size_810_16_9_mulher-lendo-livro

Ione Aguiar, na Exame

São Paulo – Todo artigo acadêmico que se preze critica, revisita ou comenta estudiosos anteriores. É o que se chama de estar “sobre ombros de gigantes”.

Por isso, uma única obra pode acabar se desdobrando em um sem fim de novas descobertas.

Em parceria com a British Library, o Arts and Humanities Research Council realizou uma enquete para definir quais são os textos acadêmicos mais influentes da história da humanidade.

Na lista geral, havia obras feministas, como O Segundo Sexo, de Simone de Beauvoir, e Reivindicação dos Direitos da Mulher, de Mary Wollstonecraft.

Físicos, como Albert Einstein (O Significado da Relatividade) e Stephen Hawking (Uma Breve História do Tempo) também estavam concorrendo.

Havia, ainda, obras da área econômica, como A Riqueza das Nações, de Adam Smith, e de ciência política, como O Príncipe, de Nicolau Maquiavel.

A partir de uma lista fechada de obras consagradas, o público votou e escolheu cinco títulos definitivos. Veja a seguir foram os grandes eleitos.

1. A Origem das Espécies – Charles Darwin

Lançada em 1859, a obra em que Darwin demonstra os mecanismos da evolução demoliu certezas e deu início a um debate científico que se prolonga até hoje

2. Manifesto do Partido Comunista – Karl Marx e Friedrich Engels

O “Manifest der Kommunistischen Partei” foi publicado em 1848, durante a eclosão de movimentos operários na Europa.

Apresenta uma análise histórica da burguesia e conclama os operários a se mobilizarem internacionalmente.

3. Obras Completas de William Shakespeare

Shakespeare é considerado o maior escritor da língua inglesa. Em prosa, poesia e teatro, explorou a natureza humana como nenhum outro autor na história da literatura.

4. A República – Platão

A obra é uma das bases do pensamento político e filosófico ocidental.

5. Crítica da Razão Pura – Immanuel Kant

Publicada em 1781, o célebre trabalho de Kant é quase ilegível de tão complexo. É considerado fundador do idealismo alemão.