Canal Pavablog no Youtube

Posts tagged primeiro livro

Sequência de “Bird Box” vai retomar ideia deixada de lado no primeiro livro

0

Lello Lopes, no UOL

Josh Malerman é um escritor prolífico. Desde que lançou “Bird Box” (que ganhou o nome de “Caixa de Pássaros” no Brasil) em 2014 ele já publicou outros sete livros. Em outubro chega mais um: “Malorie”, sequência da história que virou sucesso na Netflix em filme lançado no final do ano passado.

Josh Malerman, autor de “Bird Box” Imagem: Chris Stranad Photography

Em entrevista ao UOL, por email, Malerman contou um pouco de “Malorie” e falou sobre o sucesso de “Bird Box”, visto por mais de 80 milhões de pessoas segundo a Netflix.

O escritor, que esteve no Brasil em 2015, voltará ao país para a Bienal do Rio, entre o final de agosto e o começo da setembro, para divulgar um outro livro lançado em 2019, “Inspection”.

Veja a entrevista:

Você esperava o enorme sucesso de “Bird Box” na Netflix?

Eu acho que ninguém poderia prever que o filme faria o que fez. Não estou dizendo que eu não tinha confiança ou esperança, mas ele explodiu de uma maneira que nenhum de nós previu. Que jornada, hein? Incrível.

O que você acha sobre o Desafio Bird Box (com as pessoas fazendo atividades cotidianas de olhos vendados) que muita gente fez após ver o filme?
Bem, no começo eu amei. Até pensei em eu mesmo fazer um. Então isso ficou esquisito quando uma garota dirigiu daquele jeito e bateu o carro. Graças a Deus ela ficou bem, mas a partir daquilo nós tivemos que dizer, tipo, ‘hey, em vez disso tente fazer um sanduíche de olhos vendados. É tão emocionante!'”.

Por que escrever uma sequência de “Bird Box”? Que tipo de história você vai nos contar?

O rascunho de “Bird Box” era duas vezes maior que a versão que acabou sendo publicada e lá tinha uma trama que eu tirei, uma trama que eu realmente gostava. Eu pensava nela frequentemente e imaginei que algum dia a faria.

O sucesso do filme, e consequentemente o do livro, meio que definiu que, se eu fosse escrever “Malorie”, agora seria a hora certa. Então no final eu consegui incluir essa trama perdida nesse segundo livro e é ótimo porque essa foi uma ideia que nasceu praticamente ao mesmo tempo do livro original.

O que você sabe sobre a adaptação de “Piano Vermelho” para o cinema?

Eu sei que os produtores são pessoas incríveis. Scott Free e Atlas Industries têm grandes pensadores que estão procurando por histórias originais e empolgantes, e eu me sinto completamente em casa falando e trabalhando com eles. Também sei que o roteirista, Barnett Brettler, é um cara incrível e brilhante, e eu amo a sua visão para a história. Bom, vamos ver como isso se desenvolve, mas no momento eu me sinto ótimo sobre como está.

Capa de “Malorie” Imagem: Reprodução/Esquire… – Veja mais em https://entretenimento.uol.com.br/noticias/redacao/2019/05/12/sequencia-de-bird-box-vai-retomar-ideia-deixada-de-lado-no-primeiro-livro.htm?cmpid=copiaecola

O seu novo livro, “Inspection”, promete uma discussão sobre gêneros. Como você vê o debate sobre o assunto nos dias de hoje?

Eu escrevi o rascunho de “Inspection” em 2007, então reescrevi completamente nos últimos anos. Meu publisher conhecia a ideia e meu editor achou que era o momento perfeito para lançar uma história como essa, com o tema de igualdade de gênero. Ela é intencionalmente fria, sem sexo e sombria. Mas, de alguma forma, apesar desses fatores, eu acho que o livro é quente ao dizer que você pode tentar empurrar a natureza dentro de uma caixa, mas ela achará um jeito de escapar, não importa o que você faça.

Você conhece alguma coisa da literatura brasileira? Tem algum autor favorito?

Eu amo o Rapahel Montes e a Janda Montenegro. Mentes brilhantes, pessoas brilhantes.

Autora Jarid Arraes é confirmada para a Flip

0

Foto: Reprodução/Jarid Arraes

Publicado no Diário de Pernambuco

A escritora, cordelista e poeta cearense Jarid Arraes está confirmada para a Flip 2019, que será realizada entre 10 e 14 de julho, em Paraty.

Autora de As Lendas de Dandara, Heroínas Negras Brasileiras: Em 15 Cordéis e Um Buraco Com Meu Nome, Jarid trabalha sobre narrativas tradicionais e questões de ancestralidade para construir uma literatura de luta.

Seu primeiro livro de contos sai em junho, Redemoinho em Dia Quente.

