Posts tagged poesia

Cate Blanchett e Kit Harrington leem poema para ajudar refugiados

0
A atriz Cate Blanchett em vídeo da ONU (Reprodução/Acnur/VEJA.com)

A atriz Cate Blanchett em vídeo da ONU (Reprodução/Acnur/VEJA.com)

 

No filme promocional da agência da ONU para os refugiados, os atores leem o poema ‘O Que Eles Levaram Consigo’, de Jenifer Toksvig

Publicado na Veja

Um time de celebridades está procurando chamar atenção para o sofrimento dos refugiados em um vídeo no qual leem um poema que lista objetos que as pessoas levaram quando tiveram que fugir de seus lares. Vencedora de um Oscar, a atriz Cate Blanchett lidera um elenco que inclui Keira Knightley, Stanley Tucci, Chiwetel Ejiofor, Jesse Eisenberg e Kit Harrington na leitura do poema “What They Took With Them (O Que Eles Levaram Consigo, em inglês)” no filme, que o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur) divulgou no Facebook nesta segunda-feira.

Escrito por Jenifer Toksvig, o poema foi inspirado pelas histórias e testemunhos de pessoas que fugiram de casa e pelos itens que levaram consigo. Entre os objetos mencionados pelos atores estão uma carteira, um boletim de serviço do Exército, um certificado de conclusão do ensino secundário, um celular, chaves de casa e uma bandeira nacional.

“O ritmo e as palavras do poema ecoam o frenesi, o caos e o terror de ser forçado subitamente a abandonar seu lar, pegar o pouco que você consegue carregar consigo e fugir em busca de segurança”, disse Cate, embaixadora da Boa Vontade do Acnur, em um comunicado. O Acnur informa que a petição está pedindo que os governos garantam acesso a lugares seguros onde os refugiados possam morar e ter acesso a educação e trabalho.

(Com agência Reuters)

Jovem reutiliza filtros para compor poesia e ‘serve’ com cafezinho em MG

0
Poeta usa filtros de café usados para compor poemas em parque de São Lourenço (Foto: Reprodução EPTV)

Poeta usa filtros de café usados para compor poemas em parque de São Lourenço (Foto: Reprodução EPTV)

 

Poeta fica em parque com máquina escrevendo versos em filtros de café.
Apreciadores podem tomar café e comprar livro do autor de São Lourenço.

Publicado no G1

Filtros de café usados, uma máquina de escrever e muita imaginação. É assim que Carlos Alberto La Terza Júnior, de São Lourenço (MG), compõe poesias. O artista passa os dias escrevendo nos filtros e com o mesmo material, ele fez seu primeiro livro. Durante o período de férias escolares, ele exibiu o trabalho no Parque das Águas, e atraiu curiosos e admiradores.

É ao ar livre que as palavras tomam sentido na cabeça do poeta. “Eu transformo as ideias em poesias, as poesias em livros e tento fazer a diferença”, tenta resumir La Terza Júnior sobre seu método de composição.

O barulho da máquina, ali no meio do Parque das Águas, atrai curiosos. E não é só isso, a poesia é servida para os apreciadores regada a café quentinho. Não demora muito para surgir em volta do poeta uma roda de bate-papo.

“Ótimo, estava doida pra tomar um café, passei aqui já tomei”, brinca a dona de casa Luci Ferreira Villela. “Com poesia é melhor ainda.”

O poeta completa. “A poesia, ela cria laços. A poesia só existe se for de um para o outro, ela nunca é de um só. Pra existir o poeta, tem que existir o leitor, e nesse processo se faz muitas amizades.”

Primeiro livro foi todo confeccionado com filtros de café usados (Foto: Reprodução EPTV)

Primeiro livro foi todo confeccionado com filtros de café usados (Foto: Reprodução EPTV)

Livro sustentável
Há quase dois meses La Terza Júnior percorre cidades do Sul de Minas para espalhar poesia com sua máquina de escrever. Foi assim que nasceu o primeiro livro, “Leite de Pedra”.

“Você ‘tirar leite de pedra’, realizar um trabalho difícil, algo impossível, ou que se diz impossível, mas também tem a ver com a água, por eu ter nascido em São Lourenço, que é a ‘cidade das águas’. A água é o leite da pedra ‘né'”, completa.

