Canal Pavablog no Youtube

Posts tagged rico

Downton Abbey irá lançar livro sobre os bastidores do filme

0

Gabriel Valeriano, no Reserva Cinéfila

Downton Abbey, série britânica de grande sucesso mundial, está retornando, mas para os cinemas, o filme estreia em setembro deste ano, e trará de volta os personagens originais, incluindo Lady Mary (Michelle Dockery), Lady Edith (Laura Carmichael), Lord Grantham (Hugh Bonneville), Charles Carson (Jim Carter) e Violet Crowley, interpretada pela atriz Maggie Smith. O filme continuará a contar a história da família Crowley, que conquistou o coração de espectadores ao redor do mundo durante seis temporadas na televisão.

Agora outra novidade em relação ao filme foi divulgada, o lançamento de um livro que irá apresentar fotografias espetaculares da produção, entrevistas com o elenco e a equipe, e um olhar sobre o pano de fundo histórico e geográfico do filme.

Downton Abbey – O Fime gira em torno do Rei e da Rainha fazendo uma visita oficial a Downton em 1927, e não só vê o retorno de todo o elenco principal da série de televisão final, mas também introduz alguns grandes atores britânicos no mundo de Downton, quando nos encontramos a família real e seu séquito.

Downton Abbey: The Official Film Companion escrito por Emma Marriott já está com pré-venda disponível na Amazon.

Downton Abbey – O Filme estreia primeiramente em 13 de setembro no Reino Unido e 17 de setembro nos Estados Unidos.

Instalação revela o poder metafórico de um único livro distorcendo um muro de tijolos

0

Publicado no Razões para Acreditar

Para você, qual é o papel da arte na vida das pessoas? Para mim, a arte surge da necessidade de explicar a própria vida e isso pode ser feito através de críticas ou até mesmo de homenagens, como a gente vê nesta maravilhosa instalação do artista mexicano Jorge Mández Blake. À primeira vista, sua instalação parece um muro de tijolos, mas uma vez que você descobre que, na verdade embaixo de tudo, no chão, existe um livro, tudo muda.

Sua ideia é genial e a gente explica: o livro trata-se de um exemplar do clássico O Castelo, de Franz Kafka e o artista o colocou na base de sua instalação para mostrar o poder de um único livro de transformar toda uma parede. A metáfora está no fato de que uma pequena ideia pode ter um efeito muito maior do que imaginamos.

Este livro, que foi publicado somente após a morte do escritor, é um dos maiores clássicos da literatura moderna e o amor pelos livros de Jorge, foi o que o impulsionou a criar essa instalação, que também foi intitulada de O Castelo. O muro é grande: 75 metros de comprimento, impressionantemente transformados pela força de “apenas” um livro. Vem ver:

Acho que eu nunca vi uma homenagem tão linda à literatura e ao poder dos livros!

Com informações de My Modern Met

Fotos: Jorge Méndez Blake

Thomas Corley: “Acorde cedo, faça exercícios, leia e fique rico”

0
A RECEITA DA FORTUNA Corley, em Minneapolis, no Meio-Oeste dos Estados Unidos. “A razão de você ser rico ou pobre são seus hábitos cotidianos” (Foto: Holly Borrelli/Beehaven Media)

A RECEITA DA FORTUNA
Corley, em Minneapolis, no Meio-Oeste dos Estados Unidos. “A razão de você ser rico ou pobre são seus hábitos cotidianos” (Foto: Holly Borrelli/Beehaven Media)

 

Para o consultor e escritor americano, as atividades do dia a dia influenciam mais nossa situação financeira do que a forma de lidarmos com o dinheiro

José Fucs, na Época

O que separa os ricos dos pobres? É a disciplina para poupar? A disposição para correr riscos? Ou será a sorte pura e simples? Segundo o consultor financeiro americano Thomas Corley, tudo isso tem sua importância, mas não é o que mais influencia nossa situação financeira. O que faz a diferença mesmo, diz Corley, são nossos hábitos cotidianos, como leitura, exercícios aeróbicos e até a hora de acordar. Autor do livro Rich habits: the daily success habits of wealthy individuals (Os hábitos dos ricos: os hábitos diários de sucesso dos indivíduos endinheirados), um dos 100 mais vendidos nos Estados Unidos em 2013 e 2014 e ainda sem tradução no Brasil, ele baseia suas afirmações numa pesquisa realizada ao longo de cinco anos com 233 indivíduos de alta renda (com ganho anual acima de US$ 160 mil e patrimônio de, no mínimo, US$ 3,2 milhões) e 188 de baixa renda (com ganho anual abaixo de US$ 35 mil e patrimônio inferior a US$ 5 mil). Segundo Corley, o estudo revelou, para sua surpresa, que, mesmo naquilo que não depende de ter ou não dinheiro, há uma diferença enorme entre o que ricos e pobres fazem no cotidiano.

ÉPOCA – Os consultores financeiros costumam dizer que, para engordar nosso patrimônio, o que conta é a forma como lidamos com dinheiro, como a disciplina para poupar e a habilidade para tomar riscos. O senhor concorda com eles?
Thomas Corley – Na verdade, não. Os consultores de finanças pessoais e familiares sempre valorizam os hábitos financeiros, mas eles representam apenas uma pequena parte de um todo bem maior. Eles são importantes, mas não a razão principal pela qual você fica rico. Na pesquisa que realizei sobre essa questão, ao longo de cinco anos, o que mais me surpreendeu é que algo tão simples quanto nossos hábitos cotidianos explica por que somos ricos ou pobres. No total, consegui identificar 290 tipos de atividade que nada têm a ver com a acumulação de riqueza, mas têm tudo a ver com a acumulação de riqueza. Ao contrário do que se imagina, são as pequenas coisas que fazemos a cada dia que nos ajudam a crescer como indivíduos e a aumentar nosso patrimônio. Esse é o ponto que acredito ser o mais significativo em meu estudo.

ÉPOCA – A que hábitos exatamente o senhor se refere? Pode dar alguns exemplos?
Corley – São hábitos que, em geral, herdamos de nossos pais, mas também podemos absorvê-los de amigos, do ambiente em que vivemos, de nossos professores. Em meu estudo, observei que 88% dos ricos leem 30 minutos ou mais todos os dias para autoeducação, seja para crescer na carreira ou para desenvolvimento pessoal. Perto de 85% leem dois ou mais livros educacionais ou relacionados com carreira e autodesenvolvimento todo mês, contra apenas 15% dos pobres. Um dos hábitos mais importantes para acumular riqueza, por mais estranho que possa parecer, são os exercícios aeróbicos. Quando descobri isso, fiquei chocado, porque nunca havia imaginado que exercício físico tinha alguma coisa a ver com riqueza. Em meu estudo, observei que os ricos se envolvem (mais…)

Go to Top