Carolina Maria de Jesus: Doodle do Google comemora 105 anos da autora

0

Autora de “Quarto de Despejo” faria 105 anos nesta quinta-feira (14); obra foi publicada em mais de 10 países

Isabela Cabral, no Tech Tudo

Carolina Maria de Jesus, escritora brasileira de origem humilde, recebeu uma homenagem na página inicial do Google nesta quinta-feira (14). Na data em que ela completaria 105 anos, o logo tradicional do buscador foi substituído pelo Doodle que traz uma ilustração com seu rosto em perfil e representações de seus característicos diários e de uma casa simples.

Contra todas as expectativas, Carolina ganhou fama mundial após a publicação de seu primeiro livro, “Quarto de Despejo: Diário de uma Favelada”, que relatava com uma escrita poderosa as dificuldades da população que vivia nas favelas de São Paulo. A autora é lembrada até hoje por poemas e frases marcantes.

Quem foi Carolina Maria de Jesus?

Nascida em Minas Gerais em 1914, a escritora era filha de mãe solteira descendente de escravos e agricultores meeiros e cresceu com uma educação limitada. Já na capital paulista, criou três filhos também sozinha, trabalhando como empregada doméstica e recolhendo papel, latas e garrafas para reciclagem. Precisou construir ela mesma sua casa, um barraco improvisado com tábuas de madeira compensada, barras de ferro e outros materiais reaproveitados. Enquanto isso, Carolina ainda arrumou tempo para preencher diários detalhados sobre sua vida.

Tudo mudou quando Carolina conheceu o jornalista Audalio Dantas, em 1958. Ele escutou, por acaso, uma ameaça dela a um grupo de homens: ela colocaria os nomes deles em seu livro se eles não se comportassem. Curioso, o repórter pediu para ver o tal livro e ficou impressionado com o talento da então trabalhadora doméstica. Trechos dos cadernos foram publicados no jornal local e viraram uma sensação.

O sucesso levou ao lançamento do livro “Quarto de Despejo”, que em apenas três dias vendeu 10 mil cópias e se tornou uma das obras mais lidas na história da literatura brasileira. Ele foi mais tarde traduzido para 13 línguas diferentes e distribuído em mais de 40 países. Foi transformador, pois a publicação deu voz a pessoas marginalizadas e abriu novos caminhos para autores negros no Brasil e no mundo. Em seus 62 anos de vida, Carolina viria a publicar mais três livros, fora os seis póstumos, com textos inéditos organizados por pesquisadores.

Anna Todd, autora e produtora de “After”, vem ao Brasil em janeiro divulgar o filme

0

Publicado em Os Geeks

Anna Todd, autora da série de livros “After” – que se tornou fenômeno mundial de vendas e ganha adaptação para os cinemas em 2019 – estará no Brasil em janeiro para divulgar o longa baseado no primeiro livro. Além de ter se envolvido na adaptação do roteiro, feita por Susan McMartin (da série “Two and a Half Men”), Anna também assina a produção do longa.

“After” acompanha Tessa Young (Josephine Langford), uma estudante dedicada, filha obediente e namorada fiel, em seu primeiro semestre na faculdade. Cheia de grandes ambições para seu futuro, seu mundo protegido se transforma quando ela conhece o misterioso Hardin Scott (Hero Fiennes-Tiffin), um encantador e rebelde garoto que a leva a questionar tudo o que ela pensava que sabia sobre si mesma e sobre o que ela quer para sua vida.

Febre entre jovens e adolescentes, “After” ultrapassou a marca de 1 bilhão de leituras online. O longa estreia nos cinemas brasileiros em 11 de abril de 2019, com distribuição da Diamond Films.

The Strange Case Of the Alchemist Daughter | Livros de fantasia serão adaptados para a TV pela CW

0

The Strange Case of the Alchemist’s Daughter, by Theodora Goss.

Alexandre Guglielmelli, no Observatório do Cinema

A emissora CW, responsável por diversas séries teens de sucesso, como The Vampire Diaries e Gossip Girl, anunciou que está produzindo a adaptação para a TV da saga The Strange Case Of the Alchemist Daughter, criada pela escritora Theodora Goss.

A primeira temporada do programa será baseada apenas no primeiro livro da série, e deve ser produzida por Glenn Geller, Jeremy Ball e D.J. Goldberg.

O roteiro fica por conta de AJ Marechal (The First).

A história de The Strange Case Of the Alchemist Daughter se passa Inglaterra vitoriana, e segue duas jovens completamente diferente. Uma delas é filha de Dr. Jekyll e outra de Mr. Hyde, personagens da obra de Robert Louis Stevenson.

As garotas embarcam então em uma aventura para descobrir as conexões entre vários assassinatos e seus falecidos pais. Na busca, elas são acompanhadas por outras filhas de figuras literárias da época, que tentam desafiar as normas da sociedade e descobrir a verdade sobre suas origens.

Detalhes adicionais sobre a estreia e elenco de The Strange Case Of the Alchemist Daughter ainda não foram revelados.

Go to Top