O livro ainda veio com aroma de café. As páginas foram feitas de filtro de café, desses mesmo que a gente usa pra coar a bebida. A ideia de reaproveitar o material surgiu quando ele lavava louça em casa e viu naqueles papeis uma nova função.

A consultora Juliana Badin mora nos Estados Unidos. Passando pelo local, o poeta e seus filtros chamaram a atenção dela, já que nunca tinha visto nada parecido. “É uma ideia boa, que lá não existe, dá pra levar pra fora sim”, comenta.

Curiosos tomam cafezinho enquanto poeta compõe em filtros (Foto: Reprodução EPTV)

Curiosos tomam cafezinho enquanto poeta compõe em filtros (Foto: Reprodução EPTV)

Pra finalizar, o poeta deixa sua poesia. “Escutei uma música inédita, composta por 3 passarinhos, uma fresta de água correndo, e o barulho do vento baixinho.”

5 tipos de livros que aumentam seu desempenho escolar

0
Fonte: Shutterstock

Fonte: Shutterstock

Conheça também uma indicação de livro para cada um dos tipos de livros

Publicado no Universia Brasil

Ler é uma das milhares de formas de aumentar o aprendizado, além de potencializar a capacidade de interpretação de textos e de escrita. A leitura traz benefícios e também pode melhorar o desempenho escolar dos alunos. A seguir, conheça 5 tipos de livros que farão com que você melhore seu grau de inteligência, além de indicações de leitura:

1 – Filosofia

Ao se debruçar na leitura de livros de filosofia, você pode entender melhor sobre a existência humana e sobre si mesmo. São essenciais para entender as necessidades humanas e poder espalhar ideias e prever alguns comportamentos sociais. Um bom livro que você pode conhecer chama-se O Mundo de Sofia, de Jostein Gaarder.

2 – Poesia

Esse tipo de texto pode ser um grande diferencial para o aprimoramento do aprendizado dos estudantes. Ao ler poesias, o texto tem um forte poder de mexer com os sentimentos do leitor e fazer com que ele reflita sobre os amis diferentes temas. Assim, essa reflexão torna-se um diferencial muito importante, fazendo com que a pessoa consiga melhorar o senso crítico dos mais variados assuntos. Um grande poeta brasileiro que merecer ser lido, por exemplo, é Carlos Drummond de Andrade. Algumas de suas obras de maior relevância são A Rosa do Povo e Sentimento do Mundo.

3 – Ciência

É importante que pensar que essa categoria de livros não engloba os didáticos. Qualquer produção que tenha como objetivo entender o mundo a sua volta pode ser considerado de ciências. Sempre inspirados nas situações comprovadas e consideradas com verdades, são ótimos para aplicar os conhecimentos sobre determinados temas do interesse de cada um. Para os amantes de ciência, o livro Uma Breve História do Tempo, de Stephen Hawking é uma ótima opção de leitura.

4 – Ficção

Por mais que falem sobre uma história que não aconteceu de fato, os livros de ficção também são muito importantes para aumentar o aprendizado. Por exigirem um estudo histórico e social para escrever um bom texto, eles servem de base para entender diversos pensamentos sociais ou até mesmo para criticar determinadas posturas. Para refletir sobre a sociedade contemporânea, Aldous Huxley criou a obra Admirável Mundo Novo, cuja leitura simples faz com que o leitor se mantenha entretido e ainda pense muito sobre o mundo a sua volta.

5 – História

Tanto os livros didáticos como os paradidáticos que tem a história como assunto central são importantes para o desenvolvimento dos estudantes. Por meio da leitura você pode entender melhor determinados momentos históricos e, consequentemente, adquirir uma postura crítica sobre eles. O autor Laurentino Gomes, em seu livro 1808, fala sobre a chegada da corte portuguesa no Brasil e como isso impactou a vida no Brasil e em Portugal.

Os 6 melhores poemas de Vinícius de Moraes para ler agora

0
Fonte: Universia Brasil

Fonte: Universia Brasil

Publicado na Universia Brasil

Com talento nato para criar as mais belas composições com palavras, que contribuíram para a literatura, a música e a cultura brasileira, Vinícius de Moraes, ou o poetinha, como era conhecido, pode ser considerado um dos maiores nomes da poesia nacional.

