Canal Pavablog no Youtube

Posts tagged personagem

Jogo The Lord of the Rings: Gollum é anunciado

0

The Lord of the Rings: Gollum trará história baseada no estranho personagem de O Senhor dos Anéis — Foto: Reprodução/PC Gamer

Novo game baseado no universo de O Senhor dos Anéis tem como foco história de Gollum e conta eventos anteriores aos livros

Rafael Monteiro, no Tech Tudo

The Lord of the Rings: Gollum é novo jogo baseado na série clássica de livros O Senhor dos Anéis, do escritor J. R. R. Tolkien, focado especificamente na história do personagem Gollum. O desenvolvimento está nas mãos da Daedaelic, em parceria com a Middle-earth Enterprises, e não vai seguir a versão dos filmes e sim o personagem retratado nos livros.

Por enquanto, foi divulgada apenas uma marca do jogo, sem imagens ou vídeos. O lançamento está planejado para 2021 nos consoles e PC, sem detalhar plataformas, mas é de se esperar que PS4 e Xbox One serão considerados.

O game será de ação e aventura, com uma história original sobre o personagem principal que se passa antes dos eventos dos livros. Segundo o CEO da Daedaelic, Carsten Fichtelmann, o jogador terá que lidar com as múltiplas personalidades de Gollum e em momentos de decisão vai ouvir as vozes conflitantes que o aconselharão. Não foram dados detalhes sobre a jogabilidade, porém, como Gollum não é um exímio lutador, presume-se que haverá elementos de stealth – quando o jogador deve atingir seu objetivo sem buscar o conflito direto, de forma furtiva.

Originalmente Gollum era um Hobbit chamado Sméagol que acidentalmente obtém o “Um Anel”, um poderoso anel capaz de dominar o mundo e que se torna motivo de diversos conflitos. Gollum tem sua mente corrompida pelo anel, mata seu primo com medo de que ele o roube e após ser mandado embora de seu vilarejo acaba isolado nas Montanhas Sombrias. Este período de reclusão o deixa ainda mais enlouquecido e deformado fisicamente, enquanto alimentava-se de peixes crus e ocasionalmente orcs que conseguia abater nas sombras.

Uma curiosidade é que os direitos dos filmes e dos livros de O Senhor dos Anéis são negociados separadamente para criar os jogos. A Warner Bros. tem os direitos dos filmes e lançou nos últimos anos games como Terra-média: Sombras de Mordor e Terra-média: Sombras da Guerra. Enquanto outras empresas lançaram títulos como The Lord of the Rings Online e The Lord of the Rings Living Card Game.

Jack Reacher | Tom Cruise será substituído no reboot da franquia na TV

0

Autor dos livros disse que ator não tinha altura ideal para personagem

Rafael Gonzaga, no Omelete

A franquia Jack Reacher ganhará um reboot na TV que dará uma nova roupagem para o protagonista – isso significa que Tom Cruise, que estrelou os dois filmes, lançados em 2012 e 2016, estará fora das novas produções. De acordo com o ComicBook, um novo ator ainda não escolhido assumirá o personagem.

A BBC confirmou a saída oficial de Cruise da franquia e o criador de Jack Reacher e autor dos livros, Lee Child comentou o assunto – dizendo, inclusive, que finalmente poderão contar com um ator que tenha a altura esperada para o personagem

“Eu realmente gostei de trabalhar com Cruise. Ele é realmente um cara legal. Nós nos divertimos muito”, disse Child à BBC. “Mas os leitores estão certos. O tamanho do Reacher é muito, muito importante e é um grande componente de quem ele é. E Cruise, apesar de todo seu talento, não preenchia esse requisito”.

Vale lembrar que quando o primeiro filme de Jack Reacher foi anunciado com Cruise no papel principal, fãs de longa data dos livros reclamaram da falta de semelhança com a descrição do personagem no material original.

O reboot de Jack Reacher na TV não só estará mais alinhada com os livros, mas, aparentemente, Child também estará permitindo que os fãs de Reacher façam parte do processo de seleção de elenco. “O que eu decidi fazer é: não haverá mais filmes com Tom Cruise. Em vez disso, vamos levar o personagem para a Netflix ou algo assim, com um ator completamente novo. E eu quero que todos aqueles leitores que estavam chateados com Tom Cruise me ajudem e participem da escolha do ator certo para a série de TV. Estamos reiniciando e começando de novo e vamos tentar encontrar o cara perfeito.”

Os fãs já começaram a sugerir nas redes sociais nomes de potenciais atores para o papel, com personalidades como Michael Shannon e Alexander Skarsgard liderando em menções.

Sabrina Teenage Witch, ganhará HQ’s pelo selo Archie Comics

0

Douglas “Nexy”, no Cosmonerd

Com o enorme sucesso da serie ” O mundo sombrio de Sabrina ” na Netflix, a Archie Comics, anunciou que está trabalhando em uma nova serie de HQ’s da personagem.

O roteiro ficará com Kelly Thompson (Capitã Marvel e A-Force), a série será focada no lado mais leve da bruxinha.

A primeira edição revela Sabrina mudando para a casa de suas tias Hilda e Zelda em Greendale, e precisando lidar com problemas mais típicos de uma adolescente, como romances, rivalidades na escola e amizades.

