Canal Pavablog no Youtube

Posts tagged record

“Demônios estão preparados para invadir as almas”, diz Macedo sobre 50 Tons

0

50-Tons-de-Cinza-poster-br-oficial

Publicado no UOL

Edir Macedo publicou uma “resenha” em seu blog sobre “Cinquenta Tons de Cinza”, livro de E. L. James, que deu origem ao filme homônimo. O bispo da Igreja Universal e dono da Record fez uma análise da obra, criticou o tema abordado e disse que, às vésperas da estreia nos cinemas, “demônios estão preparados para invadir as almas de milhões de pessoas”.

“Além do tema repugnante, o estilo e a trama pobres fazem do livro uma verdadeira piada ao lado de verdadeiras obras de literatura. Mas os milhões de fãs em todo o mundo e os milhões de dólares gerados não são piada. Como pode um livro que todos consideram horrível se tornar um fenômeno financeiro? É simples: demônios da perversão”, disse em um trecho do texto.

E prosseguiu. “E agora que o filme ‘Cinquenta Tons de Cinza’ já está vendendo milhões de bilhetes mesmo antes de sua estreia, esses mesmos demônios estão preparados para invadir as almas de milhões de pessoas”.

No texto, Edir Macedo –que contou a com a colaboração de Evelyn Higgibotham– afirma que “Cinquenta Tons de Cinza” transmite duas doutrinas: “Primeira doutrina: as mulheres devem encarar o abuso e a violência como algo nobre e corajoso. Segunda doutrina: perversão sexual é incrível. É uma doutrina que glorifica a excitação sexual sem amor, sem carinho, sem dar, sem Deus – o egoísmo e a dor dão mais prazer. É inacreditável, mas até mesmo os cristãos estão se deixando levar por essa doutrina”, opinou.

Baseado no livro homônimo de E. L. James, classificado pela crítica como “soft porn”, o filme retrata a relação da jovem e inocente Anastasia Steele (Dakota Johnson) com o milionário Christian Grey (Jamie Dornan), adepto de práticas sadomasoquistas. No entanto, a produção do longa já havia sinalizado que suavizaria as cenas de sexo, cortando algumas mais polêmicas e sem mostrar nu frontal.

Nos Estados Unidos, o filme recebeu a classificação R, que significa que menores de 17 anos desacompanhados de um adulto responsável não podem assistir ao filme. “Cinquenta Tons de Cinza” tem pré-estreia internacional no Festival de Berlim, no dia 11, e estreia no Brasil na próxima quinta (12).

O filho eterno

0

Douglas Pereira, no Cafeína Literária

O-filho-eterno-capa

O filho eterno
Cristovão Tezza

Cada leitor identifica o porquê de um livro ser bom de sua forma particular. Eu, de minha parte, se me pego rindo no metrô ou aflito numa passagem tensa. Perco a hora de descer e mesmo irritado por ter de voltar algumas estações, fico feliz por ganhar alguns minutos a mais de leitura. Com este, O filho eterno, de Cristóvão Tezza, me peguei exasperado.

É objetivo do escritor fazer o leitor identificar-se com seu personagem. Identificando-se, gosta. E gostando lê até o final, pois tem interesses em comum, tem afeto pela imagem espelhada. Neste romance, entretanto, a minha identificação foi tamanha e tão nítida que quase me senti plagiado. Cristovão é tão intenso e tão certeiro que foi difícil analisar a obra com olhar mais técnico e menos passional.
(mais…)

Editora Record compra direitos de três livros do novo Nobel de Literatura

0

Roberta Campassi, na Folha de S.Paulo

Ao todo, Modiano escreveu 28 romances. No Brasil, seis deles foram publicados pela Rocco entre 1985 e 2003, mas estão fora de catálogo.

Ao todo, Modiano escreveu 28 romances. No Brasil, seis deles foram publicados pela Rocco entre 1985 e 2003, mas estão fora de catálogo.

A editora Record comprou nesta sexta (10), na Feira do Livro de Frankfurt, três livros de Patrick Modiano, vencedor do Nobel de literatura, anunciado nesta semana como vencedor do Prêmio Nobel de Literatura.

Adquiriu também uma versão infantojuvenil da biografia de Malala Yousafzai, ganhadora do Nobel da Paz ao lado do indiano Kailash Satyarthi.

