Canal Pavablog no Youtube

Posts tagged streaming

Raízes do Mal, livro de Stranger Things, será lançado no Brasil este mês

0

Myrna Ariel,no Desencaixados

Em 2019 é oficial que Stranger Things estará de volta, mas o público não irá ouvir o nome dessa série apenas na plataforma de streaming. Ampliando a história para além das telas, a Netflix e a editora Penquin Random House se uniram e estarão produzindo alguns livros ligados ao universo de Stranger Things, e o 1° título chama-se Raízes do Mal.

O livro abordar assuntos que não foram muito aprofundados na série, como por exemplo, a história da mãe da Eleven e a sua relação com o projeto MKUltra que será o enredo principal de Raízes do Mal. A obra foi escrita por Gwenda Bond, e nela teremos narrações de fatos que aconteceram antes da série.

Raízes do Mal (Suspicious Minds) foi lançado nos Estados Unidos em outubro de 2018, aqui no Brasil o livro será distribuído pela Editora Intrínseca com data de lançamento programada para dia 10 de maio. Outros livros já foram lançados nos EUA, um deles conta um passado traumático sobre Max e como sua família acabou parando em Hawkins, já outra obra conta a experiência realizada em uma cobaia antecessora da Eleven.

Stranger Things é uma série produzida pela Netflix e que está prestes a lançar a sua 3° temporada. Protagonizada por crianças, a trama principal da 1° temporada gira em torno de um grupo de amigos, onde um deles acaba desaparecendo em Montauk, Long Island. Todos da cidade se prontificaram em ajudar nas buscas pelo menino, porém ninguém conseguiu encontra-lo. Mas nada é tão simples, coisas estranhas acontecem em Montauk, até mesmo coisas sobrenaturais.

Neil Gaiman, criador do HQ ‘Sandman’, assina contrato com a Amazon

0

O autor de várias obras de sucesso agora está no tima da Amazon
(foto: Gustavo Scatena/Divulgação)

Britânico desenvolverá conteúdo original para o streaming

Publicado no Correio Braziliense

O autor inglês Neil Gaiman assinou contrato global para produção de conteúdo original dos estúdios Amazon. De acordo com informações da própria empresa, a expectativa é que as ideias de Gaiman ganhem vida como produções globais.

Está não é a primeira vez que o britânico trabalhará com o streaming. Antes de assinar acordo de exclusividade, Gaiman já desenvolveu Good Omens com a empresa. A produção deve estrear no começo de 2019.

A Amazon não deu detalhes sobre as futuras produções que serão apresentadas por Gaiman, ou se alguma delas se refere ao trabalho já criado pelo inglês, como Sandman, Stardust ou Deuses americanos.

Por meio de nota, Jennifer Salke, presidente dos estúdios Amazon, comemorou a chegada de Gaiman ao time do streaming. “Neil Gaiman é um escritor fenomenalmente talentoso, que cria mundos que são atraentes, multidimensionais e narrativamente únicos. Seus fãs são ardentes, expressivos e apaixonados e temos a sorte de trazer sua visão talentosa para o público do Prime Video”, afirmou.

Já o autor, por sua vez, também se pronunciou por meio de nota oficial, comemorando a liberdade criativa de se trabalhar na Amazon: “O que me ajudou a decidir foi o quanto eu gostava de trabalhar com a equipe da Amazon em Good Omens. Eles são pessoas inteligentes, entusiasmadas e que não temiam que Good Omens fosse algo diferente, mas que eram tão determinados quanto eu a fazer algo tão único e excitante como a série é. Estou muito feliz por saber que terei uma casa na Amazon, onde posso fazer televisão da forma que ninguém viu antes”.

As Crônicas de Nárnia | Netflix produzirá filmes e séries dos livros

0

Lucas Rocha, no CosmoNerd

A Netflix não para de surpreender, e a novidade é que a gigante de streaming comprou os direitos para adaptação de As Crônicas de Nárnia. Um acordo de muitos anos foi fechado com a The C.S. Lewis Company, garantindo a produção de filmes e séries em um universo compartilhado. É a primeira vez que todos os sete livros do universo de Nárnia estarão nas mãos de uma única empresa. (via Deadline)

Ted Sarandos, chefe de conteúdo da Netflix disse: “As amadas histórias de C.S. Lewis, As Crônicas de Nárnia, ressoaram por gerações de leitores ao redor do mundo. Famílias se apaixonaram por personagens como Aslan e todo o mundo de Nárnia e estamos animados em ser sua casa pelos anos que virão.”

Após anos de incertezas sobre as adaptações das histórias de C.S Lewis, que passaram pela Fox e Disney, é bom ter notícias sobre o rumo desse universo. Com a produção de uma enorme franquia de fantasia como as Crônicas de Nárnia, a Netflix pode bater de frente com a rival Amazon e a série de O Senhor dos Anéis.

Netflix fecha acordo para adaptar catorze livros de Harlan Coben

0

O escritor Harlan Coben participa de evento em Cannes, na França – 07/04/2018 (Pascal Le Segretain/Getty Images)

 

Contrato prevê que futuros projetos do escritor também poderão virar produções da plataforma

Publicado na Veja

A Netflix fechou um grande acordo com o escritor americano Harlan Coben, autor de livros policiais como Refúgio e Fique Comigo. Segundo o site da revista The Hollywood Reporter, o serviço de streaming vai adaptar catorze de seus romances para séries e filmes, que serão distribuídos no mundo todo. O acordo também prevê que futuros projetos do escritor também poderão virar produções da plataforma.

Coben atuará como produtor executivo de todos os projetos. A parceria entre a Netflix e o autor se dá poucos meses depois que o serviço de streaming lançou Safe, série criada e produzida pelo americano, estrelada por Michael C. Hall, de Dexter.

Coben é autor de trinta livros, publicados em 43 idiomas, com tiragem de mais de 70 milhões de exemplares pelo mundo. No Brasil, a obra do escritor é publicada pela editora Arqueiro.

Série de O Senhor dos Anéis pode ser focada na versão jovem de Aragorn

0

Tayná Garcia, no Jovem Nerd

O site TheOneRing.net reportou que várias fontes anônimas revelaram que a primeira temporada da série de O Senhor dos Anéis pode ser focada em uma versão mais jovem de Aragorn, mas não deu mais detalhes além disso. Veja:

Nós confirmamos através de várias fontes que a primeira temporada da série de O Senhor dos Anéis da Amazon Studios será focada em uma versão mais jovem de Aragorn. Vamos discutir o que está disponível e como isso aborda a Legendarium de Tolkien.”

O que se sabe até agora é que a Amazon pagou US$ 250 milhões para garantir os direitos globais de O Senhor dos Anéis, vencendo a disputa contra a Netflix. Mas isso foi só para garantir os direitos. Calculando os custos com elenco, efeitos visuais e a produção de maneira geral (locações, etc.), a série deve custar US$ 1 bilhão para a empresa de streaming.

A nova série derivada dos livros de J.R.R. Tolkien não contará a mesma história da trilogia de Peter Jackson, sendo descrita como uma espécie de prequel, e segue sem previsão de estreia.

Go to Top