Sabrina – the teenage witch terá cinco edições, e os desenhos ficaram por conta de Veronica e Andy Fish (Spider-woman,Archie Comics)

““Sabrina é uma das propriedades mais ricas e fascinantes na Archie, então me sinto incrivelmente sortuda por ter a oportunidade de contribuir para esse mundo. Como Chilling Adventures of Sabrina já existe e é brilhante, os leitores devem esperar algo um pouco diferente em nossa versão, a reinterpretação moderna de um clássico. Uma das minhas coisas preferidas é chegar e modernizar um clássico maravilhoso, e espero poder fazer algo muito especial com Sabrina com esse time incrível.” Declarou a roteirista.

Sabrina – The Teenage Witch #1 estará disponível em 27 de março de 2019 nos estados unidos e outros países.

Nancy Drew | CW desenvolve série sobre livros de detetive adolescente

0

Bruno Tomé, no Observatório do Cinema

A CW será a terceira emissora em poucos anos que tentará adaptar a série de livros sobre Nancy Drew para TV. A informação é do Deadline.

Conforme a publicação, primeiro o canal deve desenvolver um piloto. Outro ponto é que a série se baseará nos livros como uma forma de pesquisa, e não como uma adaptação fiel da personagem. Na CW, Nancy Drew será uma jovem de 18 anos no seu último ano de escola.

A produção ficará por conta de Josh Schwartz e Stephanie Savage, de Runaways. Em 2015, um projeto similar foi iniciado, mas foi reprovado logo no piloto, que tinha Sarah Shahi como protagonista. Logo depois, a NBC tentou também produzir um seriado, que acabou não dando certo.

Apesar da informação inicial, detalhes sobre o elenco ou data de início da produção não foram divulgados.

A última aparição da personagem nas telas foi em Nancy Drew e o Mistério de Hollywood (2007), estrelado por Emma Roberts. Além da nova série, há também um filme em desenvolvimento que contará com Sophia Lillis, de It: A Coisa, como protagonista.

Série traz o lendário Jack Ryan de volta às telas

0

Personagem criado nos livros de espionagem de Tom Clancy ganha série em serviço de streaming

Rafael Braz, na Gazeta Online

Criado por Tom Clancy em 1984 no livro “Caçada ao Outubro Vermelho”, Jack Ryan se tornou o principal protagonista do escritor americano que emplacou vários best-sellers e virou até uma “grife” para jogos como “Splinter Cell”, “The Division” e “Ghost Recon” antes de sua morte, em 2013 – desde então, alguns escritores, antigos parceiros de Clancy, continuam escrevendo e publicando livros com o personagem.

No cinema, ele já foi vivido por atores de peso: Alec Baldwin (“Caçada ao Outubro Vermelho”), Harrison Ford (“Jogos Patriótico” e “Perigo Real e Imediato”), Ben Affleck (“A Soma de Todos os Medos”) e Chris Pine (“Operação Sombra: Jack Ryan”). Agora é a vez de John Krasinski (“Um Lugar Silencioso”) encarnar o analista da CIA na série devidamente intitulada “Jack Ryan”, disponível no serviço de streaming da Amazon, o Prime Video.

A trama tem início quando o analista se depara com uma série de transações bancárias suspeitas no Iêmen. Sem o apoio de seus superiores, ele decide agir para evitar um “novo 11 de setembro”. Vale ressaltar que o “agir”, no caso, não significa pegar em armas e sair à caça de terroristas, ao menos não em um primeiro momento. O Jack Ryan de Krasinski remonta à origem do personagem, um burocrata que acaba se envolvendo em algo maior do que ele poderia imaginar.

Trama

A primeira temporada da série tem oito episódios (a segunda já está confirmada) e a trama demora um pouco a engrenar muito em função da direção preguiçosa de Morten Tyldum (“O Jogo da Imitação”) no piloto – o veterano em séries Daniel Sackheim e a mexicana Patricia Riggen assumem a partir daí.

O roteiro, em um primeiro momento, é um festival de clichês reciclados de qualquer texto de espionagem internacional filmado nos últimos anos. Felizmente, lá pelo terceiro episódio, quando tanto o protagonista quanto os vilões vão sendo humanizados (dentro do possível), as coisas começam a ficar mais interessantes.

Essa humanização é justamente uma das características mais legais de “Jack Ryan”, a série. Krasinski vem de um papel de sucesso no cinema e se tornou um rosto conhecido para o espectador. Seu personagem não vai resolver gigantescos enigmas ou derrotar, sozinho, uma grande organização terrorista – ele até demonstra certa inaptidão social no jogo de conquista de Cathy (Abbie Cornish) e uma resistência a se tornar um herói, mesmo que tenha um passado de soldado.

O que pesa contra “Jack Ryan”, ao menos para os não-americanos, é a visão americanizada de tudo. Apesar da já citada humanização de alguns vilões, boa parte dos outros personagens árabes é estereotipada; a série inclusive se utiliza da tática “nada contra, tenho até alguns amigos…” ao colocar um mocinho muçulmano, mas o acerto não é total.

Com um alto investimento – cada episódio custou US$ 8 milhões –, “Jack Ryan” merecia ter um roteiro do nível de suas cenas de ação. Apesar de interessante e de justificar a maratona, não traz nada que “Homeland”, por exemplo, já não tenha feito melhor.

Go to Top