Os títulos de Modiano são “Remise de Peine” (1988), “Fleurs de Ruine” (1991) e “Chien de Printemps” (1993). O romancista francês de 69 anos foi anunciado na quinta-feira (9) como o vencedor do Nobel de literatura de 2014.

A maior parte da obra de Modiano é publicada pela editora francesa Gallimard, mas os três livros comprados pela Record foram negociados com a também francesa Seuil.

A editora brasileira não revelou o valor pago pelos direitos dos títulos nem tem previsão de quando serão publicados no Brasil.

A única obra disponível no país é o infantojuvenil “Filomena Firmeza” (Cosac Naify), ilustrada por Sempé.

Isto significa que as editoras brasileiras ainda poderão disputar várias obras de Modiano, incluindo seu mais recente romance, “Pour que Tu Ne te Perdes Pas dans le Quartier”, publicado há uma semana na França pela Gallimard.

A versão infantojuvenil da biografia de Malala foi negociada pela Record com a Simon & Schuster do Reino Unido.

As 20 editoras mais populares do Twitter (36)

0

845_capa_home_

Sérgio Pavarini

A edição desta semana da Época traz na matéria de capa uma extensa reportagem sobre o Twitter. Os números da empresa são gigantescos e não cabem em 140 caracteres.

Impulsionada pelo uso durante a Copa do Mundo, a receita chegou aos US$ 312 milhões, mais que o dobro em relação ao mesmo período no ano anterior. O número de perfis que usam a rede regularmente subiu para 271 milhões, superando as expectativas de analistas de mercado.

A revista listou várias curiosidades sobre a microrrede. Confira algumas abaixo. As demais estão aqui.

  • O limite de 140 caracteres tem a ver com o tamanho máximo de uma mensagem no celular. No início, o Twitter tinha 160 toques de limite. Mas decidiu-se deixar 140 caracteres para a mensagem em si e 20 caracteres para o nome depois do símbolo “@”.
  • Em 2008, Mark Zuckerberg, do Facebook, tentou comprar o Twitter por US$ 500 milhões. Williams não aceitou a proposta.
  • Além do Facebook, Google e Microsoft já tentaram comprar o Twitter. As ofertas teriam sido na casa dos US$ 10 bilhões.
  • O Twitter com o maior número de seguidores é o da cantora Katy Perry. São quase 56 milhões.

Momento de conferir como anda o ranking das editoras brasileiras no Twitter. Nesta edição completamos 3 anos mostrando como está a presença delas na microrrede.

A Galera Record ganhou uma posição e está em 8º lugar. Saraiva também subiu e está em 9º. Para completar a dança das cadeiras, Suma de Letras e Nemo avançaram igualmente um posição na lista, ocupando agora respectivamente o 16º e o 18º lugares.

Mês que vem tem mais. 🙂

Ranking Julho

#1:   89.000 Intrínseca @intrinseca

#2:   80.300 Mundo Cristão @mundocristao

#3:   69.200 Companhia das Letras @cialetras

#4:   68.700 Editora Rocco @editorarocco

#5:   51.500 Editora Gutenberg @Gutenberg_Ed

#6:   45.700 Editora CPAD @EditoraCPAD

#7:   45.400 Novo Conceito @Novo_Conceito

#8:   44.000 Galera Record @galerarecord

#9:   43.200 Editora Saraiva @editorasaraiva

#10: 43.100 Sextante @sextante

#11: 41.800 Editora Autêntica @Autentica_Ed

#12: 38.500 Editorial Record @editorarecord

#13: 33.700 Editoria Arqueiro @editoraarqueiro

#14: 33.200 Cosac Naify @cosacnaify

#15: 30.600 Editora Leya @EditoraLeya

#16: 28.800 Suma de Letras @Suma_BR

#17: 28.700 Editora RT @revtribunais

#18: 28.000 Editora Nemo @editoranemo

#19: 27.500 L&PM Editores @LePM_Editores

#20: 27.300 Casa Publicadora @casapublicadora

Ranking atualizado em 10/8/14

Cabine Literária: Lançamentos de julho

0


x
Sempre numa deliciosa vibe bem-humorada, Danilo Leonardi e Gabriel Utiyama apresentam lançamentos recentes. Visitem o Tumblr dos caras. #recomendo

Go to Top