Canal Pavablog no Youtube

Posts tagged Tabuada

Reforma em escola acha lições de quase um século em quadros-negros

0

Desenhos deixados por professoras em 1917 foram achados em Oklahoma.
Tabuada circular e contagem regressiva para o Natal estão entra os itens.

contagem_regressiva_natal

Publicado no G1

Uma reforma na Emerson High School, na cidade de Oklahoma, nos EUA, revelou neste mês de junho uma série de quadros-negros que preservaram lições e desenhos coloridos feitos com giz e datados de 1917.

As lições se mantiveram preservadas porque novos quadros foram afixados sobre os antigos nas paredes da escola, erguida em 1895.

Foram localizados itens curiosos, como uma tabuada circular, um calendário com a contagem regressiva para o Natal de 1917 e uma lição redigida em letra cursiva sobre os “pilgrims”, os primeiros colonos ingleses que se estabeleceram no território do atual Estados Unidos. Elas foram escritas com giz no período entre 30 de novembro e 4 de dezembro daquele ano.

De acordo com os responsáveis pela escola, os quadros-negros com as lições do passado serão preservados pela escola. No lugar dos quadros-negros serão instaladas lousas inteligentes.

A expectativa da direção é descobrir se novos achados serão localizados durante a reforma em outros espaços do prédio.

quadro_negro_oklahoma_twitt

okc_01

Criança de dois anos tem um dos QIs mais altos da Inglaterra e já aprende 3 idiomas

1
Adam é capaz de escrever sozinho 100 palavras, sabe quase toda a tabuada até 10 e tem estudado a tabela periódica Foto: Caters News/The Grosby Group / Caters News/The Grosby Group

Adam é capaz de escrever sozinho 100 palavras, sabe quase toda a tabuada até 10 e tem estudado a tabela periódica Foto: Caters News/The Grosby Group / Caters News/The Grosby Group

Publicado por Extra

Com apenas dois anos de idade, o inglês Adam Kirby é o membro mais jovem eleito para o Mensa Britânica, grupo que organiza os QIs mais altos da Inglaterra. O pequeno não só é mais inteligente que o presidente norte-americano Barack Obama, como gosta de ler Shakespeare e já está aprendendo três idiomas: japonês, espanhol e francês.

Adam nasceu em Mitcham, no sul de Londres. Com dois anos e cinco meses, ele é capaz de escrever sozinho 100 palavras, sabe quase toda a tabuada até 10 e tem estudado a tabela periódica. A criança também já monta quebra-cabeças feitos para adultos.

Adam fez o teste de QI Stanford-Binet e marcou 141 pontos. Depois dele ir tão bem, ele foi convidado a se juntar ao Mensa britânico. E mais: se tornou o membro mais jovem a fazer parte do grupo em toda a sua história. Os pais da criança Dean, de 33 anos, e Kerry-Ann, de 31, dizem que perceberam que o filho era diferente quando, com apenas um ano, ele aprendeu a usar o banheiro sozinho, após aprender tudo em um livro.

Adam com os pais e o irmão mais novo Foto: Caters News/The Grosby Group / Caters News/The Grosby Group

Adam com os pais e o irmão mais novo Foto: Caters News/The Grosby Group / Caters News/The Grosby Group

“As habilidades de Adam são excelentes. Tentamos desenvolver a inteligência dele desde que tinha 10 semanas. Enquanto a maioria das crianças na idade dele estão aprendendo a andar, Adam já foi para a leitura de livros. O desenvolvimento dele é surpreendente”, afirmou o pai ao jornal britânico Mail Online.

John Stevenage, CEO do Mensa Britânico, também se surpreendeu com a inteligência o garotinho: “Nós sempre damos boas-vindas aos novos membros. Estamos ansiosos para Adam se juntar a nós e ter um futuro muito brilhante. Nosso objeitvo é ajudar crianças superdotadas e incentivá-las a se tornarem extraordinárias”.

Irmão mais novo de Adam, Ethan, tem pouco mais de um mês, mas os pais já têm expectativas: “Eu espero que ele se desenvolva em um ritmo mais rápido que o de Adam. Além disso, eu li que os filhos mais novos tendem a acompanhar o ritmo de seus irmãos mais velhos, então eu acho que isso vai estimulá-lo”.

Adam quando era recém-nascido Foto: Caters News/The Grosby Group / Caters News/The Grosby Group

Adam quando era recém-nascido Foto: Caters News/The Grosby Group / Caters News/The Grosby Group

ONG quer fazer perfil de alunos e melhorar notas

0

Instituto-Ayrton-Senna-Doação-50 anos

Sabine Righetti, na Folha de S.Paulo

O sucesso de uma pessoa é, em parte, determinado por características individuais como autoestima e persistência, que podem ser trabalhadas desde a infância. O desafio é saber como desenvolver essas habilidades na escola.

Um grupo do IAS (Instituto Ayrton Senna), ONG que trabalha com 2 milhões de alunos em 1.300 municípios do Brasil, está mapeando características de personalidade em crianças do país para ajudar a desenvolvê-las.

A ideia é que o trabalho ajude a formulação de políticas públicas para o desenvolvimento das chamadas habilidades “não cognitivas” na rede pública.

Em outras palavras, o ensino da tabuada e da gramática –habilidades cognitivas– andaria de mãos dadas com atividades que promovam o trabalho em grupo, a concentração e a resiliência.

“Isso é importante na escola pública para diminuir a desigualdade social”, explica a coordenadora de avaliação e desenvolvimento do IAS, Tatiana Filgueiras.

Ao todo, 55 mil estudantes de escolas públicas do Rio de Janeiro serão avaliados. A identificação é feita por meio de questionários com perguntas simples. Por exemplo, como a criança reage a um obstáculo ou de que forma lida com frustrações.

A fase final da pesquisa deve acontecer em agosto. Os resultados estão previstos para o final deste ano.

FAZENDO AS CONTAS

O desenvolvimento da inteligência emocional é também fundamental para que o aluno desenvolva as atividades cognitivas, como a própria matemática.

“A criança é constituída de muitas habilidades que estão interconectadas com a esfera afetiva, comportamental e relacional”, diz o psicólogo Fábio Villela, do Departamento de Educação da Unesp de Presidente Prudente.

Um problema em matemática, por exemplo, pode estar mais ligado a questões como ansiedade ou instabilidade emocional do que ao ensino dos números em si.

Entender essa relação e saber como melhorar é especialmente importante no cenário brasileiro.

O país está em 56º lugar em desempenho de matemática em uma lista de 65 países avaliados no Pisa (Programa de Avaliação Internacional dos Estudantes da OCDE).

Go to Top