no Pavilhão de Exposições do Anhembi. Durante a Bienal, o menino será embaixador da visitação escolar no evento. Ele também fará uma palestra na arena cultural as 11h do dia 9 de agosto com o tema “Sonhando Alto”.

Obras e viagens

O primeiro livro de João se chama “No mundo da Lua e dos planetas – In the world of the Moon and the planets”. A obra conta a história de três amigos que constroem um foguete com materiais recicláveis e saem pelo espaço para aprender ciência. Com esse livro João venceu o NASA AMES Space Settllement Contest, na categoria mérito literário. Este é um concurso mundial promovido pela NASA para jovens com até 18 anos. João Paulo se tornou o mais jovem vencedor da história quando recebeu o prêmio em 2016.

Livro “Morando no Espaço – Living in Space”

Com oito anos de idade, João publicou seu segundo livro “Morando no espaço – Living in Space” em que o trio de amigos volta ao espaço para construir uma estação espacial. A obra tem como um dos temas a sustentabilidade. Por conta disso, João foi convidado para um encontro com a Secretária Geral da ONU para a Juventude, Jayathma Wickramanayake, na sede da ONU em Nova Iorque. No encontro eles discutiram pontos da agenda da ONU 2030 que tem como tema o desenvolvimento sustentável.

Em sua viagem pelos Estados Unidos, João teve encontros com o Embaixador e Cônsul-geral Enio Cordeiro no consulado Geral do Brasil em Nova Iorque, fez uma doação de seus livros bilíngues para a BEA – Brazilian Endowment for the Arts (Biblioteca Brasileira de Nova Iorque) e visitou a Mantena Global Care (organização de ajuda a imigrantes latinos em comunidades de baixa renda na cidade de Newark-NJ).

Em junho deste ano João Paulo foi convidado para dar uma palestra no Massachusetts Institute of Technology (MIT). O menino foi palestrante do encerramento da 5ª Conferência Mundial do ensino promoção e manutenção do Português como língua de herança.

Homem leva livros falsos para o metrô e filma reações

0

naom_5708bdee4e851

Os livros não existem mas as reações são bem reais.

Publicado no Notícias ao Minuto

Os transportes públicos são um dos locais prediletos para a leitura. O comediante Scott Rogowsky aproveitou esta questão para nos dar a conhecer uma hilariante montagem.

Quem anda de transportes públicos já terá espreitado o que anda a ler o passageiro do lado ou até terá reparado que havia alguém a olhar para o que estava ler. Scott Rogowsky decidiu inventar capas de livros mirabolantes para filmar as reações de outros passageiros

Entre as opções inventadas estão obras que nunca viram a luz do dia, como ‘Mil lugares para ver antes de ser executado pelo ISIS’ ou ‘Se eu o tivesse feito’, um livro que tem na capa George W. Bush, antigo presidente dos Estados Unidos, e que conta com o subtítulo ‘Como é que eu teria feito o 11 de Setembro’.

Entre as mirabolantes capas inventadas pelo comediante Scott Rogowsky incluem-se ainda obras sobre técnicas para aumentar o tamanho do pénis, uma variação de uma famosa coleção de livros de apoio, neste caso sobre como cometer um homicídio sem ser apanhado, entre muitas outras.

Fique com o vídeo e as reações dos passageiros do metro de Nova Iorque.

Go to Top