Nascido na cidade do Rio de Janeiro, em 19 de outubro de 1913, Vinícius sempre foi um exemplo clássico da boemia carioca. Amante intenso e apaixonado, o poetinha casou-se nove vezes e teve incontáveis casos amorosos. Depois das mulheres, sua grande paixão era apreciar os dias, tardes e noites do Rio de Janeiro, sentado em uma mesa de bar, compondo músicas e escrevendo.

Entre seus trabalhos de maior destaque está a canção Garota de Ipanema, feita em parceria com Tom Jobim, gigante da Música Popular Brasileira (MPB). O hit foi composto para a modelo Helô Pinheiro, mas se tornou um hino para reverenciar a beleza da mulher carioca.

Vinícius de Moraes, que além de escritor e compositor foi diplomata do governo brasileiro, jornalista e dramaturgo, faleceu no ano de 1980, em sua cidade natal. Seu legado de composições atemporais e populares se perpetuou pelos anos e ainda ocupa um espaço de imensa importância nas aulas de literatura brasileira.

Para celebrar o Dia Mundial da Poesia, a Universia Brasil fez uma seleção dos melhores poemas de Vinícius de Moraes, com trechos de suas composições mais famosas, como o Soneto da Fidelidade e A Rosa de Hiroxima, que falam sobre questões sociais, exaltação à pátria, mas, principalmente, amor. Veja a seguir:

soneto-de-fidelidade

soneto-de-separacao

soneto-do-amor-total

a-rosa-de-hiroxima

receita-de-mulher

ternura-poema

5 livros de poetas brasileiros que você deve conhecer

0

5-livros-de-poetas-brasileiros-que-voce-deve-conhecer-noticias

Dia Mundial da Poesia é comemorado nesta segunda-feira (21)

Publicado no Universia Brasil

Nesta segunda-feira (21), comemora-se o Dia Mundial da Poesia. No cenário brasileiro, diversos poetas se destacam, deixando sua marca por meio da subjetividade e poder reflexivo dos poemas que criaram ao longo da trajetória profissional. Para comemorar esta data, confira 5 livros imperdíveis de artistas nacionais:

1 – Mensagem, de Fernando Pessoa

Este livro foi publicado em 1934 e possui 44 poemas do autor. O conjunto dos textos faz com que a obra dê um tom épico para Portugal, fazendo com que o país seja o foco do livro. Os poemas “O Infante” e “Mar Português” são dois exemplos de textos que compõe a obra de Fernando Pessoa.

2 – Antologia Poética, de Vinícius de Moraes

Lançado em 1954, o livro de Moraes reúne as três fases do escritor, representada por divisões dentro do próprio livro. A primeira delas é mística, a segunda considerada uma fase de transição e, por fim, a terceira retrata uma visão de esquerda do mundo, valorizando temas mais engajados. Alguns dos poemas presentes são “A Rosa de Hiroxima” e os famosos sonetos do autor.

3 – A Rosa do Povo, de Carlos Drummond de Andrade

Obra representativa do modernismo brasileiro, A Rosa do Povo foi publicada em 1945. Há alguns temas contemplados no livro, como a poesia social, reflexão existencial, metalinguagem, o passado etc. Carlos Drummond escreveu este livro dentro do contexto da Segunda Guerra Mundial, deixando claros os temas que o agoniavam mediante a tanta violência. Na mesma época, Getúlio Vargas era quem estava no poder brasileiro, por meio do Estado Novo.

4 – Baú de espantos, de Mário Quintana

Publicado em 1986, a obra fala muito sobre a vida e a morte, por meio de diversas metáforas. São 99 poemas, até então inéditos, compilados na obra que recebeu o título de Baú de Espantos, porque o próprio autor espantou-se com o conteúdo que tinha produzido. Grande parte dos textos são curtos. Alguns dos poemas que compõe o livro são “Manhã”, “Metamorfoses do Vento”, “O poema apesar de tudo”, entre outros.

5 –Poemas dos becos de Goiás e estórias mais, de Cora Coralina

Este livro foi o primeiro publicado por Cora Coralina, em 1965. A leitura provoca um sentimento de olhar para o outro, além da alta tensão poética de todos os textos escritos pela poetisa.

Fonte: Universia Brasil

Go to Top